Quantcast
PplWare Mobile

iPhone X está a ser um sucesso! Produzidos 550 mil por dia

                                    
                                

Autor: Pedro Pinto


  1. Daniel says:

    Sou fã da Apple mas esta corrida ao iPhone X é estupida e só vai fazer com que eles continuem a manter/aumentar os preços por um smartphone no futuro. Se ninguém os comprasse obrigaria a reduzir o preço. iPhone 7 Plus será o meu último smartphone Apple após bastantes anos a seguir a marca. Para mim e para o bem do meu bolso, chega!

    • João Rodrigues says:

      Também me parece que vou ficar pelo 7 Plus… Inimaginável para mim estar a ponderar mudar para android em 2018…

      O que mais me incomoda é o total falhanço da Apple no HomeKit e no CarPlay…

      • Rafael Cardoso says:

        Não uso applr nem sou defensor dos iphones, mas o carplay é um problema dad marcas automóveis. O mesmo se passa com o Android.

      • Sujeito says:

        Não são falhanços. Só não são sucessos gigantes. Bem diferente.

        • João Rodrigues says:

          Um carro de 70k e um smartphone de 1k e mesmo assim há um fdp em Cupertino que acha que é aceitável impor-me os mapas da Apple!

          O HomeKit é um autêntico falhanço da Apple. Basta ver a variedade disponível e comparar com outras plataformas. Já para não falar da integração com outros standards como o IFTTT.

    • Sandro says:

      Olá Daniel, eu tbm dei o salto. Comprei o Samsung S8 e fiquei surpreendido pela positiva. Ecrã muito bom e câmara fotográfica também ela excelente

      • Bruno B. says:

        Gosto das duas marcas e andei muito tempo a ponderar entre o S8+ e o iPhone X, e não tinha dúvidas que se o S8+ tivesse camara dupla telo-ia escolhido.
        Em relação ao S8, Sandro, que tal é a duração da bateria?

        • Alberto esparguete says:

          Mariquices das câmaras.

        • António Rito says:

          Para que é que queres câmara dupla? Só para dizeres que tens?
          Olha para as fotos do Pixel 2 XL e vê o quão melhor funciona o efeito bokeh, ou, para quem não sabe o que é, o desfoco atrás do objeto. Tudo isso com UMA só câmara.
          Tomara os iPhones com dual câmara conseguirem resultados tão bons.
          Mais uma vez pergunto… Dual câmara só para dizer que têm?
          E atenção, eu sou utilizador de iPhone desde o 3G. Sou um Apple user a todos os níveis, mas depois de ver as fotos do Pixel 2 e 2 XL percebi que a dual câmara é só uma mariquisse. Aliás, as DSLR não têm dual câmaras.

    • Mc Enroe says:

      Igual comigo.
      Acabei de mudar para um One Plus 5T, vindo de um iPhone 6S, e estou muito surpreendido com o telefone. Desde bateria (consigo em média 7 horas de SOT, algo impensável no iPhone), boa câmara, um display excelente, e já nem falo no preço.
      Recomendo

  2. censo says:

    Sou só eu a pensar que o número parece excessivo ?

  3. Hugo Gomes says:

    O mundo consumista da nisto, so por ser grande e ser bonito e ter mais nao sei o quê.

  4. Nuno Miguel says:

    O IPhone X nem sequer é grande. Tem o visor maior mas fisicamente é pequeno. Detesto. Prefiro o IPhone 8 plus

  5. Luiz says:

    Não sei o que torna o iPhone X assim tão apetecível! A sério que não. É como ter de seguir as tendências no mundo do consumo. Fazer chamadas, mandar mensagens e tirar fotos e até acessar ao Facebook, um telefone de 150 euros dá perfeitamente. Depois pego nos 1000 euros restantes e vou de férias e viver para lá de um ecrã, a isso chama-se socializar.

    • rodrigo says:

      também podias comparar um fiat punto a um Mercedes S Class. Ambos te levm do ponto A ao ponto B, ambos tem motores, ambos tem portas e janelas, etc. Mas a experiência nao ‘e a mesma pois nao?

