Quantcast
PplWare Mobile

Apple prepara-se para roubar liderança à Samsung no segmento dos smartphones

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Eu sei lá says:

    Qual é a admiração? No 4º trimestre de 2020 a Apple foi a empresa que mais smartphones vendeu (e há empresas de pesquisa que dizem que o mesmo sucedeu no 1º trimestre de 2021 – ou seja, um semestre como maior vendedor).

    O que pode causar mais admiração é, em outubro, ter sido o maior vendedor – na China.

    • Vítor M. says:

      Digamos que o ano de 2021 para a Apple foi muito bom. O que tem a ver com uma gestão muito eficaz, ainda que a falta de chips esteja a condicionar a venda de outros dispositivos, como o iPad. Seja como for, de facto o 4.º trim não é surpresa, como foi referido, é o trimestre dos lançamentos mais fortes da marca, como o iPhone e Apple Watch. Já o primeiro trim é outro assunto. Contudo, em 2020 com o lançamento do iPhone SE, a empresa “testou” esse período e funcionou. Esse indicador dá algumas perspetivas aos analistas parta o início do próximo ano. Mas a Samsung não está a dormir, a questão é saber qual será o peso dos dobráveis nas preferências dos utilizadores e o valor da aposta da marca sul-coreana nesse segmento tão “incerto”.

      • SANDOKAN 1513 says:

        Exatamente,Vítor Martins.Segmento incerto,mas retire as aspas.Pessoalmente não acho que isto dos smartphones dobráveis sejam o futuro(nem por sombras !!),mas a Samsung é que sabe.Olhe,só espero é que não tenha o mesmo fim que teve a Huawei no segmento móvel…

  2. Filipe C says:

    … Chega ao final do ano e fica em 3º lugar como sempre. Afirmar dados de um trimestre como se fosse uma efetividade é so triste mas alimenta o ego de alguns.
    E o mercado dos smartwatches não saiu noticia do ultimo trimestre porque? com a enorme perda de mercado do Apple Watch e o enorme crescimento da Samsung com o GW4 quase a apanhar o AW.

    • Vítor M. says:

      Estás muito confiante, mas este ano os valores do segundo trimestre foram diferentes. Ajustou-se ao segundo lugar e, neste, atacou o primeiro. Apesar de tudo, as outras marcas vendem muito e barato, mas ganham menos. Seja como for, este ano é um ano complicado, pela falta de componentes, mas mesmo assim, a Apple dá indícios de crescimento. Vamos ver o restante mercado.

      O Apple Watch não perdeu no valor anual (desceu no 3 trim, porque lançou o novo Apple Watch no final desse trim, como sempre), contudo, no valor anual, continua a dominar o mercado, muito à frente do GW4. A Samsung ainda tem muito o que andar para bater os 100 milhões de smartwatches ativos, está muito longe. Contudo, depois de ter voltado para as mãos da Google, impulsionou as suas vendas nesse momento de transição. De novo mostram que sem a Google não são capazes.

      No plano anual, a Apple domina com 22% do mercado até final do 3.º trim, sem os valores do Apple Watch Series 7, e a Samsung agarra o segundo lugar com 14% e com o novo relógio. O que se vai traduzir num aumento da Apple no 4.º trim.

      A qualidade entre dispositivos também ainda é grande. O Apple Watch é melhor no seu conjunto, hardware, software e serviços. A Samsung beneficiou da perda da Huawei, que abriu um espaço. Vamos ver os números no final do ano.

    • Eu sei lá says:

      Chega ao final do ano, como sempre, como o maior vendedor em valor das vendas e em lucros (em lucros anda à volta dos 80% do lucros totais dos fabricantes).

  3. Pérolas says:

    Ok, basicamente, a Apple tem 19,55% e a Samsung 20,3%, mas, creio que o que deveria saltar à vista é o share de 36,4 % de marcas de uma determinada proveniência geográfica e se a isso somarmos os 19,55% dos Apple que são produzidos por um fabricante dessa mesma proveniência geográfica dá que pensar…. segurança, privacidade e «arrepio na espinha»…

    • Vítor M. says:

      O hardware não traz problemas. O software é desenvolvido nos EUA. No contexto da obediência, a Google tem acima de si o poder do estado americano, que obriga a marca a retirar os seus serviços à vontade do poder político. Portanto, aqui o perigo é quem domina os serviços e sistemas operativos, face a um hardware transversal que sai todo do mesmo lado, seja de uma marca ou de outra.

  4. Samuel MGor says:

    Se o gráfico for o certo então é em termos de produção e normalmente produzir mais não significas mais utilizadores!! Portanto a Apple só vai roubar a liderança à Samsung na produção de smartphones!!

  5. ervilhoid says:

    A Samsung só tem o que merece,, é tanta a fragmentação que até chateia

    • Tiago says:

      O s21 ultra e o melhor do mercado e o s22 ultra vai continuar a ser. O pior e que vendem exynos ca ao preco de snapdragon e sao muito piores. Eu comprei o meu com snapdragon no tradingshezen mas a versao exynos fujam, so da problemas e a bateria dura 50% menos

  6. SANDOKAN 1513 says:

    Para mim não é surpresa nenhuma.Até estava a tardar,na minha opinião. 🙂

  7. Brassousa says:

    Apple nao vai para primeiro lugar

  8. Josemar santos says:

    Pelo menos a Samsung e mais democrática, aparelhos para todo tipo de carteira presente em todos os países, pessoas com maior ou menor poder aquisitivo pode ter um aparelho novo que suprem as demandas atuais. para dispositivos Apple é algo pouco provavel pois como vemos estes aparelhos ficam 3 a 4 anos com o utilizador, após esse período normalmente revendem, entao uma grande parte da população estariam utilizando neste casos telemoveis usados de 4 oumais anos e pela demanda com valores surreais. Aqui o modelo mais caro do iphone e possivel comprar um motocicleta acima de 150CC 0km. Por este valor comsigo dá para abrir mão do modo procinema, e o logo da maçã

  9. Fernando says:

    … muito estranho essa publicação… a Apple vem perdendo mercado no mundo inteiro, basta ver o número de vendas em todos os países, principalmente na Ásia…
    Onde foi feito essa pesquisa ???
    Onde estão os números???
    Comparativo com outros fabricantes…???
    Me parece matéria paga …

    • Vítor M. says:

      Perder mercado? Mas foi a marca que mais vendei ano passado smartphones com lucros incríveis e vendeu o iPhone 12 como nunca bvendeu nenhum. Tem vendido os M1 como pães quentes, tablets como já não vendia há muitos anos, é líder nos AirPods e Apple Watch e tu dizes que tem perdido? Está muito, mas muito enganado 😉

    • Brassousa says:

      Apple nao tem grande vendas essa publicação nao diz nada que Apple vai para primeiro e a samsung nao tem problemas dos chips a samsung ainda vai estar em primeiro lugar por muitos anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.