Windows 8 – Olhar as novidades do melhor sistema operativo

Por Marco Enxuto para o PPLWARE

O Aero e todos os seus estilos anteriores chegam ao fim depois de uma longa caminhada. Passados 25 anos, a Microsoft reinventa uma nova forma de interagir com o Windows,  apresentando uma interface totalmente remodelada e moderna e mantendo a retro compatibilidade com as aplicações legacy.

Toda esta interação, é, como refere Steven Sinosfky, uma experiência sem compromisso. Este é o novo Windows. Esqueçam tudo o que sabem sobre o menu iniciar, está na hora de conhecer o Start Screen.


Start Screen

A nova funcionalidade do Windows, permite-nos afixar todas aplicações, configurações, sites etc.. Tornando o nosso computador muito mais user friendly. Desenhado com o principio básico da Modern UI (aka codenamed Metro), esta traz-nos a informação necessária das apps instaladas segundo a nova estrutura appx.
Atalhos teclado: Windows

Hot Corners (Non-touch only)

Agora os quatro cantos do ecrã servem para (lado esquerdo) navegar entre janelas, (lado direito) aceder a charms bar.
Atalhos teclado: Windows+c ou Windows+tab.

Charms Bar

A charms bar é um dos alicerces do Sistema operativo, Aqui todas as aplicações podem tirar usufruto das 4 funcionalidades apresentadas na imagem. Para isso as aplicações deverão estar prepara-das para usar os contratos destas features.
Atalho teclado: Windows+c

Swipe Windows

O Desktop é agora uma app e apesar de ser nativa, é também um ambiente que nos permite manter a retro compatibilidade com as aplicações agora designadas como legacy. Portanto, sempre que pretendermos trocar de aplicação podemos optar por ir com o rato ao lado esquerdo do ecrã e escolher a aplicação para qual queremos navegar.
Atalho teclado: Windows+Tab

Zonas especiais do aro(touch only)

As zonas na vertical do aro são exclusivas para navegação em ecrãs táteis. Deslizar dedo da aresta esquerda do ecrã para dentro do mesmo (swipe Windows), deslizar dedo do lado direito do ecrã (mostrar charms bar).

O canto inferior esquerdo

Este canto é especial, a Microsoft aqui decidiu facilitar os utilizadores para quem quer ingressar neste novo mundo e tem a tendência de ir ao menu iniciar. Assim, sempre que se queira ir ao “menu antigo”, ao clicar com o botão esquerdo do rato, é lhe subtilmente apresentado o start screen. Com o botão direito obtemos as ferramentas de IT mais utilizadas no Windows.

Search

A pesquisa não só se tornou muito mais fácil como também está muito melhor que o seu antecessor. Para aceder basta usar a Charms bar + Search ou simplesmente com o teclado no focus do Start Screen, escrever algo que nós pretendemos procurar e voilá.
Atalho teclado: Windows+c>Search, escrever algo no Start Screen ou Windows +Q

Windows Store applications 

As aplicações do Windows utilizam agora a interface Modern UI. São simples e pretendem dar relevo a informação que apresentam. É esse o espirito deste novo visual tal como acontece com o Windows Phone.

Live Tiles 

Esta é a imagem de marca dos novos produtos e o Windows 8 não é exceção. As tiles mostram toda a informação que elas possuem sem recorrer a execução das apps.

Novo task manager 

O novo gestor de tarefas agora apresenta todas as aplicações abertas de uma forma muito intuitiva. Aqui podemos ver os consumos atuais das aplicações em termos de CPU, Memória, Disco e rede. O separador de performance permite ver o desempenho por gráficos. O App History mostra os consumos aplicacionais efectuados ao longo do tempo. O separador dos utilizadores permite visualizar os consumos de cada user autenticado na maquina.

Para terminar, acrescento que agora as aplicações da Windows Store tem um comportamento muito semelhante ao do Windows Phone. Elas ficam “hibernadas”, poupando assim recursos do terminal, o que permite uma melhor gestão do hardware disponível.

Snap ambientes e aplicações

É possível ter os 2 ambientes e em modo híbrido, nesta imagem vemos uma Windows Store App e o modo desktop.

USB 3.0 

O seu suporte agora é nativo.

Contas de utilizador 

O acesso a Windows Store é controlado via Microsoft Account, se já possuem conta Hotmail/Outlook.com, podem-na configurar no Windows. Chamo uma especial atenção para suporte de contas em domínios empresariais + conta Microsoft. Este funcionalidade permite manter as duas contas conectadas de forma a tirar partido dos dois mundos.

Sincronização das definições 

Nesta nova vertente do Windows, “tudo é mais cloud”. Dependendo das nossas configurações, podemos sincronizar todos os nossos settings para os datacenters da Microsoft. E aceder em qualquer terminal. Imaginem estar em casa dum amigo sem o telefone (Windows Phone :)) e precisarem de aceder ao vosso ambiente. Pois bem, basta só uma conectividade de internet e o computador do amigo para acederem ao ambiente personalizado que configuraram na vossa maquina pessoal. Aplicações modo desktop não são instaladas automaticamente.

Picture Password 

Eis a grande novidade, agora é possível criar uma picture password para permitir aos utilizadores logarem nos seus terminais de uma forma mais pratica utilizando gestos de figuras geométricas.

Impressão com apps Windows Store 

Para quem ainda gosta de utilizar papel e pretenda fazer impressões para esse formato, deve verificar se app tem suporte/contrato com a funcionalidade numero 3 (devices) .

O segredo

Esta deixo para vocês descobrirem, no entanto ficam aqui com uma imagem.

Façam-nos chegar, via comentários, o que acham deste novo mundo daMicrosoft

Todas as funcionalidades apresentadas não são especificas a todas as edições deste sistema operativo. Todas as menções a produtos Microsoft, tem os seus direitos reservados para a Microsoft Corporation.



  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


236 Comentários

  1. Creio que vão voltar a traz rapidamente na próxima versão.

    As pessoas não querem estar a ter estas dificuldades, provavelmente estarão a fazer do Windows7 mais um Windows XP mas com um prazo ainda mais alargado (se é que é possível).

    Vão chegar rapidamente à conclusão que se precipitaram e que apenas este UI é tornar biliões de computadores inúteis a este Windows pois são usados por gente com alguma idade ou fluxos de trabalho completamente diferentes. As pessoas não tem de se adaptar, a industria é que tem de saber adaptar as pessoas. A Apple faz isto muito bem a alguns anos para cá, o Mundo mudou os hábitos e várias industrias mudaram depois das pessoas e depois da Apple ter conseguido mudar.

    Este windows8 está a mancar e ainda não pariu a sério.

    Pelo menos colocariam como ambiente de trabalho alternativo para quem quisesse começar a usar e puder na mesma usar o antigo layout noutro Utilizador mais teimoso a mudanças que use o mesmo computador.

