PplWare Mobile

iOS 12 beta 5 sugere suporte a dual-SIM para futuros modelos do iPhone


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. jorge santos says:

    FINALMENTE!!!

  2. Sérgio J says:

    FINALMENTE! Telefone pessoal e profissional num só. A maior parte dos meus colegas tem um dumb phone a reencaminhar para o iPhone.

  3. piri_vm says:

    Ao ser verdade… É óptima notícia.

  4. NoFait says:

    Bem vindos a 2010 iPhone users 🙂

    • Vítor M. says:

      Sim, por “estratégia” ligada ao convénio com as operadoras, a Apple nunca colocou este sistema, contudo, com o eSIM, http://bit.ly/2uqncN6, tal como já o fez no Apple Watch 3, poderá apresentar esta “novidade” com tecnologias modernas. Mas, é verdade que não corre muito não.

      • Belmiro says:

        Boa desculpa 😉

        Quem paga um iPhone desbloqueado não tem nada com as operadoras e se pagas preço completo, assim como não tens alterações no software, tens que ter liberdade no resto também. Não tiveram dual sim porque até agora a vida era mais fácil e queriam emagrecer o tempinho à vontade. Mas como acesse há uns anos há muita concorrência poderosa em especial na Ásia onde os dual sim são comuns, a Apple está a aderir.

        Ainda vai dizer que inventou o dual sim…

        • Vítor M. says:

          Não terá a ver com isso, se assim fosse já teria adicionado essa opção há 10 anos atrás. A Apple não colocou nitidamente por questões comerciais. E o que vai trazer agora (se trouxer claro) não será com os método já ultrapassado de cartões de plástico. Será com o eSIM como já introduziu no Apple Watch. Alias, tu se despires essa tua aversão à Apple e olhares para o mercado como ele se apresenta hoje verás que cada vez faz menos sentido usar dois cartões. Cada vez estão mais baratas as chamadas entre operadores e há até formas mais simples de ligares sem usar qualquer operador. Quem é que não faz hoje chamadas via Facebook, FaceTime, Skype, WhatsApp e outras ferramentas do género? 😉

          O que aí vem tem de certeza um propósito diferente do tradicional. Há algo mais em vista, embora possa tirar proveito desse mercado, que é ainda grande, de pessoas com necessidade de dois cartões.

          O resto é a tua parca apreciação do costume em tudo que é Apple.

          • Luis Silva says:

            O Dual sim nao se prende apenas com os tarifarios impostos.
            Eu por exemplo desde 2011 que nao posso usar iPhone porque tenho necessidade de dois cartões (Estrangeiro e Português) e andar com dois telefones nao é solução, agora que estou de regresso a PT tenho a mesma necesidade porque no trabalho me dao telefone, e para nao andar com dois telefones preciso dual-sim

          • Vítor M. says:

            Luis Silva mas isso são jogadas entre a Apple e as operadoras. As operadoras durante anos não queriam “vender” smartphones dual-SIM, nem fazia sentido 😉 e como tu, muitas pessoas precisam de dois cartões, embora esteja a diminuir bastante essa necessidade.

            Foram estratégias das empresas claramente. Não custa nada à Apple introduzir um dual-SIM, alias, mesmo agora veremos oq ue vem por aí, não acredito que seja simplesmente usar o eSIM para ser dual-SIM só para “chamadas” das diferentes operadoras. vamos ver.

          • Joao says:

            Estás a limitar-te ao cenário português e como sabes portugal é um mercado absolutamente insignificante. A maioria das pessoas que usa dual-sim não é por questões de tarifarios mas sim por outros motivos. Por exemplo, na india existe roaming entre os diferentes estados, pessoas que viajam muito ou que repartem o tempo entre 2 paises, pessoas que têm um numero pessoal e um profissional, etc.

          • Vítor M. says:

            O mercado nacional tem umas características e sim é insignificante, mas há mais mercados como o nosso. Contudo, além destas situações de usar dois cartões por questões de preços, há outras questões, igualmente de índole comercial, em vários outros países sim.

  5. Marc says:

    Android, vai perder um grande mercado , muitos são os que anseiam a vinda do dual sim para Apple. Boa notícia !

    • Heldr says:

      Para mim, só vão oferecer o Dual SIM no X2 plus.

      Isto se houver dual sim.

      • AdoroAppleFanBoys says:

        Adoro os comentários dos fanáticos por apple , vocês são tão trendy… deixa-me advinhar não te posso pedir para ligar ao auxiliar do carro porque o teu smartphone não tem jack 3.5mm?

        só agora dual sim? fogo lembro-me de em 2006 já haver isso.

        ca bergonha XD

  6. mik says:

    uau. já vão eles dizer que o dual sim no iphone é muito superior.

