PplWare Mobile

Falha no iPhone permite que hackers tenham acesso a ficheiros excluídos recentemente


Responsável pelo Pplware, fundou o projeto em 2005 depois de ter criado em 1993 um rascunho em papel de jornal, o que mais tarde se tornou num portal de tecnologia mundial. Da área de gestão, foi na informática que sempre fez carreira.

Destaques PPLWARE

  1. security says:

    Não sei se percebi:

    “Embora estes ficheiros de 30 dias ou mais não possam ser recuperados pelos hackers, a vulnerabilidade permite que os atacantes possam ter acesso às imagens excluídas recentemente”.

    Na prática viram que existia ficheiros apagados, mas não conseguiram descarregá-los ou recuperá-los é isso?

    Já agora, mais um título “tchanaaaaan”, visto não ter sido apenas o iPhone a ser hackeado (como se lê no fim em 2 parágrafos)… gera cliques e tal mas vocês nem precisam disso.

    • Vítor M. says:

      Está equipa foi a que ganhou. E como ganhou? Ganhou com este acesso ao iOS. Então, tu percebeste o ataque e não percebeste o contexto do artigo? E depois não faz sentido dizeres o disparate que escreveste, o ataque ao iPhone foi muito mais complexo e por isso ganhou, do que os acessos ou ataques conseguidos ao Android.

      • security says:

        O que não percebi foi se acederam às fotos ou se só viram que existiam fotos. São coisas totalmente diferentes. Uma coisa é fazer um “ls” numa linha de comandos e ver os ficheiros lá, outra é conseguir manipular os ficheiros.

        logo: “Embora estes ficheiros de 30 dias ou mais não possam ser recuperados pelos hackers, a vulnerabilidade permite que os atacantes possam ter acesso às imagens excluídas recentemente”.

        Não podem ser recuperados, mas podem ser acedidos? Continuo sem entender.

        • Vítor M. says:

          Basicamente, tal como lá diz no conjunto da informação, até 30 dias os hackers conseguem ter acesso às fotos (e não só) que foram apagadas nesses período. Perfazendo 30 dias, ou mais, os ficheiros ficam inacessíveis. Existe assim uma janela temporal de 29 dias onde o acesso criado pelos hackers mostra o que foi apagado recentemente.

  2. ECH says:

    “A Apple encoraja os hackers a doarem os seus ganhos a instituições de solidariedade.” uma pessoa não pode dedicar a esta área para ganhar dinheiro.

  3. Marco says:

    “O programa não está aberto a todos. Os participantes são convidados e o programa apenas está disponível a investigadores aprovados que revelaram bugs à Apple no passado.”

    Exclusividades típicas desta empresa, até quem os ajuda a melhorar têm de ser escolhidos…

  4. Ricardo M says:

    Parece que andam a explodir iPhones X na atualização para o iOS 12.1

  5. iDespairing says:

    Mais uma noite sem dormir. lol

    Arranjem falhas que sejam preocupantes! Esta por mim acho zero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.