Quantcast
PplWare Mobile

Apple multada em €10 milhões por publicidade enganosa sobre o “à prova de água” no iPhone

PUB

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. ZE says:

    E nestes casos….. pra quem vai o dinheiro da multa?

    • iMF says:

      Para o cliente nunca é, isso é óbvio.
      Mas isso é assim sem todo o lado, ainda a pouco tempo o homem que defraudou ( tentou)o IKEA pagou mais de 2000€ de mula e só 500€ foram para o IKEA.
      Como é óbvio o dinheiro vai sempre para o estado, é ridiculo é.
      Mas não há muito por onde fugir, ou condenavam a Apple a ressarcir todos os clientes, o que como são processos individuais, nunca ia dar em nada.
      Velam uma multa milionária para abrir os olhos e são obrigados a mudar a publicidade.
      É o melhor que se consegue arranjar.
      O bom para o cliente, é que abre uma porta para reclamar em tribunal, pois já foi provado que era pub enganosa. Mas no fundo no fundo não deve comprensar o processo.
      Logo abram os olhos

  2. paulo says:

    enganaram e fizeram mais dos 10 milhões de multa é simples e vao voltar a fazer porque é locrativo!

    • Rikardo S. says:

      Lucrativo. Mas a Apple já pagou? Não me quer parecer mas. terá pago. Mudar ainda não mudou nada nem deu qualquer resposta.

    • Gonçalo says:

      “Enganaram”, como assim? a Apple não enganou ninguém, nem a notícia diz que enganaram. A Apple anunciou os iPhones como resistentes à água, porque são (e por muito que o pplware teime no termo “à prova de água” não é o que a Apple anunciou).
      Resistentes no sentido em que resistem a ser submersos em água, mas que podem sofrer danos. À prova de água significaria que nunca sofreriam danos pela água. Resistência não quer dizer invulnerabilidade.
      E atenção, estou meramente a defender a terminologia usada, não propriamente a Apple, eu como utilizador de iPhone também não gosto que isso não esteja englobado na garantia do equipamento que comprei, mas não vamos confundir as coisas.

      • iMF says:

        Hahaha este Gonçalo deve ser Apple fan Boy…
        Como é óbvio não existe nada a prova de água ( no meio tecnológico, comum como telefones, relógios,etc).
        Mas contundo existe resistente a água até 30m/50/10m (no caso dos relógios)
        E garantidamente se tiveres problemas com eles a garantia cobre ( claro que tens de fazer a substituição na marca/ ou equivalente das borrachas de x em X tempo como és obrigado.
        Mas tens garantia, a Apple simplesmente ignora isso

        • Vítor M. says:

          iMF não digas disparates o “à prova de água” existe dentro da resistência que é certificada pelos certificados IP67 e IP68. É uma “à prova de água” mas com condicionalismos. Já mergulhei em água salgada e doce o iPhones e até hoje nada aconteceu.

          Além disso, a Apple não ignora nada, a Apple defende-se com os indicadores de humidade, que em grande parte dos casos são indicativos efetivos de água onde não deveria haver por adulteração de componentes (como ecrãs de terceiros, reparações que mexeram nos componentes de impermeabilidade, etc.)

          Mas a Apple tem de descrever isso… é o que o regulador quer. E então onde vai dar essa guerra?

          😉 vai dar ao tal direito de reparação 😉 que a Apple não quer abrir mão 😉

      • Zeca says:

        Vou tentar explicar o que entendi…
        Enganaram, porque dizem que é resistente á agua durante 30mn a 1 metro de profundidade (iPhone x), e a garantia não cobre danos por agua.
        Ora se é resistente á agua a garantia deve cobrir danos por agua, outro problema é provar se iPhone esteve mais de 30mn dentro de agua, mas ai o problema é da Apple, como é que vai provar isso ? Acho muito difícil…
        Dai eximirem-se á responsabilização de danos por agua na garantia.
        Além de que fabricam equipamentos para uso na vida real e não para ficarem dentro de laboratórios.
        O consumidor é que não deve ser enganado, e 10 milhões ? Estamos a falar da empresa mais rica do mundo, no mínimo 50 milhões.

      • Vítor M. says:

        Gonçalo, o “à prova de água” é para as pessoas perceberem do que se fala, relacionando ao tema que está muito bem explicadinho e ilustrado. Em todo o artigo está tecnicamente como é referido pela Apple e pelo regulador. Lê para perceberes sff.

