Quantcast
PplWare Mobile

Apple domina vendas de smartphones 5G no 3.º trimestre e Xiaomi desacelera

                                    
                                

Autor: Vítor M.


  1. Eu sei lá says:

    Em outubro, a Apple foi a marca que mais smartphones vendeu – na China.
    É provável que seja o fabricante que mais vende a nível mundial no 4º trimestre (foi em 2020).
    Em valor de mercado está perto dos 3 biliões de dólares (bilião = milhão x milhão).
    Antigamente, não costumava haver comentários de que a Apple ia-se finar?

  2. Mirtha says:

    Os exibicionistas todos contentinhos… Devem estar podres ricos com os lucros dos iphone

  3. iSheepNot says:

    Estas estatísticas só impressionam os menos atentos.

    Os últimos modelos dos iPhones vendem sempre muito porque existe algo a que chamo de iFebre que faz as pessoas ficarem malucas para ter o último iPhone nem que para isso tenham de vender um rim.

    Ora, a notícia diz que todos os modelos de iPhones a partir do 12 têm 5G. Por acaso fizeram algum inquérito aos clientes para saber se o motivo de compra foi pelo 5G? A maior parte pessoas ainda mal sabe o que é o 5G, o que traz de novo na verdade, que vantagens há em relação ao 4G e que justifique realmente mudar para 5G. Além disso ainda há muito pouca oferta de serviços 5G para justificar uma compra dessas. Isto para não falar da outra grande febre que existe por aí de pessoas que acreditam que o 5G muda o ADN das pessoas e infecta-lhes com COVID-19.

    Fazer estatísticas dessa forma é batota e banal. É como se estivessem desesperadas. Isso é como dizer “A Apple mantém-se no pódio das vendas de smartphones com ecrãs a cores”.

    • Vítor M. says:

      As vendas da Apple têm crescido e em países com maior poder de compra, onde um iPhone não custa um rim. Estás a ter uma visão muito pequena do assunto. Depois, claramente a Apple vende mais no segmento premium que qualquer outra marca, mas as outras marcas também vendem muitos milhões nessa categoria, e esses então não vendem um rim? Estás enganado, as pessoas que têm dinheiro porque trabalham podem comprar sem esforço algum. Até em Portugal, que é um país onde o iPhone e outros premium custam mais que o salário mínimo. Mas há milhões de portugueses que compram estes smartphones porque podem, ganham bem e pagam sem ter de vender um rim. Não embarques na cantiga dos coitadinhos dos pobrezinhos.

      Depois, claramente que quando alguém vai comprar e lhe dizem “tem aqui um smartphone que não suporta 5G e este suporta”, as pessoas não são parvas. Compram já os smartphones que suportam 5G e que num vasto leque desses países o 5G já faz a diferença desde há mais de um ano. Está a olhar apenas para Portugal, onde o 5G é fraco e ainda não está disponível ao país, apenas nalguns centros urbanos. O que não acontece em grande parte dois países que são o principal mercado da Apple e da Samsung, por exemplo. Por isso nestes valores a Samsung cresceu, porque oferece 5G em modelos mais baratos. Se não fosse por isso, as pessoas compravam OPPO ou Xiaomi, o que não está a acontecer como o mapa mostra.

      Claro que para quem não está atento, como tu não estás, estes dados não fazem sentido, estás a ver algo errado do ponto de vista de um tuga que não tem visão periférica. Ainda acreditas que o 5G muda o ADN das pessoas? Estas mesmo fora de jogo, porra!

      • SANDOKAN 1513 says:

        “Mas há milhões de portugueses que compram estes smartphones porque podem, ganham bem e pagam sem ter de vender um rim. Não embarques na cantiga dos coitadinhos dos pobrezinhos.” Aqui acho que exagerou um bom bocado,Vítor Martins.Olhe que a febre dos iPhones em Portugal já passou há muito.

        • Vítor M. says:

          Nunca houve qualquer febre, apenas Portugal é um mercado dentro de um dos melhores mercados, o europeu. E de facto o mercado Apple em Portugal é substancial, face ao seu número de habitantes, basta ver o número de “lojas Apple” e, sobretudo,m lojas de recondicionados que têm o mercado Apple como o seu produto forte. E mesmo dentro das ofertas do operadores nacionais, vê lá se não são iPhones que também se destacam nas lojas dos operadores 😉

    • Galo says:

      iSheepNot, concordo com o teu ponto de vista, e em artigo mais antigo já o tinha transmitido ao Vítor. Não percebo a insistência dele em associar o sucesso de vendas do iphone ao 5G.

      Mas o iphone não é sempre o modelo mais vendido ano após ano?
      Mas o iphone é o único equipamento com 5G?
      Mas o iphone é o equipamento com o 5G melhor?

      E depois mostra desconhecimento total com afirmações como esta: “Se não fosse por isso, as pessoas compravam OPPO ou Xiaomi, o que não está a acontecer como o mapa mostra.”

      Vitor, sabes há quanto tempo essas marcas comercializam equipamentos 5G em modelos mais baratos? (e falo em valores de 200-250€).

  4. Secadegas says:

    Já tive iPhone e posso dizer que não tem nada para oferecer comparando com Android.
    Cada um compra o que quer, mas a esmagadora maioria de iPhone é só mesmo para andar a mostrar.

  5. V.T. says:

    Mais uma notícia para egocêntricos… outra estória era ser uma notícia verdadeira!

  6. Mirtha says:

    ipome para totntos exibicionistas complexados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.