Quantcast
PplWare Mobile

Apple lançou o OS X 10.9.3 – As novidades apontam o caminho

                                    
                                

Este artigo tem mais de um ano


Autor: Pedro Simões


  1. int3 says:

    foi ás 11h praí. eu mal recebi notificação atualizei-o logo. 🙂

  2. Carlos Carvalho says:

    E suporte de ecrãs 4K para os macbooks Air (2014) não fizeram 🙁 ? Percebi bem?

    • int3 says:

      um bocadinho fraquinho para aguentar 4K. 😛
      O meu MBP late 2013 aguenta um video 4K no monitor retina + SmartTV LED fullHD a dar na resolução máxima 4K também.
      Será que a gráfica intel aguenta 4k? e o cpu?

    • Nunes says:

      O GPU/CPU não tem capacidade para ecrãs com essa resolução, só mesmo os MacBook Pro de 15, pois nem os de 13 conseguem!
      É preciso ter em conta que é uma resolução muito elevada, tão elevada que o HDMI actual mal suporta – obriga a usar a 30Hz o que acaba por dar uma má imagem. Só a próxima versão 2 é que permite, ou então é usar o DisplayPort/Thunderbolt 2

      • int3 says:

        MBP 13 funciona. Pelo menos dá grande imagem. melhor que uma workstation que tenho com Asus ATI HD7770 num monitor de res 1600×900. o meu retina 13” consegue ter mais res e maior dpi por isso tem que aguentar 4k.

        • Nunes says:

          O hardware não suporta resolução de 4k a 60Hz, e se repares a própria Apple indica que o suporte é apenas para Mac Pro e MacBook Pro de 15’. A própria Intel dá uma resolução máxima inferior a 4K para o GPU/CPU usado.
          Podes ligar a um monitor 4k, mas a resolução usada não é 4k. Com este update o de 13 polegadas consegue chegar a essa resolução só por HDMI, limitado a 30Hz, mas o processador é demasiado limitado para uma boa utilização nessas condições!
          http://www.anandtech.com/show/8023/apple-releases-osx-10-9-3-improved-4k-display

          • int3 says:

            Não interessa. dá 4K ou não dá? 😛 a 60 ou não o que interessa é que funciona 😛
            Se bem que para mim é indiferente.

          • Nunes says:

            Só que antes não dava! Lê o artigo para perceberes as limitações.
            30Hz pode ser suficiente para algumas coisas, mas a usares continuamente o Mac vai ver demasiados artefactos, já que todas as animações do sistema são a 60Hz, já para não falar que estando no limite das capacidades do processador, poderás notar impacto na performance.

          • Nelson says:

            O mbpr de 13 dá para ligar por miniDP a 4k, até 30hz.

          • Nunes says:

            @ Nelson
            o MBP 13 tem problemas em fazer isso pelo Thunderbolt segundo a Anandtech!

          • Nelson says:

            @nunes, segundo um tópico nos fóruns da Apple, dá para utilizar por TB a 30hz desde o 10.9.3.

            Não dão os 60Hz, porque para isso, é preciso mais de 10Gbps da especificação TB 1.0, e a gráfica não suporta esse modo.

          • Nunes says:

            @ Nelson
            Segundo a Anandtech os de 13’ têm problemas em usar o thunderbolt mesmo a 30Hz – ele fala em usar HDMI para o efeito!

        • Nunes says:

          depois de ler o teu outro comentário, creio que estás a fazer alguma confusão entre conseguir ler conteúdos 4k, com controlar um monitor a resolução 4k!

      • Nuno Vieira says:

        Os GPUs nos MacBook Pro de 13″ têm capacidade de correr 4k por display port a 30Hz (24Hz se for por HDMI). Se calhar o resultado não era satisfatório e por isso a Apple não disponibilizou esse modo.

        Esta foi uma das razões pela qual quando comprei o meu MBP retina, comprei o de 15″. A Apple deveria de substituir o CPU por um que não fosse low voltage. Os low voltage fazem sentido nos MacBook Air, não nos MacBook Pro.

        • int3 says:

          hum aquecia mais, menos autonomia. Os Intel Xeon também tem baixa voltagem. é por isso que usam-se em servidores porque gasta pouco, e são duradouros.

        • Nunes says:

          Os processadores nos MacBook Pro não são low voltage, têm consumo bastante superior aos do Air.
          A questão aqui é que o único GPU da Intel com capacidade para isso é o IRIS Pro 5200, e tal só existe nos i7 de topo (ou em versões para desktop).

          • Nuno Vieira says:

            Lamento mas estás errado. Os CPUs do MacBook Pro de 13″ são Low Voltage. Não são Ultra Low Voltage como os do MacBook Air.