    Este é daqueles filmes foleiros que adivinhamos o fim só por ver o trailer.

    • *traz* lê-se trás

    • Olha que não sei não! está muito bom, robusto e muito mais apetecível, apenas tem uma aspecto diferente, com os novo modo de interagir. Vamos ver o que vai dali sair mas… está muito bom!

      • Não acho que esteja bom, muito pelo contrário.

        Está péssimo, pelo facto de a mudança ser abismal e muita gente ter que “re-aprender” a usar um sistema operativo, que não é tão fácil/simples de memorizar.

        • Uso a versão de teste (a de 3 meses) e sinceramente o novo Start é só show off.
          Passo talvez 90% do tempo no Desktop.
          Já nem me dou ao trabalho de procurar pelas coisas, basta mudar para o Start e começar a escrever o que se quer que ele encontra, quer sejam programas, emails, configurações.
          Estou a gostar deste Windows (mais do que achava) e até ponderei comprar um telemóvel com Windows.

          • o gnome-shell faz isso e ainda dá para procurares coisas no google e no wikipedia.

          • Já sei, vais dizer que a Microsoft copiou isso do gnome-shell…

            Mas sabes que no menu Iniciar do Windows Vista já dava procurar aplicações, ficheiros e dentro dos ficheiros do Office e, pelo menos, e-mails do OutLook.

            E o ecrã Iniciar ainda vai mais longe, procura dentro que qualquer aplicação que disponibilize essa função: Wikipedia e enciclopédias a sério como a Larousse ou a Britannica , Mail, RTP, Le Monde e El País (os jornais) e muitas outras.

            E daí?

          • Pois… embora ache que este windows vai ser uma revolução pela simplicidade de utilização (parece-me a arma perfeita para acabar com os “tecnicos” de informática de vão de escada) o erdadeiro filão deve de ser a aproximação ao mobile e provocar essa dependencia de forma a conquistar rapidamente a cota de mercado perdida… do tempo do Windows mobile 5….

          • Mesmo, também tenho usado este windows ainda nas versões teste e tenho gostado bastante, sou da opinião que aquele novo Start não lhe dou quase uso nenhum. Mas aquilo está muito bom, rápido e bastante funcional, e a pesquisa está super rápida.

        • Que grande Fail , a desgraça da Microsoft isto é feito para tablets e não para Pcs …
          Um fail 3x pior que vista e win me juntos lol

          Nem de borla quero esta porcaria vou continuar muito tempo com win 7 assim como a maioria dos utilizadores

          cumps

        • Boa noite , eu já experimentei o Office 2013 preview , está fluido mas sem qualquer interesse apelativo para nos sentirmos motivados a trabalhar com esta nova interface metro , já não se trata só das mudanças do menu iniciar o aspecto gráfico é horrível sem qualquer gosto , na minha modesta opinião é uma regressão nesta área enorme .

          Aspectos positivos do que já experimentei deste SO , terá de se destacar a fluidez ainda com poucas aplicações instaladas Office e pouco mais , mas sim nota-se claramente que existiram muitas mexidas nesta área , provavelmente a diminuição da carga gráfica será uma das razões para esta agilidade .

          Sinceramente não me parece que que os utilizadores domésticos adiram a este SO de uma forma maciça o que cria aqui caminho para outros SOs nomeadamente o Linux que curiosamente tem feito o caminho inverso tornar o SO mais apelativo uma das criticas de há muitos anos de quem era anti-Linux e reconheça-se de muitos utilizadores que foram exigindo cada vez mais qualidade gráfica nas aplicações deste Kernel .

          Cumprimentos

          Serva

          Cumprimentos

          Serva

        • Excelente altura para aprender a usar Ubuntu ou outra distro de Linux.
          Até agora a desculpa era que as pessoas estavam muito habituadas ao Windows e não queriam sair da caixa e agora a Microsoft saiu da caixa :)

          • Pode ter certeza, novas desculpas serão inventadas para os usuários não saírem do Windows, e pelo fato de Windows ser mais compatível, essa pode ser a nova desculpa, mesmo sendo uma das mais usadas. Agora com o Windows 8 remodelado, a compatibilidade vai passar a ser a mais usada..

            Nada contra o LINUX, acho um S.O bacana e interessante, porém, por muitas vezes me vejo obrigado a usar o Windows para executar alguns programas ou jogos..

      • Bem não podemos dizer que a Apple se adaptou ás pessoas por vários motivos :S. Eu tambem acho que está muito bom.

      • A Microsoft fez uma jogada de mestre com o Windows 8…soube arriscar e muito bem por sinal.
        Este Windows 8 é um sistema operativo moderno que inicia um novo paradigma, podemos dizer que o Windows 8 é um 7 com requinte.

        Daqui para a frente vai-se começar a ver uma transição gradual para aproximar conceitos dos diversos sistemas operativos existentes (moveis / tradicionais) o que revela uma jogada de futuro ( bastante promissora) por parte desta empresa.

        • Windows 8: Arrancada e evolução.
          Foi um grande passo a frente, agora não há mais como regredir. O que vai ser visto é a concorrência tentando usar a mesma “tendência”.
          O Windows 8 foi a quebra de padrões que existiam desde o tempo dos gráficos quadrados do Windows 95. Agora, daqui para frente, quem vai se adaptar não será só os usuários a concorrência tende a mudar também.

      • Mais de 50% da share do Windows são Gamers, o Windows 8 mexeu muito com a industria dos jogos, e chega mesmo a ter falta de compatibilidade e performance contra o Windows 7, e ainda nenhuma produtora falou bem do Windows 8.

        Enquanto ao sector profissional, não está caro, mas grande parte das empresas não vai actualizar os computadores, primeiro porque so para actualizar custa dinheiro, depois ainda tem de gastar dinheiro para ensinar os funcionários a utilizar o novo Windows, no final das contas, não vão mudar.

        Logo, tanto jogos e o sector profissional não abraçam o Windows 8, e futuro, deve so ter 5% do Mercado daqui a 3 anos.

        Podes ter a certeza que o Windows 7, vai ser o novo Windows XP. E desta vez não tem a ver com o performance, ou computadores desactualizados como foi com o Windows Vista, tem a ver com o conceito do Windows 8, a Microsoft esqueceu-se completamente do Desktop.

        • é por isso que a steam já está a fazer a versão para linux

        • Falta de compatibilidade com jogos? Hem? Nenhuma produtora falou bem do Windows 8? O quê? Pá, uso o Windows 8 na versão final já, e uso o Steam, tenho uma lista enorme de jogos, todos funcionam. Não há qualquer problema de compatibilidades, vê lá se te informas. A blizzard e a valve vieram falar apenas da estratégia da store da Microsoft, nada a ver com performance ou compatibilidades. A nível empresarial é o melhor Windows já lançado.

          Para que é que te dás ao trabalho de falar sem saber?

          • Eu também uso a Steam e a Origin e tenho tido problemas com alguns jogos.

