Quantcast
PplWare Mobile

iOS 15: App Carteira irá guardar o seu Cartão de Cidadão e outros cartões de identificação

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Dedo do Meio says:

    Embora use iPhone, documentos legais ficarão em plataformas legais.

  2. Berto says:

    Pra que se não são válidos por exemplo para operaçoes STOP?

    • Paulo Martins says:

      Eu sei que na altura que lançaram a aplicação em 2019 tanto a GNR como a PSP tinham meios para validar o código QR, ao pesquisar no Google vejo notícias no início deste ano em vários sítios que dizem já ser possível apresentar a APP numa operação stop no entanto referem que se não houver NET ou os agentes não consigam validar que se tem que apresentar os documentos num posto no prazo de 5 dias.
      Que é o mesmo procedimento quando te esqueces dos documentos, por isso não sei se não te farão pagar a coima de falta de documentos.

  3. Rui Fernandes says:

    Já estou a ver a Comissão Nacional de Proteção de Dados a dar parecer favorável a uma partilha dos dados dos cidadãos nacionais, com uma qualquer multinacional…
    Da mesma maneira que já estou a ver os laxistas do costume a dar resposta ao meu comentário, com as atoardas do costume:
    “e depois, qual é o mal?”;
    “quem não deve não teme”;
    “ahh e tal eu não tenho nada a esconder”;
    “eu prefiro ser governado por uma empresa supra-celestial como a Apple, do que por um governo democraticamente eleito pelos imbecis dos meus concidadãos”;
    “não vejo onde esteja o problema, a NSA, a CIA, o KGB, o Mi5 e outros que tais, já sabem de tudo, disse o Assange”.
    Sob pena de vir a engolir as minhas próprias palavras, essa “carteira” com o CC dos portugueses vai ver a luz no dia de São Nunca…
    Uma coisa é certa… o meu CC nunca lá irá parar, pelo menos, não com a minha autorização.

    • Keyboardcat says:

      Excepto, tal como acontece com Apple Pay esses dados nunca saem do dispositivo. É um dos pontos fortes desta solução.

      Infelizmente ainda não vai ser suportado em nenhum país Europeu no início. Mas é algo que pode mudar nos próximos anos.

  4. Pedro says:

    Não posso utilizar a App do governo para apresentar à GNR ou PSP acho que pelo menos em Portugal isto não passa de um sonho.
    Agora gostava de ter esta funcionalidade disponível

  5. John Doe says:

    “Em Portugal, através da app ig.gov.pt” – typo na primeira frase (erro a bold).

  6. JL says:

    Está tudo muito preocupado e depois k@gam toda a vida privada no facebook e instagram

    • Rui says:

      Nem todos… nem todos!

    • Joao Ptt says:

      A Apple tendo acesso a estes documentos tem, teoricamente, acesso a ainda mais informação do que já tem.
      Eles vão prometer, jurar, enfim, o que quiserem, que não têm acesso, mas isso pode ser verdade hoje e amanhã lançam uma actualização e vai tudo para os servidores da Apple onde toda a gente na Apple, NSA, e todas as outras fantochadas têm acesso em tempo real. Qual o problema? Nenhum, até alguém decidi começar a celebrar contractos e abrir contas bancárias e outras coisas do género pelo mundo inteiro e depois começarem a ter o nome em todas as listas negras do mundo e mandatos de prisão por toda a parte, por conta de acção de terceiros.

      Ah! E vale lembrar que a Apple está a lançar actualizações de segurança constantemente, e até já tiveram problemas de segurança em chips supostamente desenhados para fins de segurança! Por isso desculpem lá o cepticismo, primeiro em a Apple conseguir fazer algo realmente seguro, e depois de cumprir a promessa de não enviar esses dados para si mesma ou terceiros, ou de ter forma de terceiros acederem a eles de forma mais fácil do que deveria… na China já demonstrou ser capaz de partilhar tudo o que o governo exigir, logo nada impede a NSA de passar um mandato judicial através do tribunal fantoche deles (que carimba praticamente todos os pedidos com um “autorizado”), e obrigar a Apple a introduzir mecanismos para terem acesso directo a esses dados… e a terem de negar até à morte que tal funcionalidade existe.

      • Vítor M. says:

        😀 espera lá, vamos aqui por partes que estás a misturar tudo.

        “A Apple tendo acesso a estes documentos tem, teoricamente, acesso a ainda mais informação do que já tem.”