      • Corvo says:

        Fica pelo meio termo, em vez do punto compras uma coisita melhor, e ficas agradado na mesma e com dinheiro em carteira para outras coisas!… Qd não se quer perceber o sentido das coisas não vale a pena! e esse é o teu caso rodrigo!… nem precisa de ser um de 150€, até podes gastar 300€ e ficas com um smartphone bom que te serve perfeitamente para o dia a dia!

        • Vituku says:

          Corvo, deixa lá isso, o discurso do Rodrigo é típico de iSheep, e esses já não têm cura, não há nada que lhes possamos dizer que os obrigue a usar o cérebro. Este é o caminho que os nosso jovens estão a seguir, tal como os seguidores dos ditadores, que os seguem com uma enorme dedicação sem sequer se questionarem o que é melhor para eles e para o futuro do povo em que se integram.

        • Belmiro says:

          Estes produtos são teoricamente para famílias com ordenados muito superiores às que na realidade se metem nisso. Mas muitos preferem aparentar ganhar 3x a realidade e andarem sempre endividados e sem dinheiro no banco, que ter contas saudáveis e terem um modelo diferente.

          Um amigo (mas esse pode) tem um e é um modelo muito bonito e bem construído, em todo o caso um S8 ou Note 8 não lhe devem nada.

          • Luiz says:

            De certo modo, apraz-me dizer que nem todos são consumistas compulsivos. Quando a realidade e a sensatez de uma pessoa se encontram é bom. Andam muitos Mercedes por aí andam mas será que são de quem os conduz? Quando até para uns sapatos se faz crédito, tenham dó. Eu não sou capaz de comprar um iPhone X assim, primeiro porque não tenho dinheiro para tal e depois porque é um questão de prioridades. Quanto aos 550 mil iPhones produzidos por dia, bom para a Apple. Se pegar nos 1180 ou 1400 Posso comprar um telemóvel novo de 250 e tal euros de 3 em três anos que o iPhone X ao fim dos doze anos +/- que esses quatro telemóveis durarem já está obsoleto.

          • Vituku says:

            Concordo em parte com o que dizes acima, só não concordo quando dizes que são para famílias com ordenados altos, eu acho que são para quem gosta do design e não se importe de pagar uma exorbitância para isso, assim como para pessoas com dificuldade na utilização de sistemas mais abertos. Claro que para isso precisam ganhar minimamente bem. Mas conforme dizes, muitos compram só porque é caro e querem aparentar serem quem não são.
            O S8 é muito mais telemóvel que o iPhone X, mas no entanto acho também demasiado caro, apesar de ser bem mais barato que o iPhone X.
            Eu tenho um S8, e tenho um Lumia 950, adoro os dois, e se o S8 tivesse a qualidade fotográfica do Lumia em situações de baixa luz e o Windows 10M como SO, seria o telefone perfeito.

          • Louro says:

            @Luiz,
            Acho que nao tens a nocao disso, mas o crédito é uma das formas de fazer a economia crescer…caso contrário ninguém comprava casa, carro…etc etc…
            Passaria a ser algo que estaria reservado apenas aos mais ricos.

            Existem coisas que claro que nao concordo com fazer créditos, como tu deste o exemplo das botas mas…existem outras que…

            Por exemplo e como falas-te em carros…
            Gosto imenso de carros e apesar de IT, se tiver 1000 para comprar um carro ou um smartphone, compro o carro quase na certa.

            Em casa temos 6 carros, apesar de apenas sermos 2 adultos, em que 2 deles foram comprados a leasing com contrato para 3 anos cada um.
            Os restantes sao clássicos e brinquedos.

            Gastamos entre o leasing the um Tesla e um Bmw Serie 4 cerca de 1000Euros/mes, ok nenhum dos carros é nosso no entanto pagamos por eles…no final do contrato entrego e vou buscar o modelo a seguir.
            Se o carro for mau, simplesmente tenho de aguenta-lo durante 3 anos se der problemas está em garantia.
            Se fosse “meu”, tinha de me preocupar que estavam a desvalorizar, que iria ter de o vender quando quisesse trocar…
            Etc etc etc…

            Por isso essa história do “Nao é deles” numa tentativa de rebaixar é pura e simplesmente porque nao o podes comprar.