            Tenho jogos em CD/DVD que funcionavam perfeitamente com o Windows 7, e que agora no Windows 8 não arrancam.

            Para quem não usa essas stores/clouds e compra os físicos, ou por não ter internet, ou ter, mas lenta e escassa em tráfego, está sempre destinado a esperar pelos updates que não são feitos automaticamente, coisa que com a steam faz.

            Quer queiras quer não, há sempre programas/jogos que deixam de ter compatibilidade.

          • Muito feio mentir, tambem tenho Steam, e muitos jogos não funcionam, L.A. Noire, Alan Wake, Counter-Strike Global Offensive (Baixos FPS em comparação ao Windows 7), Call of Duty (Baixos FPS em comparação ao Windows 7).

          • Desculpa? Estou a usar o Windows 8 desde a Consumer Preview e neste momento estou com a versão final. Joguei o Alan Wake e tenho neste momento o CS:GO instalado e a correr aos mesmos fps’s que o Source no 7.

        • Adivinha lá porque é que falaram mal do Windows 8? Porque tem uma store que faz concorrência directa à steam, origins, etc.

          • Ainda acreditas nisso? Lol. Deve fazer uma concorrência maluca.

            Pesquisa por ti mesmo, não vou perder tempo com um assunto velho e ja provado que é mentira.

          • Tanto acredito como é a verdade, já utilizas-te alguma vez a loja de jogos no Windows 8? Tens alguma noção do potencial que aquilo tem?

            Eu sinceramente tambem não vou perder muito tempo a explicar, se quiseres perceber terás de ver por ti…pesquisa por ti proprio

      • Já uso o Windows 8 à 2 meses e até agora apenas a 1ª semana foi de adaptação… A família já nem nota a diferença.
        Algumas coisas peculiares que me irritam… o facto de tudo o que instalar me aparecer no Metro UI e de algumas funções mais geeks que por si eram acessíveis e ficaram mais complicadas…
        Enfim, perdeu-se produtividade, principalmente para quem usa num Desktop. Num portátil… É um must!
        Já agora deixo a dica!
        Atalho para quem quer aceder às funções de Gestão do SO. Windows+X

      • Concordo, o novo windows está bem melhor do que o 7, incluindo alguma funcionalidades exelentes retiradas do xp que no 7 puseram de lado e que eram bem uteis, quanto á dificuldade de utilização basta usar o desktop e fica igual ao 7 isto para quem não quer usar o smartscreen, tambem me parece estar melhor em estabilidade mas não posso dizer pq não instalei programas para testar, apenas me faz confusão a ausencia do botão start. Para usar em pleno as funcionalidades do smartscreen temos realmente de aprender a usa-lo, como qualquer coisa nova.

        • Bem, o que dizer da mudança do velhinho MSDos para Windows 95?! (sim, pq muito pouca gente utilizava o Win3.11, que mesmo em maquinas x86 com 4Mbytes RAM era quase impraticável).
          E que dizer das tentativas de implementar DeskView OS sobre MSDos?
          sao todos paradigmas diferentes de sistemas operativos. Continuando com essa tua lógica, não acredito que ainda uses o MSDOS, certo ? (das 2 uma: ou nao sabes o que é o MSDos3/4/5.1 como eu conheci, ou estás muito reticente às mudanças)
          Ha 200 anos atrás andava-se de cavalo, que era mais prático, nao precisava de reabastecer. Hoje andas de carro, é mais rápido, e nao precisas de procurar palha. Estão a ver os paradigmas identicos em situações diferentes? E todos nos habituámos a elas…

          • claro q este post é mais apontado (sem ofensa) ao João Moreira e outros users reticentes à mudança.

          • 1. Metro = Unity (para isso prefiro linux)

            2. Jogos = Low FPS, ou nem correm.

            3. Fireworks, Illustrator, Photoshop, InDesign, Dreamweaver, ambas as aplicações se arrastam no Windows 8, constantemente a crasharem/congelarem.

            4. Usei computadores desde MSDos até agora, sendo que o primeiro que tive foi um Pentium 90, quando já podia ter o Windows 95. Não o quis por ainda ser um sistema operativo mal conhecido e não haver tanta informação como hoje.

            5. Não acho piada nenhuma aos quadrados no ambiente.

            6. Saiu o Vista e muita gente continuou a usar o XP e ainda usam hoje em dia. Não vejo qual o problema de não sair do Windows 7. Não é por isso que vou deixar de estar actualizado. Uma vez que até o Windows XP ainda recebe actualizações.

          • E o que dizer do Rwindows ME?

      • Por acaso ao principio estava como muitos dos utilisadores com um passo atras, fiz um esforço e instalei, agora ja nao volto ao wind7 tao cedo. :D muito bom arranque rapidissimo comparado aos outros windows, notavel fluidez a trabalhar no hambiente windows, nos jogos nao ha razoes de queixa tal como windows 7 ou ainda um minimo ganho de frames. Recomendo

        • Dizes que ganhas frames, é cómico que os meus jogos de eleição são shooters, como BF3, e passei a ter muito menos FPS do que tinha, assim como no CS: GO e no MW3 também.

          Isso que estás a dizer de ganho mínimo de frames, é ridículo e impossível.

          • +1

            Não houve nenhum jogo no meu Steam que funciona-se correctamente no Windows 8.

            Ou não iniciava, ou dava erro, ou perdia FPS.

          • Em relação aos FPS com toda a certeza que passa por uma questão das drivers da vossa placa gráfica não estarem completamente maduras para o Windows8, é completamente normal isto acontecer…e reparem aconteceu em todas as versões do Windows.

            Ainda me lembro o pessoal dizer, quando saiu o XP, que o Windows 98 era melhor para jogos.

            Posso te dizer que tanto o CS Go como o COD4 ou MW3 funcionam perfeitamente na minha máquina (em termos de fps está ela por ela). Em single player joguei o Bioshock 2, Sleeping Dogs eo Ifa 13 sem qualquer problema.

          • Fala por ti Joao eu ja fiz o teste em alguns games”dota 2 com steam e funciona sem problema; street fighter4, e BF bad company” e ganho ao menos 6 frames, cada makina com seus problemas e tenho um e4500 dual core, puxado a 3ghz com uma nvidia 460gtx. by the way tenho windows 8 N.

    • Não vejo a dificuldade nenhuma em adaptação para este novo ambiente. Os meus pais (ambos com 56 anos de idade e que tiveram sempre pouco contacto com os computadores) adaptaram-se em menos de duas horas a utilizar o Windows 8 e agora não querem outra coisa, portanto se a Microsoft voltar para trás, creio que não seja por causa da dificuldade de adaptação.