            A resolução máxima da Iris 5100 e da Iris Pro 5200 são exactamente iguais. Estas suportam 3840×2160 a 60Hz se o CPU for da série H. Se for da série U então só consegue a 30HZ.

            https://software.intel.com/en-us/articles/quick-reference-guide-to-intel-processor-graphics

          • Nunes says:

            @ Nuno Vieira
            Os processadores no MacBook Pro não são verdadeiros low voltage. O TDP é 28W, e frequência de relógio alta. Os low voltage têm TDP pelos 15W. E há que ter cuidado para não tirar conclusões só por aí quanto a performance.
            Quanto aos GPUs, o IRIS 5100 só se encontra num pequeno número de processadores – por sinal a Apple parece ter todos como escolha para o Macbook Pro. O IRIS 5200 só mesmo na série superior em i7.
            Quanto à resolução, não entendo a Intel… Na série H há gráficos Iris 4xxx, com performance significativamente inferior. Mas seguindo literalmente o que aparece na tabela, com IRIS 5100 a resolução máxima não é igual ao 5200, pois os dois GPU encontram-se em séries diferentes.

          • Nuno Vieira says:

            Os ULV têm o TDP na ordem dos 15W, o TDP dos LV são significativamente maior.

            A Apple não oferece os GPU como escolha. Os MacBook de 13″ Só têm a Iris 5100, os MacBook de 15″ têm disponível a Iris Pro 5200 sozinha ou emparelhada com a GeForce GT750M. O CPU mais fraco do MacBook Pro de 15″ é um i7.

            Mas eu disse uma asneira no ponto anterior. Pelos vistos a Iris Pro 5200 apenas existe nos CPUs da série H, não havendo disponível para a série U e Y

          • Nunes says:

            @ Nuno Vieira
            Creio que estás mais correcto do que eu, embora nenhum esteja propriamente correcto!
            As séries Y e U usam as mesmas voltagens, as séries M e H usam voltagens ligeiramente superiores. Por isso tecnicamente o chip é ULV e os chips no 15’ são LV.
            Mas em termos do que a Intel inicialmente associou aos ULV em termos de marketing, tal não se aplica aos chips do de 13’ – baixa velocidade de relógio, baixo consumo! Aproveita melhor eficiência com poder elevado, para ter consumo mais moderado que chips da série M.
            Quanto ao GPU, não é excelente, mas tb não se pode dizer que escolheu o pior. Aliás até oferece melhor performance em OpenCL do que muita gente pensa, e é nisso que a Apple parece estar a apostar!

        • Nelson says:

          Tu sabes o que é um CPU low-voltage?

          Tem um U no modelo? Não, não têm! Logo é um CPU normal da Intel.

          Só para se achar superior pois comprou um de 15″… Lol… Uma dica: ninguém que saber

  3. BP says:

    estabilidade? LOL
    instalei o pior os desde o windows vista, o mavericks está completamente bugado. eu que uso windows e mac há mais de 10 anos digo que sinto o mesmo que senti quando descobri o osx tiger, mas desta vez em relação ao w8, melhor OS de sempre, atenção que sou mac user, e trabalho com programação e vídeo

    • int3 says:

      só se for contigo 🙂

    • Tiago Santos says:

      Eu não entendo onde encontram tantos bugs … Tenho o maverick e win8.1 e estou satisfeito com os dois. Continuo a encontrar no os x uma maior produtividade (alem da possibilidade de desenvolver para iOS) mas não tenho nada a apontar a nenhum deles.

      Lucky me 🙂

    • Bónus says:

      Bugs??
      Para mim, o Mavericks foi o OS mais “limado” e “redondo” que saiu logo na primeira versão.
      E apenas 3 actualizações desde que saiu, mostram bem isso.

    • Jonathan Fitzgerald says:

      Se tivesses a falar do Lion, eu percebia, mas o Mavericks? Acho estranho! Será que fizeste somente upgrade? Eu tinha assim antes e de facto estava mau, mas um clean install e fica muito mas mesmo muito bom!

    • Nelson says:

      Claro…

      O facto de só terem lançado 2 updates, e este update, olha-se para o changelog, e vêm-se que tipo de problemas tem… claro que é o SO mais bugado!!!!!!

      Uso-o desde as betas… no prob.

    • ACS says:

      Eu uso num mac alu de 2008 e 0 problemas. Acho que tiveste azar ou a tua instalação tinha cenas corrumpidas.

  4. bisks says:

    Pode ser problema da minha instalação mas já na versão anterior do itunes que navegar na secção de podcasts torna-me o itunes super lento. Esperava que esta actualização resolve-se essa questão mas estou a ver exactamente o mesmo comportamento qualquer clique que faça na secção de podcasts do itunes “pendura-me” a aplicação por vários minutos.