            E sim, tenho iPhone e Android devices, vou de férias todos os anos várias vezes e gasto bem mais de 1000Euros de cada uma das vezes.

            E já agora também tenho casa própria, que foi paga na totalidade em 10anos ao invés dos 25 contratados inicialmente.

          • Belmiro says:

            @Louro: os créditos não são para os “pobres” comprarem coisas de “ricos”, andas com as ideias muito erradas lolol

            Os créditos são para teres hoje o que terias que juntar uns anos: se compras casa de 150000 é ganhas 15.000 líquidos ao ano, teus que juntar 10 anos até puderes comprar. Agora compras e vais pagando, mas já não são 150 mas 180 por exemplo. Não são para esse mesmo indivíduo de 15000 ao ano comprar uma casa de meio milhão, 2 BMW e iPhone X como os ricos. O problema é as pessoas como tu pegarem que sim, depois correm em incumprimento e os tónos como eu com dinheiro no banco tem que pagar os créditos não pagos e bancos na falência.

    • Miguel Sousa says:

      A não ser quando vás para um almoço/jantar ou para o emprego e ao saires do parque de estacionamento, possas sacar de um telemóvel de 1400 euros (fora os extras) para atender uma chamada super importante. Se for um telemóvel de 150 euros, ninguém te liga nenhuma. Se for um Iphone, tens a certeza que a maioria das pessoas vai olhar para ti. É fama instantânea… e paga-se para isso.

      • Vituku says:

        LOL.
        Afinal são para isso que os iPhones servem, para atribuir uma certa importância a quem não consegue sentir-se útil ou importante de qualquer outra forma?
        Enfim, cada vez menos se usa o cérebro, vivemos numa sociedade a apodrecer.

        • Luiz says:

          E eu pensava que a pessoa era valorizada pelo ser e não pelo ter. Muito bom (ironia)

          • Vituku says:

            Isso só funciona quando lidamos com seres evoluídos, educados e inteligentes, e infelizmente muita gente actualmente não consegue integrar-se nesses meios por falta de competências básicas, por isso tentam criar essa ilusão através da ostentação de bens materiais.
            Pois eu estou cada vez pior, quanto mais ganho menos ligo a essas porcarias, ainda há uns dias comprei um S8, ia a passar nas lojas e resolvi entrar para ver, achei o telemovel tao bonito que decidi comprar um, não me arrependo de o ter feito, mas arrependo-me de o ter feito sem necessidade, o meu Lumia 950 funciona na perfeição e sinto-me mal por estar a por de lado um telemovel perfeitamente funcional, que por sinal adoro, mas também ja me apaixonei pelo S8, mas doi saber que comprei algo que realmente não necessito, e não é pelo preço, são apenas poucos dias de trabalho, foi uma compra por impulso, acontece quando se ama as tecnologias. :S
            Tudo isto para dizer que cheguei à conclusão que quando não podemos corremos a comprar aquilo que não podemos pagar e temos que justificar a nos próprios o acto cometido, usando para isso todo o tipo de argumentos, mas perdemos muito mais que aquilo que ganhamos, no entanto quando não existe barreira financeira não passa de uma simples compra, e passamos a ver as coisas como elas são, não arranjamos justificações para possíveis mas decisões, pelo contrario, usamos da verdade, daí eu dizer que apesar de comprar um excelente equipamento, que gostei logo que lhe toquei, reconheço que não precisava dele, e acho um desperdício ter feito o que fiz, e estou a amamentar a tendência ao consumismo e consequentemente a sede das marcas, em lançar mais modelos, e mais caros.

      • Napoleon Bonaparte says:

        É o chamado efeito status: compras aquilo de que não precisas, com o dinheiro que não tens, para impressionantes pessoas que não interessam.
        Viva o estilo de vida!
        Viva a felicidade!?

      • Louro says:

        Oh santa ignorancia…

        Infelizmente ainda há quem pense assim… enfim…

    • Louro says:

      Ja pensaste que existem pessoas que compram smartphones de 1000Euros e vao de férias na mesma?