    • Belmiro says:

      E superior porque sera com esim, sim digital sem enfiar um cartao fisico la dentro. Muito superior e a apple apenas estava a espera desta tecnologia para implementar.

      • Filipe F. says:

        Então a ”secondSIMtray” é o que?
        Agora falta o mais dificil, porque ser dualsim é facil, mas é adaptar todo o sistema para lidar com isso.. A app de chamadas, de mensagens ter uma boa e intuitiva gestãopara suportar comunicações de 2 cartoes distintos, a bateria aguentar-se bem agora com 2 cartões e tambem sabemos que os iPhones nunca foram dos melhores a apanhar rede movel como será com 2 antenas? E será 4G nas duas?
        Muita coisa ainda por ”testar” em que quem comprar este DualSim será cobaia de um sistema muito ‘virgem’ na Apple que dará certamente muitos problemas até estar otimizado.

        • Tomás Mendes dos Santos says:

          Sendo uma tecnologia tão comum no mercado, não há nada que saber, é apenas preparar o hardware e o software de acordo com o que já é feito. E hoje em dia o gasto energético da antena de um telefone fica muito aquém da do ecrã ou processador…
          Diria que um passo interessante é por o dualSim com eSIM em 5G, visto que no 5G já não são necessários dois Rádios, ou seja, a mesma antena consegue lidar com duas redes (e até mais)

      • Belmiro says:

        “Belmiro”, estás a usar o mesmo nome como “avatar” que o meu, o que induz em confusão. Agradecia que alterasses o teu nome (nem que seja adicionando letra ou número). Obrigado

    • Vítor M. says:

      Sim, é verdade que não vão meter dois cartões dentro de uma bandeja lá dentro, mas com a tecnologia eSIM http://bit.ly/2uqncN6 este “apanhar da carruagem” é feito de forma moderna e tecnologias que ainda estão pouco em utilização. A Apple incluiu no Apple Watch 3 e o iPhone não deverá demorar a trazer esta tecnologia (as operadoras estão já a modernizar-se).

      • mik says:

        caramba já se gabam se ser dual sim os iphone.

        • Vítor M. says:

          Não percebo o teu português bem, desculpa, mas quem se gaba e de quê? É que a Apple não tem dual-SIM em lado nenhum, tem sim eSIM no Apple Watch 3.

        • Miguel says:

          Pois. Espera quando o povo ignorante souber disto. Vâo achar que foi a Apple que inventou eheh.

          • Vítor M. says:

            O problema é sempre o mesmo: os ignorantes, principalmente porque não entendem alguns conceitos. Por exemplo, o conceito eSIM, é importante percebermos que á para onde caminha esta tecnologia. O conceito dual-SIM, com os dois cartões no slot, isso realmente não foi política da Apple, bem parece que será. Contudo a Apple teve outros caminhos no passado, lembras-te dos iPhones CDMA?

          • Heldr says:

            O que é que tem os iPhones CDMA?

            O iPhone original saiu só nos EUA para uma rede, e essa rede não usava GSM.

          • Vítor M. says:

            A Apple apresentou-o logo com SIM https://youtu.be/vN4U5FqrOdQ?t=12m13s 😉 e no caso do CDMA não é o que tem, é o que não tem.

          • mik says:

            eu podia falar mil e umas coisas. mas para depois os comentários estar sempre na moderação ou apagarem e acharem que vcs têm sempre razão mais vale estar calado. gabam-se la do vosso esim. ehehe

          • Vítor M. says:

            No que toca à tecnologia é importante argumentar com factos. E tu certamente consegues reunir esses factos. Por exemplo, se não sabes o que é o eSIM pesquisa, depois como faltam argumentos, não vale apelidares outras pessoas de nomes feios, por isso depois as regras impedem que socialmente estejas presente. Se este ou aquele argumento não entenderes, não significa que não é válido e que tenha um significado pejorativo, percebes? Por vezes recorres a termos de baixo calão e da aso a discussões fora do tema.

      • piri_vm says:

        Sendo eSIM, para que é necessário as variáveis ‘simTrayStatus’ e ‘secondSimTrayStatus’. Acho que sendo eSIM, não é necessário verificar se a slot.

        • Heldr says:

          Porque o iOS é utilizado como base de mais sistemas operativos.

          • Marco says:

            Podes dizer quais?
            (Não estou a pegar com a Apple)

          • piri_vm says:

            WTF?