      Eu pessoalmente só não gosto de quatro coisas no Windows 8:
      - O processo de encerramento do computador é pouco lógico;
      - Chateia-me o facto de ter um bocadinho de Painel de Controlo em Ambiente metroUI e outro bocado em ambiente Windows Classic.
      - Não existe um link para ir ao painel de controlo a não ser escrever na pesquisa ou por ícone (opcional) do ambiente de trabalho.
      - Os ícones (bars) das aplicações Windows instaladas, no Start Menú tem um aspecto que eu não aprecio (pessoalmente).

      De resto, tal como o Vitor escreveu, o windows 8 é “(…)robusto e muito mais apetecível”

      Gosto imenso da sua rapidez e da possibilidade de emulação automática de ficheiros ISO. O visual nunca foi o aspecto mais importante num Sistema Operativo, o mais importante é o seu funcionamento, o aspecto é, aí está, uma coisa a que uma pessoa se acostuma e adapta-se (desde que corresponda às leis da usabilidade e mínimas regras de Design).

      Em termos do aspecto eu pessoalmente gosto mais de Mac OS X, mas aí está, eu gosto mais de coisas minimalistas mas há pessoas que preferem a complexidade das coisas. Portanto não creio que a Microsoft irá recuar na sua inovação experimentalista, pode é modificar com as versões do Windows posteriores.

      Abraço

      • Carrega com o botão direito do rato no canto inferior esquerdo do ecrã (onde está o acesso ao Metro) e aparece-te um menu com opções avançadas como painel de controlo, linha de comandos ou sistema.

      • “- Não existe um link para ir ao painel de controlo a não ser escrever na pesquisa ou por ícone (opcional) do ambiente de trabalho.”

        Existe sim.

        Experimenta levar o rato para o canto inferior esquerdo, onde aparece o ecrã iniciar, e carregar do botão direito do rato.

        Uma versão bem mais reduzida e bem menos útil desse menu também existe no Windows 7, já agora.

      • E já agora…

        Estás a dizer que o OS X é minimalista quando comparado com o novo UI do Windows?

        Agora fiquei confuso… Como é que um UI cheio de ícones coloridos, janelas com um efeito metálico da treta (o transparente do Aero não é melhor, já agora), e isso para não falar das aplicações com fundos a fingir que é madeira ou cabedal é mais minimalista que um interface que dispensa isso tudo e se foca em formas simples e texto?

        • Arcadiy Kulchinskiy

          Obrigado pela dica, não reparei. Uma crítica a menos. :)

          Quanto a tua conversa sobre minimalismo, eu disse logo que é opinião e gosto pessoal, eu não desgosto o Windows 8 ou 7 ou qual quer que seja, utilizo Windows desde de 95. Mas eu pessoalmente gosto mais de visual do ubuntu (gnome) por exemplo, ou de OSX.

          O metro ui é sim, muito minimalista, mas (ainda, nesta fase do seu desenvolvimento) não o considero uma coisa grandiosa. Como designer, acho que ainda há coisas para completar no metro ui. :)

          Mas agradeço-te pela crítica, é sinal que eu não consegui passar a minha ideia como deve ser.

          • Para acederes ao Painel de Controlo é simples. Quando no ambiente de trabalho tradicional, abre a charms bar > Settings > Control Panel.

        • Esse efeito metálico da treta, acho o mais apetecível visualmente, seja em que sistema operativo for.

      • Podes meter o icone do Painel de controlo no desktop,e só clicar com o botão direiro do rato no Ambiente de Trabalho ,em Personalizar, e depois e depois tens do lado esquerdo a opção mostrar icones no ambiente de trabalho.

    • Eu aceito as críticas sejam ao que for e venham de quem vier,mas…colocar “defeitos” e preconceitos a algo antes de experimentar a versão final de um produto “cheira-me” sempre a má vontade.E tenho lido muitos “críticos” deste SO a “protegerem” os “velhinhos” e as “pessoas de idade” porque vai existir um novo conceito ou visual…como se as “pessoas de mais idade” ficassem com a inteligência “afetada” com a evolução natural da tecnologia e de tudo na vida.Pelo contrário,os maiores “consumidores” de psicólogos e oficios correlativos encontram-se nas faixas etárias mais baixas.Eu tenho mais 60 anos e “mexi” num PC pela primeira vez depois dos 50,hoje não dispenso um terminal,mesmo a nível profissional…e conheço dezenas de pessoas iguais a mim.E,como adoro evolução e “novidades” estou à espera dessa nova maravilha…se não gostar regresso ao mais “antigo”!!

      • Pois, sou daqueles que se encontram já inseridos nesse grupo etário dos velhinhos (nos coitadinhos, não me revejo),tenho 64 anos,iniciei-me nas lides com a informática com o velho Win95,depois com os Win98, 98SE, Win2000, Win ME, WinXP SP1 edition, XP SP2, XP SP3 Pro,Vista,Seven Pro,e por último o Windons 8 Professional (não revelo mais que isto) com o qual me encontro muito agradado, trabalho com AutoCAD 2012,principalmente para a execução de estudos e projectos, para além disso, como «velhinho» activo, apesar de na condição de reformado, ainda dou assistência e efectuo reparações em hardware e instalação de todo o tipo de software, em PC Tower e portáteis.
        Quanto à dificuldade de adaptação dos «velhinhos» que venham mais inovações para as novas tecnologias da informação.
        Abraço

    • Acho uma graça a toda a gente que diz que nao quer perder tempo a habituar-se ao windows 8 e depois acaba por comprar um Mac, com MAC OS X e já perde tempo a aprender a trabalhar, e para um utlizador windows o windows 8 é bem basico, são apenas ligeiras mudanças

      • E quem é que faz essas mudanças só porque não gosta do novo Windows?

        Uma vez que não quero o Windows 8 porque não gostei do esquema, ambiente, e da fluidez que tantos falam no ambiente, mantenho-me no Windows 7, que para mim foi um caso idêntico ao do XP que continuou por uns longos anos.

        Quiseram implementar também o esquema metro no office, está horrivel e confuso. Após trabalhar 2horas com Excell e Outlook, desinstalei e instalei novamente o 2010.

        A única coisa que me fazia levar a migrar para um OS X, é o facto do esquema de cores dos ecrãs da apple e da calibração dos mesmo.

        Como não tenho dinheiro, não mudo lol.

    • João Reis, sempre se queixaram das mudanças na interface que a Microsoft fez, com o Windows Vista e 7 não foi diferente.

      A adaptabilidade, apesar das empresas tentarem de alguma forma tornar o sistema o mais simples e adaptável para as pessoas, a maior força de adaptabilidade parte do consumidor, sempre foi e sempre o será, é impossível conseguir agradar a todos os consumidores.

      Agora, neste momento, dizer que o Windows 8 é um fiasco ou o vai ser, é muito precipitado.

      As grandes novidades do Windows 8 não está só na sua nova interface, mas sim nas grandes melhorias realizadas na sua estrutura e no resto do “por de trás”.