  6. Daniel says:

    “Kuo refere também que as vendas no primeiro trimestre de 2018 possam ser mais lentas do que o inicialmente previsto, mas isso acontecerá porque, provavelmente, as vendas do quarto trimestre de 2017 aumentarão em 10 a 20%, em relação às estimativas originais.”

    Primeiro baixa-se as expectativas, depois de já não se lembrarem quais eram essas expectativas diz-se “as vendas do quarto trimestre de 2017 aumentarão em 10 a 20%, em relação às estimativas originais”… certo, essas estimativas originais já eram as que tinha sido feitas em baixa! O que não se estava à espera era agora dizerem que o primeiro trimeste de 2018 possa vir a ser “lento”, pelo contrário, esperava-se um acelerar pela retoma na capacidade de fabrico e entrega… o que estão a dizer agora é que 4Q2017 vai ser pior do que o normal mas não tão mau como se esperava, mas 1Q2018 espera-se mau! Afinal a notícia não é sobre estar a ser um sucesso, é sobre estarem a tentar pintar um quadro bem diferente da realidade e estarem a preparar o terreno para maus resultados nos próximos 2 trimestres.

    • Jorge Carvalho says:

      Quem é que está a pintar ???

      Abc

    • bruno says:

      ??? O Kuo está a falar e a comparar as suas próprias estimativas para o iPhone X, não sobre as vendas totais de iPhones. Não há “pior do que o normal” já que não há no passado comparação equivalente com a situação do iPhone X, nem ele faz tal comparação.
      O que ele te está a dizer é que antes a sua estimativa para o iPhone X era inferior para os primeiros meses (2017), por causa de problemas de produção, e devido a isso ele estimava que parte da procura iria passar para os meses seguintes (1º trimestre de 2018). Se os níveis de produção estão a ser superiores ao que ele antes tinha estimado, naturalmente “parte da procura” não passa para os meses seguintes, ou seja, acaba por ter que reduzir a estimativa original para esse período por as vendas já acontecerem em 2017.

  7. Joel Reis says:

    “a procura tem sido fora do normal”
    Não é normal os modelos novos da Apple terem muita procura?
    Fora do normal foi a baixa procura do 8.

    • Vituku says:

      Mesmo o X tem muito menos procura que os seus antecessores. Na loja oficial perto do meu local de trabalho, sempre houve filas intermináveis nos primeiros dias de lançamento, e assim que caia um telemóvel novo na loja, nem tinha tempo para aquecer, nada disso se verificou com o 8 nem com o X, não houve fila nem sequer no primeiro dia, havia sempre telemóveis disponíveis para entrega imediata, e tudo isto se verifica nas lojas dos operadores, que pela primeira vez não me tentaram incutir um iPhone, e isso deixou-me curioso e até lhes perguntei sobre o iPhone X, sobre a sua saída e impressões sobre ele, em várias lojas onde fui a opinião e informações que me foram comunicadas foram unânimes: não tem saída como os seus antecessores, e nem um dos vendedores o recomenda, pelo contrario, até me indicaram que estavam a ser problemáticos e muitos estavam a ser devolvidos. E tenho verificado isso pela quantidade de pessoas que tenho visto a chegar à loja Apple com iPhones X para reparação e devolução.
      Por isso, sim, a procura tem sido fora do normal, porque o normal seria ter muita procura, ora, como não é o caso, a procura não é normal. E deveria ser menos ainda, para ver se a Apple descia uns degraus para o lugar onde deveria estar e onde muitos outros estão. Se todas as suas concorrentes fizessem o mesmo da mesma forma já estaríamos a pagar por um telemóvel aquilo que se paga por um automóvel.

      • Joel Reis says:

        “enorme procura”
        Está no artigo. Ou o artigo mente ou a sua percepção está errada. Aguardemos por dados mais fidedignos.

      • PL says:

        Consegues contradizer-te a ti mesmo, nunca tinha visto tamanha estupidez num discurso de ódio.