        Mas a Apple tem a maior base de dados de cartões de crédito do mundo. São informações cruzadas com os dados dos utilizadores. Que lhe traz de mais-valia a informação dentro da sua app quando ela já está dentro de tantas outras apps, entre elas os dados bancários? Eu acho que não será nada de extraordinário, o que irá ter que não tenha já?

        “Eles vão prometer, jurar, enfim, o que quiserem, que não têm acesso, mas isso pode ser verdade hoje e amanhã lançam uma actualização e vai tudo para os servidores da Apple onde toda a gente na Apple, NSA, e todas as outras fantochadas têm acesso em tempo real.”

        Não será bem assim, até porque estes dados a NSA com facilidade já os terá dos próprios servidos dos governos (que são de empresas terceiras). Basta ver o que foi feito no tratamento de dados dos Censos. A Apple não precisa dar à NSA o que ela mais tem. Isso que dizes não faz sentido. A Apple tem os seus próprios serviços e se fosse assim fácil, em vários casos famosos de pedido de informação confidencial, a NSA tinha resolvido, e não foi por aí, foi por outras formas bem mais complexas e apenas acessíveis a muito poucos. $$$

        “Qual o problema? Nenhum, até alguém decidi começar a celebrar contractos e abrir contas bancárias e outras coisas do género pelo mundo inteiro e depois começarem a ter o nome em todas as listas negras do mundo e mandatos de prisão por toda a parte, por conta de acção de terceiros.”

        Novamente um erro crasso. Se a Apple tem desde há décadas uma gigante base de dados de cartões de crédito, segurança não será assim algo problemático. Onde estarão mais seguros os teus dados, na mão da Apple ou do Estado português? Pensa bem.

        “Ah! E vale lembrar que a Apple está a lançar actualizações de segurança constantemente, e até já tiveram problemas de segurança em chips supostamente desenhados para fins de segurança.” Isso é uma mentira, até porque os dados dentro dos serviços da Apple são totalmente encriptados logo no momento que ativas o iPhone e o configuras. Quem diz o iPhone, diz o iPad. E os problemas de segurança da Apple são corrigidos de forma bem mais rápida que os seus concorrntes. Por exemplo, o teu Xiaomi tem muito mais probabilidades de ter falhas de segurança que não serão corrigidas do que um iPhone. Porque são várias as empresas, da Google à própria Xiaomi, que gerem os teus dados que lá introduzes. E com acesso a lojas externas à Play Store, a probabilidade de teres malware é 10 vezes maior que a de um utilizador com iPhone.

        E é mentira a Apple ter problemas nalgum chip que esteja relacionado com a segurança de dados.

        “Por isso desculpem lá o cepticismo, primeiro em a Apple conseguir fazer algo realmente seguro, e depois de cumprir a promessa de não enviar esses dados para si mesma ou terceiros, ou de ter forma de terceiros acederem a eles de forma mais fácil do que deveria… na China já demonstrou ser capaz de partilhar tudo o que o governo exigir, logo nada impede a NSA de passar um mandato judicial através do tribunal fantoche deles (que carimba praticamente todos os pedidos com um “autorizado”), e obrigar a Apple a introduzir mecanismos para terem acesso directo a esses dados… e a terem de negar até à morte que tal funcionalidade existe.”

        Conversa da treta. A Apple é a empresa mais segura porque tem controlo de todo o seu ecossistema. Nenhuma outra tem. Se a Apple não é segura, pior estão todas as outras, que partilham o seu sistema operativos e com dezenas, ou centenas de fabricantes e com estrutura de criação de apps fora do controlo da Google.

        Sofres de falta de conhecimento que até dói. Na China a Apple não partilha os teus dados. Mas as regras para a Apple na China, é igual para todos os outros. Mas pior, a Google lá nem tem serviços, o que leva a que quem gere os serviços Android por lá seja muito mais permissivo. No caso da Apple, a empresa não entrega a atividade dos utilizadores. Pode entregar o que os outros entregam, como o faz a Microsoft ou a Tesla, ou qualquer outra empresa.

        A Apple é muito superior a qualquer outra empresa no que respeita à segurança. Primeiro porque tem muito mais anos de mercado que os seus concorrentes, depois porque tem controlo de todo o seu ecossistema, o que nenhuma outra empresa tem, depois porque não depende da publicidade e com isso tem regras apertadas ao Seguimento, por exemplo, que nenhuma outra o faz. É, como já referi, a empresa com a maior base de dados de cartões de crédito do mundo., só por aí notas que é super seguro o seu sistema.

