Quantcast
PplWare Mobile

Apple paga milhões a mulher por técnicos terem publicado vídeos explícitos do seu iPhone

                                    
                                

Autor: Marisa Pinto


  1. Miguel says:

    Como é que tenho de fazer para me acontecer o mesmo? A parte das fotos em pelota é fácil.

    Tinha pensado em acusar o Ronaldo de me ter violado em Vila Moura enquanto eu estava embriagado e assim entrar em negociações, mas este tema das fotos em pelota da apple parece-me mais fácil e menos constrangedor.

  2. SANDOKAN 1513 says:

    Que ousadia.Mas que estúpidos.

  3. RM says:

    Pagou por um exclusivo ?

  4. MACnista says:

    … mto inteligente, sim senhora, cá para foi de propósito, chama-lhe parva!!!

  5. AqueleAmigo says:

    Lol
    Pagou para abafar o caso! Então porque é que a queixada apresentou queixa contra a Apple e não contra os funcionários igualmente??!
    Note-se que nem a própria Apple apresentou queixa desses funcionários, e nem a Pegatron Technology Services… simplesmente despediu-os?
    Cheira-me que há aqui mais alguma coisa que não nos estão a dizer..

    É típico da Apple fazer de tudo para manter o status de privacidade.
    Faz-me lembrar o ileak 2014 . Afirmaram sempre não ter culpa, poucas semanas depois implementaram o 2FA obrigatório..

    Todas as empresas têm telhados de vidro, a Apple não é diferente.

    • Paulo Martins says:

      A cliente entregou o telefone numa loja da Apple para ser reparado, se o telefone é reparado dentro da loja ou subcontratado a outra empresa o cliente não precisa sequer de saber, se algo correu mal é sempre responsabilidade da Apple.
      O mesmo princípio se coloca em relação da Apple com a Pegatron, a partir do momento que a Apple colocou o equipamento na Pegatron para ser reparado tu o que acontecer com ele até ser devolvido à Apple é responsabilidade da Pegatron, à Apple não lhe interessa qual o funcionário especificamente que cometeu o erro, eles contrataram a Pegatron para proceder à reparação não o funcionário X em particular.
      Relativamente à Pegatron, eles não processaram os funcionários em particular porque não valia a pena, eles tiveram que indemnizar a Apple em milhões tentar obter o valor dos funcionários era uma perda de tempo porque eles nunca seriam capaz de pagar por isso foram apenas despedidos. A Pegatron tentou sim processar a seguradora pelo valor de indemnização que acho que não conseguiram tendo que ser eles a assumir o prejuízo.

    • Eu sei lá says:

      No phishing vai dar ao mesmo.
      Quem, fazendo-se passar por um funcionário da Apple, consegue que alguém lhe dê as credenciais da sua conta, também lhe dá o código 2FA que receber no smartphone:
      “… Agora vai receber no iPhone um código por SMS. Para termos a certeza que está tudo bem, diga-me qual é esse código”.

      O engraçado foi quem disse e redisse, em posts atrás de posts, que tinha sido um ataque de força bruta ao iCloud usando software desenvolvido pelo Brutus (acho que era esse o nome) 😉

  6. Josemar santos says:

    O fato aconteceu em 2016, mas só foi resolvido agora em 2021. Então foi um longo processo até chegarem a um acordo. Ou pelo valores ou o aceite das alegações da cliente.

  7. ToFerreira says:

    Os técnicos fazem asneira e quem paga é a Apple?

    • Matreco says:

      Estava a pensar oferecer-me eu para pagar mas já fui tarde…

    • SSD says:

      Se o telemóvel tiver sido deixado numa Apple store ou se eles atuarem como um serviço Apple oficial, sim é a Apple que tem de se responsabilizar porque foram eles que por subcontratação confiaram nessa empresa. Agora a Apple pode consequentemente processar a outra empresa por violação de contrato e até por danos á imagem pessoal.

    • Paulo Martins says:

      A Apple é a responsável, ela enviou o telemóvel para reparar para a Apple não interessa quem a Apple subcontrata para realmente fazer o trabalho.

    • ToFerreira says:

      Se houver negligência num hospital, quem paga é o profissional que a cometeu, não o hospital em si.