      Eu também não sou muito apreciador da interface do Mac OS, mas não é por isso que vou andar a dizer que a versão X vai ser um fiasco. Uma estrutura robusta e bem feita, as funcionalidades e a estabilidade do sistema é o mais importante num sistema operativo, seja em que plataforma for, por mais bonita interface que tenha, se faltar os “alicerces”, de que serve a interface bonita?

    • As pessoas não se querem adaptar? Não foi o que fizeram com o iOS? Se as pessoas não fossem “adaptáveis” todos usaríamos telefones Nokia com Symbian e Pocket PC’s com Windows Mobile.
      Lê-se cada barbaridade…

    • Mais um otário que fala sem saber o que está a dizer…
      Adapta-te…
      Com essa visão estás mal empregado, a microsoft devia contratar-te.

  2. Parei de ler em “melhor sistema operativo”. Não sabia que era um post humorístico…

  3. Canto inferior esquerdo menu iniciar e todas as app metro abertas e ambiente de trabalho caso estivermos numa app metro. canto inferior esquerdo mostrar ambiente de trabalho, menu de definições, menu de partilhar, iniciar, menu dispositivos e menu procurar
    É isto o segredo???

  4. Para ser sincero, gosto.
    É uma evolução significativa e temos que nos manter actualizados ( recuso-me a escrever com o novo acordo ortográfico).
    No inicio pode parecer estranho, mas com o passar do tempo habitua-mo-nos. primeiro estranha-se depois entranha-se.

  5. Muito obrigado mas não, eu trabalho não brinco com tablets.
    Num tablet tudo bem, num pc não muito obrigado.

  6. Primeiro, não gosto do título, apesar de ser dos que defende a utilizaçao e qualidade do windows, nao gosto de quem se auto intitulo como o melhor.

    Em relação à qualidade… Sou como o S. Tomé, Ver para crer, as pré-releases num ambiente de portátil normal ainda não me convenceram, num tablet com touch, já aceito melhor…

  7. Desde as primeiras versões de teste que fui testando e brincando… Certo é que não me convence. No meu trabalho tenho a meu cargo cerca de 160 computadores e garanto que nenhum deles vai correr o windows 8. Em máquinas novas igual.

  8. Realmente apelidar o windows de “o melhor SO”, é um grande risco..
    Qto ao win8 eu até esto curioso em testar, qdo sair a versão final. Ao contrário do que disseram aí nos comentários, não me assusta testar coisas novas e novos conceitos. Se estivéssemos sempre agarrados a conceitos velhos, não se evoluía tão rapidamente.

  9. Concordo com o João Reis em absoluto. Para early adopterts, malta das TI e malta jovem geek, o poder de atração e as novidades do Windows 8 podem ser muito apelativas e interessantes. Agora para uma grande percentagem de utilizadores empresariais, que se habituaram ao Windows, este novo paradigma ao nível da interface vai ser um caos absoluto. As pessoas são avessas à mudança. Assim sendo, o Windows 7 e inclusivé o XP vão continuar a reinar. A Microsoft irá lançar um service pack com uma interface nativa à la Windows 8 a seu tempo.

    • Marco Teixeira, mais de metade das empresas a nível mundial ainda nem para o Windows 7 migraram, continuam agarrados ao Windows XP.

      Grande parte da fatia de utilização do Windows 7 provém de consumidores particulares.

      • Hélder Ferreira ,

        Boa noite esse é o verdadeiro drama da Microsoft e não vai ser o W8 que vai alterar esse panorama , eu desculpem-me mas acho esta interface pouco produtiva e muito feia a vista , penso que irá ser um tiro no pé , já nas versões para tablets e smartphones o panorama irá ser certamente outro .

        Cumprimentos

        Serva

        • @Serva, não partilho da mesma opinião / visão.

          Sempre que um sistema recebe novas alterações na interface é sempre um risco.

          Mas tendo em conta as capacidades, funcionalidades e estabilidade do sistema, penso que irá superar o que para muitos é o mau, o “Menu Iniciar Metro”.

          Eu pessoalmente não dou grande uso do Menu Iniciar no Windows 7.

          • Helder ,

            Boa tarde no Linux já passamos o mesmo com interfaces reescritas do zero aonde que quase todos os utilizadores eu incluído chamava-mos a atenção para a sua falta de produtividade embora diga-se que qualquer uma dessas interfaces permita mais versatilidade que o W8 permite e isto que estou a dizer faço-o com todo o a vontade porque continuo muito critico em relação a essas interfaces e recuso-me a usar mesmo que de versão para versão se venham a notar melhorias , o Windows 8 não vai ser excepção é bom para dispositivos touch mas muito mau para um desktop ou portátil que não seja táctil .

            Cumprimentos

            Serva

      • Grande parte das empresas tem aplicações web internas que foram feitas para funcionar no ie6. Isto ė um grande entrave á mudança!

        • Os programadores que fizeram os seus sites em Flash e que queiram ter visibilidade em dispositivos móveis, vão ter de o refazer ou criar uma versão em HTML5.

          O que quero dizer com isso, é que as empresas têm de investir na inovação.
          Da mesma forma que as fizeram para o IE6, tratam de rescrever parte do código para ter compatibilidade com o IE8 e IE9.

          Hoje em dia as aplicações Web funcionam em todos os browsers (cross-browser), desta forma aumenta a produtividade.

          Já imaginaste o que é obrigar um cliente a ter que usar o Windows XP só porque a aplicação web de uma empresa não funciona noutro browser para além do IE6?

          Isto sim é um entrave à evolução, ao desenvolvimento e à produtividade.

      • … consumidores particulares que o usam pirateado…
        Até grande parte das empresas usam-no pirateado…
        Já viram quanto custam as licenças para trocentas e tal máquinas?

    • Ora ai está, esta é exatamente a minha opinião!!!!
      Eu já uso o 8 final desde que foi disponibilizado na TechNet/msdnaa e apenas custaram as 1ªs horas para me adaptar totalmente à nova interface.

  10. Não gosto, é uma porta aberta para o linux, espero que seja aproveitada, a distro mint vai muito bem encaminhada.

    • vaite embora que nao se perde nada….

    • “Não gosto, é uma porta aberta para o linux, espero que seja aproveitada, a distro mint vai muito bem encaminhada.”

      Tens razão.

      E as outras duas pessoas que usam o Linux Mint com certeza concordam contigo.

      É que eu já ouvi essa conversa quando saiu o Windows Me (mas pouco porque quase toda a gente continuou a usar o 3.11 ou saltou logo para o 2000), quando saiu o Windows XP, que para os menos atentos era (e é) radicalmente diferente do Windows 3.1, e quando saiu o Vista. O Vista, aliás, que até há pouco tempo tinha ainda uma quota de mercado maior que todas as versões do OS X juntas, só para teres como comparação o que é fiasco para uns e sucesso para outros.

      E no entanto o Linux continua a só ter à volta de 1% do mercado.

