Quantcast
PplWare Mobile

Apple vendeu mais de 100 milhões de unidades do iPhone 12 em sete meses, diz relatório

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Rodrigo says:

    O melhor smartphone do mundo em custo beneficio. Daqui a 4 anos continua a vender e ser um sucesso ja ninguem se lembrara do android deste ano

  2. SANDOKAN 1513 says:

    E uma coisa é certa,o iPhone 13,por este andar vai também vender como este iPhone 12,vocês vão ver.O pessoal diz que anda teso,que não tem dinheiro para nada e no fim lá aparece com um iPhone dos novos.Até custa a crer mas é a mais pura verdade. 🙂

    • Vítor M. says:

      Mas o dinheiro não evaporou, aliás, há atualmente mais dinheiro em circulação do que nunca. E mais haverá dentro de meses. Portanto, o dinheiro tem de circular.

    • ervilhoid says:

      o teso do costume pensa que são todos tesos

    • Steve Robs says:

      Gostava de ver é onde iam parar as vendas dos iPhones se não houve-se crédito na sua aquisição e se também não fosse um telemóvel muito usado ao nível empresarial.

      • Vítor M. says:

        Isso é ridículo. Quer dizer, só os iPhones são comprados a crédito? Os Xiaomi de 200 euros e os Samsung de 300 euros e outros de 500 euros não o são? 😀 ridículo esse pensamento.

        Mas, contudo, quem compra um iPhone a crédito é porque tem o nome limpo na banca para ter este tipo de produto financeiro. Muitos não conseguem comprar a crédito, ninguém lhes dá crédito. 😉

    • Crow- says:

      Outra vez a conversa do custo do iPhone. Quanto custa um Samsung Galaxy ou um Huawei P hoje em dia? O mesmo que um iPhone…

  3. OdeioBichasModernas says:

    E agora com o fim das moratórias é que vai circular a sério…

  4. Rodrigo says:

    Qualquer pessoa poupa o suficiente para dar 900 euros por um smartphone que dura 5 anos e ate mais. Os que compram xiaomis passado 2 anos sao obrigados a comprar um novo

    • SANDOKAN 1513 says:

      Fale por si. 🙂

    • Ru says:

      Dar 900€ por um simples telemóvel, é na minha humilde opinião….. idiota. Mas cada um faz o que quer ao seu dinheiro. É o consumismo a falar alto.
      Qualquer telemóvel de qualquer preço, hoje em dia, dá para ir à net consultar seja o que fôr, e fazer chamadas e enviar mensagens. O resto é “para inglês ver”.
      Pessoalmente o meu tecto são 200€. E da maneira que o mercado evolui, mesmo que pudesse comprar mais caro, não compraria. Simplesmente não vejo porque gastar valores ” ridículos” num telemóvel. Prefiro comida na mesa, ou umas férias.

      • PT says:

        O problema é que deves ganhar o salário mínimo nacional…

      • Bruno Silva says:

        A verdade é que eu continuo a preferir férias a sério em resorts… comida na mesa, bom carro e iPhone mais recente… Porque quem só pode pensar em colocar comida na mesa não pode nem deve pensar em comprar um iPhone recente. Na vida há que fazer opções.

      • Alibo says:

        Oh Ru se tu nao ganhas mais e normal que 200 euros por um tlm seja caro mas qq pessoa com mestrado ganha 3000 euros em Lisboa e da perfeitamente para boa comida com boas ferias e bom smartphone

        • Celso R says:

          Deves viver num Portugal alternativo…

          • Zé Fonseca A. says:

            Maioria da classe trabalhadora de Lisboa nunca ganha abaixo de 2.000€ liquidos, não tem nada a ver com Portugal alternativo, no Porto é semelhante, só no interior destoa, também porque o custo de vida é inferior. Por exemplo, se eu ganhasse 2.000€ fosse solteiro e vivesse em Lisboa viveria com dinheiro contado sem me poder dar a grandes luxos, só a renda de um T1 são logo 900€ na melhor das situações.

          • Steve Robs says:

            Anda tudo a fumar ganzas só pode …. “Maioria da classe trabalhadora de Lisboa nunca ganha abaixo de 2.000€ liquidos, ….”

        • Ru says:

          Lisboa não é Portugal.
          Continuo a achar que dar quase 1000€ por um telemóvel é desperdiçar dinheiro. Outros dirão que não, que gastem o deles nessas coisas.
          E continuo a preferir boa comida e férias, a telemóveis

          • asdasa says:

            Mas ja pensaste que ter um iphone nao implica abdicar de boas ferias e boa comida? Se es teso a culpa é tua nao da Apple.

          • Zé Fonseca A. says:

            Tendo em conta que trabalham mais de 3M de pessoas na AML e 2M na AMP só isso faz mais de metade de Portugal.
            Achar que os tugas são pobres é mesmo não conhecer o povo.
            Eu não gasto 1000€ numas férias, mas sim algo como 10.000€, 1.000€ gasto num fim-de-semana fora, por isso não me custa nada dar 1.000€ por um telemovel, por acaso nem dou porque a empresa dá, e os miudos não têm direito a essas mordomias ficam com os restos dos pais, neste momento andam com iPhone 8 e é porque foi de graça.