          • Joao says:

            Então estás a querer dizer que haverão dispositivos com iOS que não serão iPhones e terão 2 SIM fisicos?

          • Heldr says:

            O iOS é usado como SO de base que corre na Apple TV, HomePod, Apple Watch e Touch Bar (sim, a Touch Bar tem o seu próprio sistema operativo).

          • piri_vm says:

            Ah… Agora percebi, vão meter duas slots de sim Cards na Touchbar.

          • Heldr says:

            Porque não podem fazer isso para dar 4G ao Mac?

            Com cada um…

          • piri_vm says:

            Com dois sims?

          • piri_vm says:

            Mas tu ganhas por cada baboseira que dizes, ou és…. A todas as horas.
            Eu não duvido que usem o eSIM, até porque é o futuro caminhar para esse sentido, agora daquele código, a conclusão que se pode tirar é que existe duas slots (não digo que seja assim pois estámos a ver um pedaço minúsculo de um todo).
            Em relação ao iOS ser a base dos sistemas operativos para os dispositivos que enumeras-te, nenhum faz sentido ter duas slots ou sistema dual sim. Podes dizer o que quiseres, mas o teu argumento só vem mostrar a tua pequenez intelectual. Mas sim. Eu compraria um Mac com Touchbar que tenha dual sim.

      • Joao says:

        Não é certo de que o dual-sim seja esim + sim. Pode realmente ser um dual sim convencional.

  7. miguel says:

    Uauuuu Dual SIM em 2019?

  8. Heldr says:

    Lembram-se quando a Apple introduziu pela primeira vez o mini SIM em 2010 com o iPhone 4, e depois todos copiaram?

    Quando a Apple inovou mais uma vez e introduziu o micro SIM em 2012 com o iPhone 5, e todos disseram mal e depois copiaram?

    Agora a Apple inova mais uma vez com o eSIM.

    Que já saiu no iPad Pro 2a geração e Apple Watch 3 LTE, em 2017.

    Mais uma vez vão dizer mal, e acabar por copiar.

  9. Jorge Carrondo says:

    Alguem o problema de fazer instalações ? Eu um Iphone 6S e com a atualização de ontem com 1.99 Gb livres ao tentar instalar uma aplicação diz que é impossível da erro de memoria cheia

  10. Ricardo says:

    Vem atrasada mas as operadoras é que assim obrigam. Lembro quando a Apple introduziu no iPad o LTE que em Portugal as operadoras ainda não suportavam a tecnologia e ainda demoraram. Depois a Apple lançou o seu Apple SIM e em Portugal, desde 2015, as operadoras minam a empresa que comercializa esse serviço e os preços são ridiculamente altos. Mas há outras tecnologias que as operadoras não suportam, como o VoLTE que é do conversa mas na prática NADA.

    Os outros mantém-se com tecnologias ultrapassadas porque não sabem evoluir. Imaginem que alguns androids nem nano SIM ainda têm.

    • Toni da Adega says:

      Além da quantidade de plastico á volta do chip qual é a diferença entre os diferentes tamanhos de SIM para a tecnologia ser assim tao ultrapassada?

      De qualquer modo facilmente e converte um SIM
      https://www.youtube.com/watch?v=j6T1Mygucak

      • Daniel says:

        Plástico à volta do chip + a banda para o segurar no sítio. Para além disso, tem de estar numa ponta do telemóvel para ser acessível ao utilizador.
        É muito mais eficiente tem um SIM integrado no SoC que pode ser configurado com qualquer rede.

    • Filipe F. says:

      Outro que anda a ler pouco…
      VoLTE tens na Vodafone em Portugal há vários anos, e tens naturalmente equipamentos com VoLTE há muitos anos, portanto sim o VoLTE é usado em Portugal (pouco mas é). Até te dou a noticia da pplware, de 2015 https://pplware.sapo.pt/informacao/portugal-vodafone-e-o-primeiro-operador-a-disponibilizar-volte/
      Claro que nessa noticia depois tens uma má noticia que é dizer que o iPhone 6 foi o primeiro a disponibilizar VoLTE quando em 2013 ja o Note 3 da Samsung tinha VoLTE, mais uma vez, 1 ano antes da Apple. (já se sabe que aqui não se gosta de olhar à realidade mas sim ao que a Apple faz e depois afirma-se que é a primeira quando não é)

      E por falar em LTE, mais uma vez… Galaxy Note 1, janeiro 2012 já tinha LTE, antes do iPad.