    Mais alguém sofre da mesma situação? Ou alguma ideia de solução?

  5. Nunes says:

    “Existem outras melhorias, que podem encontrar com grande detalhe na página oficial de informação desta actualização.”

    O link da “página oficial” vai parar a sites muito duvidosos…

  6. Tiago says:

    Bisks que mac é que tens? Não achas melhor fazeres cuma cópia de segurança e formatar por completo? Tive alguns erros por instalar o mav por cima do Lion mas depois de faEr um clean install ficou na boa. Tenta isso.

    Se encontrares muitos bugs mesmo após o clean install então é porque alguma coisa não anda bem porque em 5 anos de Mac, se tenho uma mão cheia de bugs é muito.

    (E trabalho muito com o pc desde edição de vídeo em Final Cut Pro, Photoshop, webdesign e trabalho com ferramentas de produtividade normais (office), internet e mails…….)

    Cumps

    • bisks says:

      já pensei nisso, mas o estranho é que é mesmo apenas nesta secção de podcasts do Itunes e só me afecta mesmo o iTunes, que de resto tudo corre 5 estrelas como é costume no OS do Mac.

      Também já o tenho há 2 anos e só me apercebi desde erro quando lançaram o itunes 11, porque antes nunca me deparei com isto. Pesquisei nos fóruns da apple e há mais gente a queixar-se do mesmo e apontam para problema do itunes mesmo.

      é que é mesmo o único bug que encontro em todo o OS, nada de grave mas é irritante porque torna quase impossível ouvir podcasts pelo itunes.

  7. Roberto T. says:

    Para mim a unica coisa que o OS X tem de muito mau é o Safari! Continua uma porcaria em relação aos outros browsers! Contudo eu continuo a usar por causa a integração com o iOS. Mas já perdi a conta de quantas vezes estou a fazer alguma coisa no safari e tenho de ir abrir no Chrome! Pdf nem os consigo ler no Safari! MacBook Pro 13 Retina!

    • int3 says:

      engraçado. o meu corre lindamente sem problemas. consigo ler pdfs online também. eu até estou muito contente com o safari.
      Não te esqueças que o safari gasta menos energia que o firefox ou google chrome 🙂

    • Bónus says:

      Eu tive esse problema no safari 6 e resolvi com uma solução encontrada nos fóruns da Apple:

      1. No safari, vai às preferências e remove os Cookies, depois do Develop Menu esvazia a cache (se não estiver activo, activas o Develop Menu nas preferências).

      2. Desliga o computador e desliga a ficha da tomada durante um minuto. isto faz reset à SMC.

      3. Arranca carregando na tecla alt e escolhe o Recover Disk. Abre o utilitário do Disco e faz “Verificar Permissões”. Se encontrar algum erro faz “Reparar permissões”.

      4. Desliga o computador e arranca com as seguintes teclas premidas: Alt, Command, P e R. Solta estas teclas só depois de ouvires duas vezes o som de arranque. Isto faz reset à PRAM.

      Depois destes passos deve ficar o problema resolvido.

    • Nelson says:

      Ora mostra lá o problema…

      Eu tenho um MBPr 13 e não tenho problema qualquer com o Safari, o int3, também não…

      Quanto a pdf, não pode falhar, até porque os PDF fazem parte das funcionalidades core do OSX. Já que todo o sistema é baseado no PostScript há mais de 20 anos…

  8. S4t says:

    “Melhoria da fiabilidade das ligações VPN através de IPsec” – daqui a uns tempos descobre-se um bug qualquer por causa deste update 😛

  9. João Paulo says:

    Mac OS X 10.6.8 (10K549)
    Versão do núcleo: Darwin 10.8.0
    Volume de arranque: OSX
    Modo de arranque: Normal
    Nome do computador: MacBook Pro 15″

    Modelo: MacBook Pro
    Identificador de modelo: MacBookPro2,2
    Nome do processador: Intel Core 2 Duo
    Velocidade do processador: 2,16 GHz
    Número de processadores: 1
    Número total de núcleos: 2
    Cache L2: 4 MB
    Memória: 2 GB
    Velocidade do BUS: 667 MHz

    Quando vou ás aplicações e tento instalar alguma, dá esta msg:
    Não é possível instalar Pocket em OSX, porque é necessário ter instalada a versão 10.7 do Mac OS X, ou uma versão posterior.

    Quando pretendo aplicar a atualização do sistema dá esta msg:
    Não é possível instalar o OS X Mavericks neste computador.

    O que poderei fazer para ultrapassar esta dificuldade??

    Muito obrigado

    João Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.