        Por fim, que interessa usares essas invenções para te tentares convencer a ti que fazes escolhas erradas? Mais valia não inventares um chorrilho de mentiras. Pelo menos não dizias asneiras. 😉

        • Joao Ptt says:

          Mas ter cartões de crédito praticamente todas as empresas do planeta, pelo menos online, têm, e se não têm é porque decidiram entregar essa tarefa a terceiros mais especializados.
          Ter um cartão de crédito não me permite realizar contratos por si só, mas ter documentos de identificação isso sim: permite, de forma muito mais fácil cometer burlas de todo o género, e a tendência é a ficar do lado do lesado provar tudo e mais ainda, com uma boa probabilidade de não o conseguir fazer… e pelo menos da chatice não se livra.

          A NSA/ CIA e por aí em diante não tem acesso a tudo, em especial em servidores governamentais, porque alguns até estão isolados, tem segurança do próprio estado, são feitos por empresas sob as quais eles não têm qualquer acesso, e por aí em diante… eles gostam que se pense que sim que têm acesso a tudo mas na realidade não têm, embora estejam sempre a tentar inventar maneiras de conseguir claro… mas a Apple é uma empresa dos EUA e eles têm acesso à Apple e podem sim exigir tudo o que lhes apetecer em especial no que diz respeito a ter acesso aos produtos da Apple utilizado por outros que não os cidadãos dos EUA.

          Mas a NSA é para espionagem externa e aparentemente contra-espionagem interna (que acaba por ser um papel contraditório, porque não vão querer que as coisas sejam verdadeiramente seguras já que o seu outro trabalho em simultâneo é espiar tudo e todos quanto seja possível, pelo menos fora dos EUA (teoricamente)).

          Mas se a NSA quisesse e tal… mas eles têm esse acesso todo, só que é só para espionagem externa ao país, teoricamente, logo não podem colocar esses recursos à disponibilidade das outras agências internas, até o negarão, até porque não querem que toda a gente saiba que eles têm essa capacidade, do contrário perderiam rios de gente que pensa que o iOS é seguro e privado e que por isso faz coisas nesses dispositivos que jamais faria se soubessem que existe essa capacidade de espionagem e que estão a ser alvo dela.

          Não é onde está mais seguro os meus dados se na Apple, se no estado português… no estado português não tenho opção, eles têm os meus dados e não se vão ver livres deles com algo menos que uma revolução armada, e até se pode dizer que faz sentido o estado ter alguns dados para prestar alguns serviços administrativos necessários, a Apple não tem, e não precisa de ter, mas quer(!) esses dados, e está apostada em arranjar argumentos para que o máximo de pessoas aceite lá metê-los independentemente depois da segurança e privacidade não ser real, ou pelo menos a esperada pelos que lá colocam os dados.

          É mentira que algum problema de segurança em CHIP colocasse em risco a segurança dos dados? https://pplware.sapo.pt/apple/chip-de-seguranca-t2-da-apple-tem-falha-de-seguranca-que-nao-podera-ser-corrigida/ é uma notícia de 07 Out 2020… não foi assim há tanto tempo, é só ler a notícia.

          A Apple é a empresa mais segura, que é que isso interessa se estão constantemente a serem descobertas vulnerabilidades de segurança?
          Depois de ter escrito aqui que têm constantemente problemas de segurança de vária ordem já saiu uma notícia aqui mesmo no pplware https://pplware.sapo.pt/apple/watchos-7-6-1-disponivel-para-o-apple-watch-com-resolucao-de-um-problema-de-seguranca/ a indicar um problema de segurança em um dos produtos da Apple… a tal que controla tudo.

