Quantcast
PplWare Mobile

Cydia, a loja de apps do jailbreak também está a processar a Apple por monopólio

                                    
                                

Fonte: The Washington Post

Autor: Pedro Simões


  1. Online_fjo@hotmail.com says:

    Ah que saudades da Cydia!!!
    Ter a Cydia disponível de forma legal e com tudo o que nos oferecia no passado, seria a única forma de me fazer voltar para a Apple

  2. ToFerreira says:

    A Apple a ser vítima do seu crescimento… Era expectável.

  3. xnelox says:

    Não acredito que estão do lado da Apple, já viram que a Apple impõe tantos obstáculos que até o pplware não consegue ter uma App na Apple store como tem na Google!

  4. Joao Ptt says:

    Admira-me se a Apple não acabar por levar com um processo por não permitir as tais lojas de terceiros.
    É como se agora as empresas que fabricam automóveis decidissem que os seus clientes só podem utilizar os seus carros para fazer compras no supermercados Minipreço, onde eles por acaso até têm um acordo em que recebem uma percentagem em todas as vendas de clientes que venham no seu veículo… mas as pessoas são perfeitamente livres de comprar outros veículos e de irem a outras lojas.
    O exemplo acima é estúpido, assim como é estúpido a pessoa pagar (e bem!) pelo aparelho e não poder instalar outros centro comerciais virtuais só porque a empresa que lhe vendeu o smartphone é uma gulosa e quer ganhá-lo tudo! Na minha perspectiva é uma atitude anti-concorrencial que visa prejudicar os outros.

    • Jorge says:

      se tu criares uma marca de carros, aceitavas que outras marcas fabricassem componentes para o teu carro, se não te pagassem uma fee?

      • Joao Ptt says:

        A questão é que as aplicações não são o sistema operativo, as aplicações é o que torna o aparelho útil para os clientes… como a Microsoft bem o sabe, depois de ver o Windows Mobile ir à vida por falta de interesse de quem faz as aplicações.
        A Microsoft poderia ganhar dinheiro a vender os aparelhos com o seu sistema operativo, mas para os vender as pessoas tinham de o querer e para o querer têm de ter as aplicações que para elas são importantes.

        Por isso acho que a Apple mais cedo ou mais tarde terá de permitir mais lojas de aplicações nos dispositivos que vende e deixar de limitar artificialmente o acesso de terceiros. Eles estão a ganhar e muitíssimo bem por cada unidade vendida, logo nem o argumento económico “cola”.

        • Jorge says:

          os componentes não são só o motor, podes ter um carro a andar e não ter ar condicionado, não ter rádio, etc. num mundo infelizmente capitalista, o argumento económico é, infelizmente outra vez, o único que fala!

  5. TaBomTa says:

    Grande LOL. quem compra um iPhone ou aparelho apple compra nao so por ser bonito, ou por afirmação na sociedade, ou tudo mais,……mas tambem pela segurança e pela forma segura com que assenta o seu OS. Estamos errados em pensar que se calhar o iOS é o sistema mais seguro do mundo? O android tambem o pode ser, mas quando começamos a meter tudo la dentro, com fontes externas, nao estaremos tambem a incorrer em riscos (des)necessários? É exactamente isso que a apple quer evitar. Mais comercio, menos comercio, e na realidade tambem uma forma de a apple ter o controlo do seu sistema, e garantir tambem a sua segurança.
    Mais…..lembro-me perfeitamente de na altura de instalar a caixa directa , ter logo um aviso da própria app a dizer que o OS Android era susceptivel a ataques, e que a app nao garantia segurança total. Giro nao é? …

  6. Ze Duarte says:

    ” Estamos errados em pensar que se calhar o iOS é o sistema mais seguro do mundo? ”

    Estás, muito errado.

  7. Ricardo Abreu says:

    Mas quando compram, já não sabem ao que vão?
    Então, qual a surpresa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.