      • Paulo Martins says:

        Olha que não é bem assim, uma pequena pesquisa no Google encontro vários casos em que foi o hospital condenado a pagar a indemnização por erro médico, a título de exemplo: https://www.dn.pt/portugal/hospital-condenado-a-pagar-105-mil-euros-por-morte-de-gravida-5008984.html

        • ToFerreira says:

          Tenho 2 amigas enfermeiras em tribunal por um caso de negligência, sujeitas a terem de pagar uma indemnização e o Hospital (onde trabalham) nunca interviu no caso. Não compreendo…

      • Paulo Martins says:

        Outro aspecto a ter em conta é a responsabilidade legal que é dada a certas profissões, um médico para exercer a profissão tem que estar inscrito na Ordem dos Médicos, e a ordem garante: “Pelo facto de estar inscrito na Ordem dos Médicos o médico possui um Seguro de Responsabilidade Civil Profissional.”.

        Profissões de risco obrigam a este tipo de seguros, dúvido que um técnico de informática alguma vez tenha que ter este tipo de seguro para exercer a sua profissão, logo a responsabilidade legal fica para a entidade empregadora.

        • ToFerreira says:

          O seguro cobre o valor imputado ao profissional, que o paga (de forma indirecta), tal como o seu seguro automovel cobre alguma indemnização a que seja sujeito. Qualquer profissional pode fazer um seguro de responsabilidade pessoal ou profissional, se não o fizer tem de arcar ele com as consequências, a empresa não tem nada a ver com isso. Se tiver um acidente de carro e não tiver seguro, não vai ser o fabricante do carro a cobrir a indemnização.

  8. Manekas says:

    Esta notícia não é tão linear quanto parece. A mulher e um dos técnicos estão feitos um com o outro.

  9. Jorge+Ribeiro says:

    Os comentários deixam me espantado para o lado negativo sinceramente….
    Uma pessoa tem imagens e videos intimos partilhados na internet sem qualquer tipo de consentimento porque um macaco qualquer achou graça fazer o mesmo e a culpa é atribuida à pessoa em si?
    Sinceramente deixa me perplexo a falta de consciencia que as pessoas têm…

    • ervilhoid says:

      sim os comentários são demais..

      quanto ao caso, da unica vez que usei o serviço, só aceitavam o telefone depois de sair da conta.
      das duas uma, ou não disseram para fazer logout ou.. não percebo

  10. Eu sei lá says:

    Sumariando:
    – A Apple entendeu-se com a queixosa para o processo não ir para tribunal
    – A Apple, nos termos contratuais, exigiu à Pegatron, que fez a reparação, a correspondente indemnização
    – A Pegatron quis que as empresas de seguros pagassem, mas elas recusaram-se.

    E foi assim a história. Infelizmente não foi a primeira vez nem há de ser a última que algum bandalho que faz reparações de smartphones extrai informação indevidamente. A recomendação é que, se possível, se entregue o smartphone limpo, sem apps nem dados – tendo acautelado o respetivo backup, mas nem sempre é possível.

    • Paulo Martins says:

      Aqui a ironia é que a Apple tem feito lobbying contra o “Right to Repair” com o argumento que as lojas independentes não são seguras e que há o risco de enquanto têm o teu telemóvel podem roubar os teus dados ou instalar aplicações, quando este processo prova que independentemente a quem entregas o teu equipamento, seja uma loja de rua ou o próprio fabricante tens sempre esse risco…

  11. Nick says:

    “Portanto deixamos o alerta para que apaguem os vossos dados e saiam das vossas contas das diversas plataformas antes de deixaram os vossos equipamentos nas mãos de terceiros.”

    Como se isto fosse possível num equipamento avariado.

  12. OdeioBichasModernas says:

    Eu até fazia isso com umas longas metragens que tenho no telefone, mas estamos na piolheira e não nos EUA.
    Se isto acontecesse cá eu é que teria que indemnizar os técnicos da Apple por verem os filmes, tem lá cenas maradas, já para não falar que o julgamento e sentença só iria terminar lá para 2400 ou mais…

  13. David Guerreiro says:

    Acho esse tipo de comportamento deplorável. Como técnico de reparação, prezo muito a confidencialidade da informação dos meus clientes, que diariamente me confiam os seus equipamentos para reparar. Nem sequer aceito estagiários para evitar essas chatices. Além de garantir a confidencialidade, ainda trabalhamos de forma a tentar não invadir a privacidade do cliente. Um técnico de reparação deveria ser como um padre ou um médico, não sai nada dali para fora. Já no passado existiram situações chatas por cá, quem não se lembra das tais fotos da Carla Matadinho que foram espalhadas pela Internet, por uma loja de reparação.

  14. Hugo says:

    Dps android é que é inseguro.
    Lolol apple é uma anedota, diz que que é privada mas papa os dados todos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.