          As regras na China é igual para todos, não sei se é igual para todos, mas seguindo o sentido geral apontado, isso não invalida o meu ponto que é: a Apple é capaz de ceder na privacidade e segurança se a isso for forçada pelos estados, como o Chinês, logo também podem introduzir vulnerabilidades subtis que permitam às agências de espionagem e potencialmente a hackers obter os dados supostamente guardados de forma segura e privada… basta protegerem por exemplo utilizando curvas elípticas como o NIST P-256 ou a NIST P-384, ou outra qualquer desenvolvida por encomenda especificamente para ser facilmente contornada por quem conhecer a “magia dos números ou fórmula secreta” para ultrapassar a aparente segurança proporcionada… e já foram apanhados no passado com o DES e o Dual_EC_DRBG… alguns no mundo académico estranham as chaves elípticas tão curtas por si só… parece existir um limite naquilo que está disponível a 521 bit e ainda assim tudo têm feito para que não ultrapasse os 384 bit, estranham a forma como apareceram o NIST P-256 e P384, alguns talvez até o NIST P-521 para além de aparentemente faltarem características que colocam em perigo a sua utilização em ambientes reais (segundo um web site chamado: SafeCurves, que tem comparativos), outra é criptografia simétrica, existe quem no meio académico estranhe os tamanhos demasiado curtos com que foi definida a necessidade de desenho dos mesmos… fazendo lembrar o DES que até foi modificado para ser mais seguro, mas a margem de segurança era suficientemente pequena para a NSA conseguir quebrar a protecção sem dificuldade, e sem falar na escolha do algoritmo ter logo recaído dentro desses critérios para aquele que parecia ter a menor margem de segurança com a desculpa do desempenho, como se não fosse possível à indústria optimizar os processadores para serem capazes de utilizar o novo algoritmo padrão da indústria com maiores margens de segurança (ex.: Serpent cipher).

          Resumindo os produtos da Apple não são realmente seguros. Não consigo encontrar na prática, no mundo real, algo que sustente tais crenças, consigo encontrar o oposto, mas isso não.
          E nem entendo de onde se originam tais crenças. A Apple é só uma empresa, e quer fazer dinheiro, muito dinheiro, o resto deve ser marketing.

          Dito isto, cada um é livre de utilizar o smartphone para meter lá o que quiser, desde que compreenda as limitações e não tenha falsas expectativas relativamente à segurança e privacidade dos dados aí armazenados.
          Por alguma razão nos ambientes governamentais e empresariais coisas como chaves privadas secretas, de coisas importantes, são geradas e mantidas dentro de dispositivos dedicados só a essa função… e ainda assim já foram descobertos problemas de segurança em chips como o caso da Estónia que processou a empresa Gemalto por ter vulnerabilidades de segurança em 750 mil desses chips que obrigaram ao seu cancelamento, algo provocado por uma vulnerabilidade na biblioteca RSA da Infineon que tais cartões usavam para gerar as chaves digitais, o que significava que era possível calcular a chave privada tendo a chave pública… um verdadeiro desastre, acho que em Espanha foram 17 milhões de cartões que tiveram de ser cancelados.

          • Vítor M. says:

            Tu acreditas mesmo nessa charada que escreveste? 😀 não posso crer que alguém neste tempo acredite nisso.

            “Mas ter cartões de crédito praticamente todas as empresas do planeta, pelo menos online, têm, e se não têm é porque decidiram entregar essa tarefa a terceiros mais especializados.”

            Poucas empresas o têm, mas nenhuma com a dimensão da Apple. E não é de agora, são serviços que a Apple tem lá bem atrás, com o aparecimento da loja no iTunes. Portanto, o que não lhes falta é experiência e nunca ouviste falar na quebra dessa segurança.

            “Ter um cartão de crédito não me permite realizar contratos por si só, mas ter documentos de identificação isso sim: permite, de forma muito mais fácil cometer burlas de todo o género, e a tendência é a ficar do lado do lesado provar tudo e mais ainda, com uma boa probabilidade de não o conseguir fazer… e pelo menos da chatice não se livra.”

            Ter cartões de crédito permite extorquir-te dinheiro. Que é pior que contratos que sem a tua assinatura de nada valem em tribunal. Um cartão de cidadão só por si, não faz contrato nenhum, porque esses dados facilmente são angariados até quando tu vais alugar um carro, ou fazer outras coisas triviais. Estás a empolar a coisa sem sentido. Meramente retórico e desproporcional.

            “A NSA/ CIA e por aí em diante não tem acesso a tudo, em especial em servidores governamentais, porque alguns até estão isolados, tem segurança do próprio estado, são feitos por empresas sob as quais eles não têm qualquer acesso, e por aí em diante… eles gostam que se pense que sim que têm acesso a tudo mas na realidade não têm, embora estejam sempre a tentar inventar maneiras de conseguir claro… mas a Apple é uma empresa dos EUA e eles têm acesso à Apple e podem sim exigir tudo o que lhes apetecer em especial no que diz respeito a ter acesso aos produtos da Apple utilizado por outros que não os cidadãos dos EUA.”

            A sério? Cada uma que tu dizes. Então que raio mostrou o Snowden? Não digas asneiras, lê, pesquisa antes de estares a dizer baboseiras.