      • Carlos tens dúvidas , esse Linux que tu eventualmente conheceste já não existe , o Linux é o SO que tem crescido mais rapidamente quer na sua estabilidade quer na facilidade de uso , são factos , só ainda não tem mais cota de mercado porque as marcas não têm investido nele , mas pode ser que as regras estejam para mudar , não é que isso a mim me traga algum beneficio o ecossistema que existe actualmente com muita activa é para mim mais que suficiente , nem sempre o que tem mais cota de mercado é o melhor e se quiseres ir por ai explica-me qual a razão de o Kernel Linux dominar os servidores que sustentam a Internet e até as maiores empresas , será porque ….. pois pela estabilidade .

        Cumprimentos

        Serva

        Cumprimentos

        Serva

      • 1% ?
        depende do país
        0,77 num país rico [Portugal]
        2,15 num país pobre [Alemanha]
        http://miguelmaia.tumblr.com/post/30822997400

        se não há mais utilizadores de linux
        é porque muita gente só come o que lhe põem à frente
        http://www.ubuntu.com/tour
        [ quinta 18 outubro sai versão nova (12.10) ]

      • Olha antigamente ninguém sabia instalar o linux sequer, nem utilizar, hoje em dia qualquer zé da esquina instala e utiliza, em computação cientifica e servidores é linux que se utiliza, vai sair o steam e o carmageddon para linux, já tens ferramentas boas para linux, dá tempo ao tempo… claro que há sempre pessoal que só utiliza o computador para ir a facebook, falar no msn e skype ver filmes e ouvir música, ver e-mails, qualquer ipad, tablet serve, mas para quem utiliza o computador para fazer diagramas (de negócio) por exemplo, programar, arquitetura de redes precisa de um computador a sério e não um monitor cheio de 30 quadrados ás cores só porque é bonito, sempre existiu pessoal que utiliza informática para trabalhar e outros apenas como lazer, nada contra, a informática é boa para fazeres muita coisa em pouco tempo e acabar com as leis do tempo e do espaço, agora se querem andar para trás e utilizar um sistema operativo onde se perde tempo força, a pessoas como vocês nunca se diz que não.

      • Saltas de um Windows 3.11 para o ME?

        E onde está o 95/98/98SE que saíram anos antes?

        Já agora, não saltas por cima do ME para o 2000 (Windows NT 5) porque saíram no mesmo ano e são sistemas completamente distintos.

        O Windows Vista ter “uma quota de mercado maior que todas as versões do OS X juntas” é completamente ridículo.

    • O KDE é que está muito bem encaminhado e com um cuidado gráfico muito interessante e já agora muito produtivo , para maquinas com P4 já se torna um pouco pesada , mas existem uns truques que fazem com que o KDE corra bem num P4 .

      Sem dúvida que é uma porta para o Linux só falta mesmo é existir uma marca que invista a seria como a Google fez com o Android .

      Cumprimentos

      Serva

  11. Tenho a sensação de que são dois sistemas operativos dentro de um único, que por sua vez não comunicam entre si.

    Exemplo: Google Chrome – Pode ser uma limitação do chrome (é o que acho) mas a verdade é que temos um chrome no ambiente de trabalho e ou outro, na interface nova.

    Parece aquela fase de transição do escudo para o euro. O pessoal ficava mais confuso ao ter de fazer o câmbio, do que depois, só com o euro.

    Não sei se fui claro…

    Cumprimentos,

  12. Até no pc as pessoas sao resistentes à mudança. Eu ca gostei, é uma filosofia de utilização diferente, isso é verdade, mas se tirarmos muito preconceitos, a produtividade aumentará. e pela primeira vez na vida gostei do IE, nao me venham com tretas de ser fanboy ou algo do genero, o Windows Xp foi o sistema operativo que me fez mudar para Linux e estar la por uns anos, mas tarde mudei para Mac, agora reconheço que o Windows 8 está a atingir uma maturidade que nao era normal na MS

  13. Concordo com algumas pessoas. Penso que uma mudança tão drástica se vai tornar um novo Windows Vista, muito bonito mas muito pouco funcional. Penso que uma versão intermédia poderia ter uma melhor aceitação e quem quisesse usar a versão Metro activava essa opção.

  14. Fernando Latosinski

    Engraçado, muita gente não usa linux porque diz que não quer reaprender a usar o computador, e agora? com esse windows 8 não terão de seguir esse processo?

  15. ainda nao ha nenhuma aplicação que use em formato app do win8, vou usar sempre desktop… só vejo desvantagens, e nem sequer tenho touchscreen, ainda menos vantagens

  16. Só não troco já porque os benchmarks provaram que o windows 7 ainda lidera o mercado de perfomance. noentanto se essa situação se alterar mudarei o mais rápido possivel. Em relação á nova interface, vejo muita gente a queixar-se e secalhar vao ser os primeiros a trocar. é comer e calar se queremos evoluir.. se o windows 8 se provar melhor é trocar… as diferenças de interface do windows xp para o 7 ai sim foram abismais agora do windows 7 para o 8 estamos apenas a falar do menu inciar lol. o que terá isso de tao abismal.. eu prefiro o menu iniciar no windows 7 mas devo dizer que as apps e a metro interface dá muito jeito num meio de trabalho…

  17. “Olhar as novidades do melhor sistema operativo”? Com este título até parece que trabalhas para a Microsoft. Sou utilizador Linux a uns anos e simplesmente não vejo onde o Windows (qualquer um deles) consegue ser melhor que a maioria das Distribuições Linux.

    • lol a inteligencia não dá para todos……

      • ahahahah, foi boa Masahiro eheheheh

      • A inteligencia não dá para todos… Se fores por ai e fores utilizador de Windows, assim a tua “resposta” fica com alguma logica, nem todos conseguem usar uma simples distribuição Linux.

        Quando alguns dizem que falam sem saber, estão exatamente a fazer o mesmo, não sabem se essa pessoa já usou ou não, quem usa Virtualbox e gosta de estar a par das novidades, sabe do que estou a falar.

        Mais … Parem de dizer que o Linux não presta por causa da linha de comandos. Só usa quem quer… Quem não quer instala praticamente tudo como um ficheiro .exe … .deb , já ouviram falar?

        Peace

    • O Linux tem um problema grave. Quanto mais linhas lhe acrescentam também mais pesado fica. O Windows tem um compatibilidade enorme, nunca tive qualquer problema em pô-lo a funcionar em qualquer máquina. O Linux também funciona em qualquer computador, claro, mas pela minha experiência posso dizer que me deu mais problemas do que aqueles que resolveu. As pessoas agora compram portáteis, e eu sempre que meto Linux tenho problemas com drivers, etc. Se deixo o Ubuntu instalar-me as drivers da gráfica sozinho fico com o ecrã preto da próxima vez que o ligo (Uma das razão pela qual o Linus afirmou “NVIDIA is the worst we’ve ever dealt with”).