        Contudo, o regulador tem razão. Sendo o iPhone anunciado como tendo certificação IP67 e IP68, a sua resistência à água não pode depois ter uns “indicadores” de humidade perto dos slots, onde com facilidade a humidade pode ultrapassar a tal resistência e dando trunfos à Apple para não dar garantia. Aliás, é um problema que se tem vindo a notar noutros dispositivos. Esses indicadores que a Apple usa são usados para a empresa “sacudir” a água do capote…. literalmente.

        Agora, a Apple facilmente resolvia este problema. Primeiro tinha de descrever o que realmente não está coberto pela garantia no que toca à indicação de humidade dentro do equipamento. Se for “qualquer humidade”, então realmente há um problema. Porque os testes demonstram que o equipamento ganha humidade sem ter os circuitos encharcado e é a humidade que pode ser da utilização do equipamento, por exemplo, em temperaturas geladas (tenho uma amiga que teve esse problema na Noruega).

        Depois é preciso que a Apple deixe de ser mesquinha no que toca às garantias. Que me parece que é o seu maior problema. Fora isso, se tem a pagar, que pague, que se defenda SEMPRE o utilizador.

      • paulo says:

        publicidade enganosa

      • Pedro V says:

        Onde é que a Apple alerta que o dispositivo pode sofrer danos?

  3. Manekas says:

    O que significa então a Certificação IP 68? Todas as marcas que a têm nos seus smartphones anunciam que são à prova de água.

    • José Carlos da Silva says:

      O 6 refere-se a poeiras e o 8 a água. Estes variam numa escala que vai de 0 a 6 no caso da poeira, e 0 a 9 no caso da água.

      Neste caso, IP68 significa que o aparelho está protegido contra poeiras (totalmente vedado) e protegido contra imersão contínua em água (a profundidade é definida pelo fabricante) e por tempo indeterminado. E concretamente água dita “normal” – não assegura protecção contra outros líquidos, incluíndo água salgada.

      O resto está nos últimos parágrafos do artigo.

    • Zeca says:

      Tem que haver alguma entidade que prove que isso não corresponde a verdade.
      Se assim for não tenham pena deles, é dinheiro que fica na UE.

  4. Jorge Fernando says:

    Ou seja, dinheiro fácil para os cofres do estado. Podem então basicamente fazer o mesmo com todos os outros telemóveis com IP68 porque todos publicitam o mesmo, e já agora todos os relógios também.

  5. hugo says:

    Eu tive o meu telefone devolvido na semana passada precisamente por uma alegação dessas. Telefone custou 1200€ há um ano, e agora que tive de recorrer ao período de garantia por causa de um problema no ecran, devolveram com o argumento que o telefone esteve em contacto com agua. E vendem telefone como ip68 e resistente 30 minutos a 2 metros de profundidade. O sensor em causa, que muda de cor de branco para rosa, conforme a “humidade” está… visível pelo exterior dentro do slot do cartão sim. É óbvio que este sensor vai ser molhado se cair na água (que não foi o meu caso, aliás desconheço que o MEU telefone tenha alguma vez tido contacto com água). Mas temos de esperar que algum político (de peso) tenha um iPhone e seja surpreendido com um problema destes. A sensação que fico é que comprei um telefone sem garantia, pois qualquer problema que venha a ter, a garantia esquiva-se com a questão do contacto com água. Por isso a Apple hoje já não está no top3 dos telefones mais vendidos no mundo. É PUBLICIDADE ENGANOSA

    • José Fonseca Amadeu says:

      Problema é que ao andar com o telm no bolso ou após a primeira queda o IP68 pode não valer de muito.
      É tudo uma questão de sorte ou azar, até em GoPros acontece, quando mais num telemovel que anda no bolso e passa a vida a cair.

    • Woot! says:

      Não compres mais aifones. A solução é simples.
      Esse “sensor” muda de cor com humidade não é preciso entrar em contacto direto com a água.
      Compra um autocolantezinho desses, deixa na casa de banho e vai tomar um duche que vais ver o que lhe acontece.

      • JP says:

        Eu também acho que isto é um não problema.
        Este tipo de problemas (recusas de garantia, obsolescencia, etc) acontece tantas vezes, E mesmo assim continuam a vender telemoveis como pãezinhos quentes. Acho que quem compra não quer saber disso (falo na genaralidade). Por isso, acho que não é um problema.

  6. ThornC says:

    Bom artigo… a situação é um pouco mais complicada para a Apple do que parece.

    Esta decisão da AGCM abre a porta a que os consumidores possam reclamar a reparação e/ou compensação pelos danos sofridos. Ou seja 10M€ para a AGCM mais o custo para cada consumidor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.