      Eu sei que falo muito neste artigo da Samsung, mas é que a falta de noção de alguns sobre o que realmente é avanço tecnológico e quando é que realmente as tecnologias começaram a ser disponibilizadas em massa e por quem. É triste mas não se pode obrigar nem o melhor dos bloggers a saber olhar para todo o lado e não só para 1 marca. Resta a cada um de nós ter a consciencia de duvidar e pesquisar primeiro do que acreditar.

      • Vítor M. says:

        Tu é como o costume, metade meia verdade, outra metade inventado 😀

        Vamos lá ver uma coisa. O primeiro equipamento Apple a disponibilizar em Portugal VoLTE, via Vodafone (não há mais nenhuma de facto) foi o iPhone 6. Mas já se dizia que o Galaxy Note 3 também suportava, apenas estava desligada a função e muitas ROMs nem conseguiram sequer ligar esta tecnologia (apareceram mais tarde, umas “marteladas” a conseguir ativar). Então, o equipamento não tinha VoLTE. É o mesmo que dizer que os iPhones não têm rádio FM, têm sim, mas está desligado no chip, logo, não têm. 😀 E Bluetooth compatível com todos os smartphones tem? Em hardware sim, mas em software não… aa então, como tu dizes, não tem. Pois não.

        Não importa o hardware trazer as tecnologias se o software, neste caso o sistema operativo, não suportar, isso tu deverias saber, mas passou-te 😉

        Como tal, o artigo está CORRETÍSSIMO. Apenas tu estás mal informado.

        Antes de falares e informares mal as pessoas… pesquisa 😉

        • mlopes says:

          “Não importa o hardware trazer as tecnologias se o software, neste caso o sistema operativo, não suportar,”, aqui é que está tudo dito.
          eu ainda iria mais longe e acrescentaria que nem vale de nada o software suportar se estiver mal implementado

          • Vítor M. says:

            Mas mal implementado pode ser “ter”, isto do mal implementado já acarreta um enorme leque de conjugações, vontades e utilidades. mas não estar implementado de todo, isso é não ter. Volto a dar o exemplo do Rádio FM que os iPhones trazem integrados nos seus circuitos. Não está implementado no software, neste caso no sistema operativo por vontade da Apple, logo… não tem. Isso aplica~se ao que o Filipe tentou dizer que tinha mas afinal… não, afinal não tinha não senhor.

  11. maria vieira a atriz says:

    a Apple sempre a inovar

  12. Daniel says:

    Será mesmo dual-SIM ou um Apple SIM? São coisas diferentes.
    Ainda colocamos pedaços de plástico maiores que o próprio CPU dentro do telemóvel só para ter conexão com uma rede. Isto já não se usa. O futuro é deixar cair estes cartões, não adicionar mais.

    • Heldr says:

      Também acho, é ridículo que uma coisa dessas ocupe tanto espaço.

    • Moneldr says:

      Ou melhor ainda, eSim.

    • Belmiro says:

      Daniel, achas que as marcas fazem smartphone com tecnologia de ponta e não sabem eliminar o chip com tecnologia de há dezenas de anos? Achas que a Apple que só agora descobriu o OLED, há pouco o multitasking e multijanela e é muito avançada e sabe matar o SIM?

      As marcas de smartphone estão limitadas às centenas de operadoras e tecnologia antiga associadas por esse mundo fora, daí que até minimizar o cartão SIM foi complicado, imagina umas nova tecnologia. A Apple sim está a dar um passo ao futuro com convicção e será o passo certo, mas sauna há muito mercado a atualizar… em 3-4 anos deverá ser o standard, mas não em 2018 ou 2019.

      Antes disso teremos cartões “comunidade europeia” onde não existe roaming ou preços diferentes ao telefonar dentro da Europa, seja qual for o país de origem ou destino.

  13. Moneldr says:

    Wow! Dual sim… Já estou a ver todos os restantes a imitar a Apple! 😀

  14. Tiago says:

    No mesmo tray a apple vai colocar dois cartoes…escrevam isto que vos digo 🙂

  15. Rui Carriço says:

    Mais uma inovação da Apple, são imbatíveis!

  16. mlopes says:

    um dia gostava de perceber qual o interesse para o cidadão comum em discutir quem fez/criou/apresentou primeiro…
    a única relevância que isso pode ter é na apresentação de uma tecnologia/produto/serviço inovadores e, mesmo assim, só tem interesse no momento do lançamento.
    no momento seguinte, em que já muita gente faz o mesmo, só interessa a quem tem que discutir patentes mas torna-se irrelevante para o dia-a-dia do consumidor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.