      Se fores a usar uma distro equiparável a um sistema operativo moderno, i.e. Mint, Ubuntu, Kubuntu, wtv, com o Unity ou Gnome 3, a rapidez não é assim tão maior comparado com Windows. Posso dizê-lo porque usei durante bastante tempo Linux. O próprio Linus Tovards afirmou que o linux já não é o que costumava ser e ele próprio criticou o Gnome 3 e Unity, e não me apetece estar a usar Gnome 2 agora, nem me parece que a maioria dos utilizadores domésticos o queiram (Nem sabem o que isso é).

      Se estás a usar Arch, naturalmente é muito mais rápido, mas precisaste de configurar tudo a dedo.

      Até pode não ser o Sistema mais rápido do mundo, nem o mais estável, mas será sempre um dos SO’s mais compatíveis do mundo, senão o mais, nisso não tenhas dúvidas.

      • Verdade Fábio, mas isso sempre vai acontecer seja Windows, Linux ou Mac. Se não cuidarmos do sistema durante meses, fica lento. Mas isso não é razão para dizer que um é pior que o outro… Se eu não fizer a barba durante meses vou parecer o Pai Natal, certo?

        Para mim o único problema grande que Linux enfrenta é mesmo as Drives como tu dizes, mas com o tempo isso esta a ser resolvido. Tenho o Ubuntu 12.04 numa maquina, a que uso diariamente, e tenho o windows 7 no portátil, em termos de velocidade não noto grande diferença, embora no Ubuntu note que com varias aplicações abertas ao mesmo tempo seja mais rápido que o Windows no mesmo estado, mas isso pode ter a ver com as especificações das maquinas.

        Mas o Linux é isso mesmo, Instalas uma Distro, e tu escolhes o Ambiente de Trabalho que queres, ninguém te obriga a ficar com o Unity, GNOME, KDE, etc etc … Existem XFCE, LXDE, Openbox, Cinnamon (que esta na moda), MATE, Enlightenment, etc etc são tantas que é impossível decorar todas. Ou seja, no Linux es LIVRE de escolher, não ficamos presos a um ambiente de trabalho.

        Gosto de dizer que Arch Linux é para quem gosta de ler, ler muito mesmo e tem muito tempo disponível, mas depois de pores tudo a teu gosto é verdade que é difícil de existir melhor.

        • Sim, o que dizes é verdade. Podemos escolher o que queremos, personalizar como bem nos apetecer. Mas isso é para nós, que sabemos minimamente onde nos estamos a meter. 90% das pessoas não faz ideia do que é Unity, GNOME, KDE… E sinceramente, Unity e GNOME não são tão diferentes assim, nem o Cinnamon. O KDE é o mais diferente, na minha opinião.

          Mas, se olhares para o GNOME e para o Windows, a forma de procurar aplicações é muito semelhante! E, na minha opinião, é mais fácil encontrar os programas no Start Menu do que no Gnome 3. A única diferença, é que no GNOME vais directo ao ambiente de trabalho, e no Windows vais directo ao Start Menu, de forma a abrires logo a aplicação que queres.

  18. So uma nota para a o “ppl do windows”:

    - a experiencia que temos do linux ‘e mista. Unity e Gnome3 nao correram la muito bem…. ainda estao a correr.
    50% adora, 50% odeia. Mas TODOS usam linux na mesma pq nao tem que se “converter” ‘a estetica do UI.

    Windows? Pois… o interface ‘e so um e nao podemos optar. lollll

  19. Já era altura de deixarem de se queixar não ?
    Se querem ficar presos a um sistema com uma taskbar que é a BASE desse sistema operativo não avancem do 7 para cima (ou fiquem no xp… tambem é bom). Parecem velhos (sem ofensa aos mesmos): não se adaptam a NADA.

    Acaba aqui o meu contributo.

  20. Venha lá o Windows 8. Quanto mais diversidade melhor pessoal. Tudo o que é novidade melhor ainda. Temos de nos habituar a coisas novas e espero que a Microsoft desta vez tenha arranjado um SO excelente e compatível com maquinas mais recentes.

  21. O maior problema é que tenho um sony vaio s, com 4 meses e a sony já nao vai dar suporte.
    instalei o windows 8, mas não me funcionam as teclas fn, a de stamina/speed.

    Alguém sabe onde posso encontrar drives?

    • Podes usar os drivers do Windows 7, procura no site da Sony.

      Podes ter é dificuldade ao instalá-los mas geralmente se disseres que queres correr o instalador no modo de compatibilidade (com o Windows 7), funcionam.

  22. Como já alguém escreveu num post acima, “num tablet tudo bem, num pc não muito obrigado” estou 100% de acordo, não uso o PC só para ir ao facebook e youtube, para além do layout ser de um gosto muito duvidoso a.k.a. piroso.

  23. Adoro chegar do trabalho e ler alguns comentários, anima-me logo o resto do dia ;)

    Em relação ao windows 8, tenho andado a experimentar ( ao contrário do pessoal que critica sem nunca dar uma oportunidade) e adaptei-me facilmente. Mais um mesito e penso conseguir realizar as minhas tarefas à mesma velocidade no windows 7 ou windows 8. Uma boa organização ali na metro ajuda bastante.

    Quanto à expressao ” É um windows para tablets ” .. achei o mesmo durante meses, porque conhecia apenas o visual. Assim que comecei a usar cheguei à conclusao que estava bem errado.

  24. Muitos falam por reação e outros tantos porque sim, quantos de vocês usam no dia a dia o menu Iniciar?

    Acham o menu iniciar assim tão bom?

    Porque razão vejo ambientes de trabalho cheio de ícones das aplicações mais usadas com as favoritas a estarem com “pin” na barra?

    O facto é que as pessoas cada vez usam menos o menu iniciar porque têm muito espaço no ambiente de trabalho ou usam os atalhos na própria barra.
    Para este tipo de uso o Windows 8 não altera em nada a base de funcionamento de um computador para quem usa o ambiente de trabalho ou a barra para ter as aplicações usadas diariamente.

    O que adiciona é um interface novo, que vem substituir o menu iniciar e as imensas listas de aplicações, que pode ser organizado de forma bem mais legível e personalizado de forma mais convincente alem de se poder usar como base de trabalho.

    Penso que ao juntar estes dois interfaces vai de encontro com mais formas distintas de usar o SO, já para não falar que começa a ambientar o publico para o interface que irão encontrar nos futuros tablet profissionais ou de entretenimento.

    As pessoas num ambiente profissional e com pouca experiência irão ter o ambiente de trabalho como sempre tiveram e muitas apenas usam ícones para aceder às aplicações.

    Quando falam em linux nunca se esqueçam dos padrões de ficheiros ou compatibilidade com aplicações. O problema não é mexer em linux, são os imensos problemas de formatos de ficheiros com que as pessoas se iriam deparar, desde ficheiros de texto com fontes que não existem em windows ou vice versa.