        Fica-te com esta para pensares um pouco, apesar de não haver para entrega por falta de equipamentos para as encomendas, de acordo com o que dizes o tlm não tem saída, mas depois dizes que tu mesmo constatas o número de pessoas a chegar a loja com problemas.

        O único que eu consigo pensar é que tu deves ser porteiro na loja da Apple para conseguires ver assim tanta gente com iPhoneX

        Já agora, para veres tantos tlm

    • bruno says:

      Fora do normal é serem apresentados ao mesmo tempo 3 iPhones novos e distintos, o que torna descabida a comparação de cada novo modelo com o passado já que não há situação paralela, não há normal para comparar.

  8. Fernando says:

    Se entrares no negócio do BTC não terás esse problema em comprar Iphones e acredito próximos anos teremos a opção de comprar os telemóveis via BTC.

  9. renato says:

    A Apple fazia uma torradeira e bater td os recordes de vendas ..não têm fim as pessoas a fazer créditos para comprar iPhones

  10. Francisco Mota says:

    Não era de estranhar. Na loja da Apple no Chiado tem uma lista de semanas de espera. Agora é imaginar no mundo como deve estar. Fala-se favor em falta de dinheiro mas não é o que parece, porque ainda na sexta vi as pessoas a destrocar nota em tudo, até em tralha.

    • Vituku says:

      Aqui em Dublin há muitos para entrega e a adesão é bem mais baixa que a de qualquer outro modelo anterior, até porque nas lojas dos operadores sente-se bem a falta de pressão para a aquisição de iPhones, coisa que no passado era bem evidente e até mesmo doentia. Noto é alguma adesão à fila de devoluções e reparações.
      A realidade é que o stock inicial não foi o mesmo que o de outros modelos aquando do seu lançamento, e alguns Países têm uma quota de stock bem mais baixa que outros, por isso a falta de stock para a adesão existente, e isso cria uma falsa impresso de loucura.

  11. Ricardo says:

    Estou como o outro, 7 Plus vai ser o último da Apple. Esperarei o note9. Já ando a passar tudo o que tenho para o Google photos e drive, para depois ser mais fácil a transição. Todos os backups estão lá.

  12. Napoleon Bonaparte says:

    Eu também não!
    Mal posso esperar para adquirir o OP5T até ao fim do ano corrente. É uma oferta que me faço e vou também oferecer o meu OP3T ao meu filho primogénito.
    iPhone por esses preços, nem pensar!

  13. Paulo Ferreira says:

    Depois de 7 anos com iPhone troquei agora por um Xiaomi e estou muito satisfeito. Quando voltarem a ter preços decentes talvez volte a mudar.

  14. Filipe F. says:

    O 7 8 e 8 plus nas ultimas 3 semanas qualquer um deles continuou a ter mais novas ativacoes ou seja a vender mais que o X. A real procura mantém se 40% abaixo do esperado nas vendas para este ultimo trimestre. E esta é a verdade de números.
    Pelo.menos em.Novembro as vendas do 8 e 8 plus subiram curiosamente apos sair o X. Parece que nem todos os clientes Apple acharam o X mais interessante e preferem agora o 8
    Já lá vai o tempo de furor da Apple..No final do ano se verá se a quota de mercado da Apple aumentou ou continua estagnada sem atrair novos clientes

  15. mikl says:

    Ena! Tanto tempo perdido a discutir um telemóvel que ninguém gosta!

  16. Elkido says:

    O Iphone X com o corpo pequeno e ecrán grande rompeu com a tradição da Apple finalmente…. Eram a companhia com os maiores bisels do mundo pra passarem para uns dos mais pequenos do mundo… Finalmente a Apple acordou…. E os próximos Iphones seguem a tendência do X…. Quase sem bordas na frente e sem aquele inestético botão frontal…. Nunca gostei dos Iphones mas agora a partir do X já começo a gostar muito… Excepto o preço…. Como sou pobre e gosto das novas tendências comprei um DOOGEE Mix 2 por 100 e tal euros que até acho superior ao Samsung Galaxy S8+ em muitos aspectos… Na memória Ram com 6 Gigas … Na bateria 4060 milamperes … Reconhecimento facial 3D e toda uma panóplia de mariquices novas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.