            “Mas se a NSA quisesse e tal… mas eles têm esse acesso todo, só que é só para espionagem externa ao país, teoricamente, logo não podem colocar esses recursos à disponibilidade das outras agências internas, até o negarão, até porque não querem que toda a gente saiba que eles têm essa capacidade, do contrário perderiam rios de gente que pensa que o iOS é seguro e privado e que por isso faz coisas nesses dispositivos que jamais faria se soubessem que existe essa capacidade de espionagem e que estão a ser alvo dela.”

            E tu a dar-lhe. Vai ler o que foi exposto por Edward Snowden. Depois volta para falares da NSA.

            “Não é onde está mais seguro os meus dados se na Apple, se no estado português… no estado português não tenho opção, eles têm os meus dados e não se vão ver livres deles com algo menos que uma revolução armada, e até se pode dizer que faz sentido o estado ter alguns dados para prestar alguns serviços administrativos necessários, a Apple não tem, e não precisa de ter, mas quer(!) esses dados, e está apostada em arranjar argumentos para que o máximo de pessoas aceite lá metê-los independentemente depois da segurança e privacidade não ser real, ou pelo menos a esperada pelos que lá colocam os dados.”

            Mas os teus dados dentro do iOS com a app do Estado está dentro do domínio da Apple. Tu achas que se isso fosse relevantes a Apple não recolheria isso? Quem diz a Apple cdiz a Google. E quantas apps existem que metes lá dados teus dedicados à identificação, saúde e outras facetas do utilizador?

            A Apple, como a Google, têm um manancial de dados, a começar logo pelo email. Não estou a perceber como te escapa informação tão relevante. Tu tens noção do que passa por essa empresas? Não tens ou não escrevias o que escreveste.

            “É mentira que algum problema de segurança em CHIP colocasse em risco a segurança dos dados? https://pplware.sapo.pt/apple/chip-de-seguranca-t2-da-apple-tem-falha-de-seguranca-que-nao-podera-ser-corrigida/ é uma notícia de 07 Out 2020… não foi assim há tanto tempo, é só ler a notícia.”

            Essa falha só foi usada para jailbreaking de iPhone antigos e não para qualquer outra ação que visasse a segurança dos dispositivos. Depois a Apple aplicou medidas de software que contornaram o problema. É um não assunto para a segurança e privacidade dos dados dos utilizadores. A não ser os que fazem jailbreaking, mas isso é responsabilidade de cada um.

            Atualmente o SO está muito mais seguro e as vulnerabilidades que vão aparecendo tem a ver mais com phishing via browser que qualquer outra coisa. Sem acesso à máquina fisicamente, esquece, entrar num Mac não é para qualquer um hacker mesmo que saiba estes exploits. Agora imagina os outros sistema operativos 😉

            O resto que dizes não tem qualquer validade. Na china os dados dos iPhones são encriptados como em qualquer parte do mundo e o governo chinês no limite tem acesso ao iCloud e nunca aos dados encriptados no dispositivo. O mesmo acontece com outras marcas. Nos Android é pior, dado que a Google não tem controlo sobre o seu sistema operativo usado pelas dezenas ou centenas de marcas que fabricam smartphones na China. Aí sim, as pessoas estão vulneráveis.

            Fala de coisas do dia a dia, da realidade que tens na mão no dia a dia. E vê como o iPhone é seguro. Aliás, podes ter o teu CC, a carta de condução e outros documentos no iPhone 😉 O resto é música.

  7. Luis says:

    Já existe app ig.gov.pt do Estado para isso, e que substitui a sério os cartões.
    Ai aiai, não vou dar os meus dados ao Estado (como se este não os tivesse já), mas posso dá-los à apple…

  8. Rubs says:

    Certo, e a Siri para Português de Portugal, para quando ?

  9. Pintor says:

    A carta de condução dava mais jeito.

  10. Rui says:

    Uma pergunta de ignorante (apesar de ter aparelhos da Apple, não uso esta “carteira”)… há alguma diferença entre o que se vê nas fotos e uma App do “tipo” Stockard, ou mesmo uma foto tirada com a câmara do telemóvel, ou um PDF dessa mesma foto?
    É que se não houver uma certificação de autenticidade do documento, o que implica o acesso às bases de dados do governo (já falei acima sobre isto), não estou a ver a utilidade ou a grande inovação desta App…
    Corrijam-me, se estiver enganado.

  11. JCR says:

    Geoge Orwell, livro “1984”, cada vez está mais perto!

  12. contacto says:

    Não meto os meus documentos na net .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.