          • Steve Robs says:

            Zé … 10.000€ numas férias?
            So? Eu gasto pelo menos 100.000€ !

          • asdasa says:

            Steve Robs dar 10 mil euros por 2 semanas de ferias com a familia 5 pessoas é algo normal. Voces nao estudam nem trabalham e dps refilam e invejam a vida dos outros

          • Zé Fonseca A. says:

            4 pessoas, 2 semanas, só voos são 4000€, depois o resto é alojamento e comida, e muitas vezes é dificil esses valores, por exemplo bahamas, polinesia francesa, etc dificilmente se consegue por menos de 15.000€ para 4 pessoas.
            Podia poupar e ir para outro lado como fazem os tugas, mexico, caraibas, brasil, cabo verde, etc, mas além de me ter cansado desses destinos familiares em miudo não posso deixar de sentir que a qualidade nesses destinos costuma ser mediocre, e se o subsidio de ferias conjunto meu e da minha mulher são 8.000€ e temos o resto para por, porque hei-de eu contentar-me com menos?
            Há quem trabalhe para viver e não para sobreviver, se se valorizassem mais e queixassem menos talvez a vossa entidade patronal também o visse.

        • Steve Robs says:

          Piada da semana….. “qq pessoa com mestrado ganha 3000 euros em Lisboa”

          • Zé Fonseca A. says:

            Se for 3000€ brutos estou de acordo com ele, não qualquer pessoa, mas a grande maioria com mestrado tira isso.

        • Luís Costa says:

          Só 3000?? 15! Quinje a zero!

      • Bruno Mota says:

        Concordo plenamente consigo. Apesar de poder comprar um telemóvel novo todos os meses, não o faço, e quando compro um, compro um que nunca exceda os 200€.
        Trabalho em IT, e um telemóvel de 200€ é mais do que suficiente para tudo quanto é necessário.
        Tudo o resto são tretas, como a malta que só compra roupa da marca A ou B.
        Mas cada um é livre de fazer o que bem entender.
        As marcas agradecem…

    • Elektro says:

      Não é preciso poupar, até porque a poupança não funciona a curto prazo (12 meses por exemplo) actualmente existem créditos sem juros que permitem fazer esse tipo de aquisição

      • Ru says:

        Não compro nada a crédito. Não fico refém da banca.
        Ou há dinheiro, ou não há 😉

        • asdasa says:

          Deves comprar uma rica casa a pronto deves, quando saires da casa dos papas que te pagam tudo e vires como custa a vida logo ves se ficas ou nao refem da banca. Sem a banca nao fazes nada.

          • Ru says:

            Para tua informação já poderia ser avô. E a casa está paga.
            Usa e abusa dos créditos como quiseres. Aqui não se usa disso.

          • asdasa says:

            Ru se ja tens idade para ter juizo deixa de dizer disparates. Tanta idade e nem dinheiro para um smartphone de jeito tem e porque andou a fazer opcoes erradas na vida. Largue a bebida que ajuda

          • Ru says:

            Está aqui um debate interessante, sim senhor.
            Eu tenho um bom smartphone. Não tenho créditos, pago a pronto o que preciso.
            Não vejo o problema em achar errado gastar montes de dinheiro em telemóveis.
            Está visto que temos prioridades diferentes na vida.

  5. Carlos says:

    O meu 12 mini está aqui para as curvas 🙂

  6. Celso R says:

    Estes números não me espantam nada.

    O share da Apple anda sempre entre 15% a 20% em média, o que dá 200 / 230 milhões de unidades por ano, depois, dentro destes números, o que varia é a popularidade relativa das várias gamas (iPhone X, 11, 12, etc).

  7. asdasa says:

    Referir que a Apple ja tem quase 50% de todos os smartphones 5G em todo o mundo, inacreditavel! Os androids mesmo dados de borla sao preteridos por iphones pois as pessoas preferem qualidade e suporte e nao virus e lag

  8. jorge says:

    Acredito que pelo menos 80% foram comprados a 24x sem juros, fala quem já trabalhou numa grande superfície comercial, topos de gama raras as vezes pagavam a pronto.

  9. V.T. says:

    Que raio de estudos estes… como é possível a Xiaomi estar quase a ultrapassar a Apple em numero de vendas de telemóveis e a Samsung cada vez mais longe? Estranho no mínimo…

    • Vítor M. says:

      Estranho é a Xiaomi e a Samsung não venderem mais que a Apple. Com a quantidade de smartphone baratos da Xiaomi e a quantidade de smartphones que a Samsung coloca no mercado de gama média, é estranho de facto não conseguirem acompanhar a Apple 😀

      • Marquinho says:

        Vítor li o teu comentário todo entusiasmado mas… ando a ver mal aqui na net ou… a Samsung continua a frente da Apple? E a Xiaomi já morde os calcanhares? 🙂

  10. OdeioBichasModernas says:

    Eu não quero Apple nem dado.
    Só posso instalar o que eles deixam.
    Era só o que me faltava…
    Só falta à Apple proibir qualquer iphone de fazer chamadas ou mandar mensagens para qualquer coisa que não seja Apple.
    Quase que acredito que já devem ter pensado nisso mas lá viram que não era boa ideia…digo eu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.