    Já tive uma maquina a correr Linux e tive de a “converter” a Windows pelos imensos problemas que era trazer documentos de Windows com fontes próprias de Windows ou querer aplicações que só existem para Windows e é aqui que a Microsoft ganha o mercado logo à partida.

    Neste momento não tenho outro SO sem ser Windows que me permita fazer tudo, desde trabalhar a lazer sem me obrigar a mudar de SO porque os softwares que uso apenas existem para Windows.

  25. Se querem mais do mesmo comprem um computador que traga o sistema apple… pronto… problema resolvido. Assim nunca se queixam…

  26. Resumindo: é um OS para o homo sapiens sapiens sapiens, os velhos do restelo ou vão ou ficam nos seus comodos e memorizados OS´s

  27. Vou mudar, claro!
    Metro? gosto!
    Desempenho? adoro!
    Preços? os melhores de sempre!

  28. Trabalho todos os dias com a versão final deste Windows 8 Professional x64 há cerca de um mês e não notei alteração significativa em relação ao que encontrei com a introdução de outros sistemas operativos (Sejam Windows, OSx, Linux). Procuro conhecê-los e trabalhar normalmente e este foi o que menos transtorno causou na adaptação. Nem drivers, software (salvo algumas excepções que julgo que as software houses terão de corrigir)…

  29. Vejo aqui comentários tão… ignorantes que até chateia. O pessoal vê imagens do “ecrã metro” e passa-se da carola… :)

    Caso não gostem do “ecrã metro” pensem nele exactamente como o antigo iniciar, só o usam para Iniciar novas aplicações, simples.

    Eu uso o windows 8 há coisa de um mês, e faço exactamente tudo o que fazia no windows 7 com performance igual ou superior.

  30. Acho o título pretensioso…

  31. Olá Meus caros,
    Antes de mais queria agradecer os vossos amáveis e criativos comentários. :) Cada um de vós expôs o seu ponto de vista. No entanto, estamos numa democracia e a opinião é um direito de cada um.
    Eu por exemplo tenho a minha opinião formada, mas quem perceber bem e estiver nos bastidores(ou pelo menos conhece-los) deve já ter entendido a que nível se quer chegar. Para os que não “gostam” de coisas simples sublinho isto: O conteúdo é que interessa. De que nos serve, por exemplo, “uma miúda” toda Aero Style quando depois o conteúdo não está “visível”? 0! Isso para mim vale zero!. O conteúdo aqui está Out-Of-the-Box. Não estou a dizer que o Aero foi uma má opção, mas era o tema para altura e hoje as realidades são diferentes. As vantagens deste modern UI são inúmeras, pequenos dispositivos com maior ou menor processamento vão executar a UI sem problemas. A isto desgina-se por Unificação. Era o que se sonhava há milénios. “No compromises, No lags”. Acho que é este o Objetivo do Codename Metro. Só mais uma nota para os que dizem “Voltei atras no tempo com este UI”: Então e na moda? também os estilos dos anos 80,90 não voltam a baila?? ;). Para terminar, o segredo será revelado, alias meio dele já foi, e estão todos convidados, se estiverem interessados a se juntar ao Microsoft Group Portugal. https://www.facebook.com/groups/265360630176417/

    Um bem hajam e Bing’uem muito :)

  32. O Windows 8 está fenomenal!!!!!!
    Parabéns à Microsoft!
    :)

  33. No inicio custa um pouco utilizar o Windows 8, mas vejam a evolucao dos browsers todos tivemos que nos adaptar com addons ou sem com apps ou sem adaptamos os browsers como quisemos, com o novo Windows sera o mesmo, tive alguns problemas de hardware no inicio que dava para aquecer o cafe no computador mas agora tudo normal, por vezes quando estou a ver a sportv em full screen e quero fechar vou ao topo da janela puxa-la para baixo, sao habitos. Windows 8 esta bom e recomenda-se.

  34. O 7 mais esta porcaria eram o empurrao que faltavam para me mudar finalmente para Linux.

  35. Por acaso o W8 custa um pouco logo no inicio mas depois é sempre a andar, quem tem pouca esperteza fica um pouco perdido a começar pelo menu iniciar e aceder ao painel de controlo. Dois dias para aprender tudo sobre o novo visual, mas eu gosto muito, é rápido na minha maquina 25 segundos e fica tudo pronto a usar.

  36. Boas

    Eu trabalho com o Windows no ramo profissional e já tenho clientes com o Windows 8, embora as versões pré-lançamento.
    O ERP que comercializo (PHC) instala e corre perfeitamente no Windows 8, mas tive dificuldades diversas, nomeadamente com os drivers da “hardlock” e com a ligação ODBC.
    Mas mesmo depois de ter a aplicação configurada e a funcionar, volta e meia, o Metro metia-se no caminho sem razão aparente (hot corners) e estava sempre a atrapalhar o trabalho.
    Como muitos aqui dizem, para trabalho não é o ideal nem o indicado, já para uso doméstico ou de laser, parece-me bem. talvez devesse haver duas gamas – Pro e Home – tal como no XP e a do Home tinha a MetroUI e a Pro era desktop puro.
    Penso que haverá alguns problemas no uso profissional, mas é apenas uma consideração minha, eu acho que a MetroUI tem coisas boas, mas é como o Compiz no Linux, ao fim de um tempo “de brincadeira”, cansa e parece estar a mais.

    Fiquem Bem
    Pedro Coelho

    • Talvez ao leres o comentário que vou fazer penses que é uma utopia, mas a realidade é que os programadores tem de adaptar o seu software (tanto a nivel domestico como empresarial) aos novos sistemas operativos que são inseridos no mercado .

  37. Caros amigos so fa de sistemas eficientes e que tudo aquilo que nao me interessa poder desativar, tenho varios computadores na empresa, tenho o Xp o windows mais estavel apos tanto upgrade, mas desde que tenho a versao 7 do windows, estou hiper satisfeito, trouxe um Acer ultra slim de Hong Kong em 2009, tirando o teclado “xenes” nao quero outra coisa, mt rapido, estavel so tem o basico, pois o resto para mim nao serve para nada, so para perder recursos, muito bom, quanto ao W8 nao sei ainda nao vivi a experiencia, mas assim de suslaio, hummm nao sei nao.

    ( peco desculpa pois nao tenho cedilhas ou acentuacao)

  38. Caros amigos… tenho neste momento a Consumer Preview instalada neste mesmo portátil e pergunto-me:

    – Qual é o mercado empresaria de teclado e rato, que vai suportar esta nova UI??

    Para mim, a unica coisa que melhoraram foi o tema de janelas, que de “transparentes” e degradés malucos e sem jeito, passaram a cor sólidas.

  39. Entrementes, e porque supostamente estamos a falar de funcionalidades, achei a possibilidade de fazer ‘mount’ a um .iso diretamente do explorer(out of the box) muito interessante.

  40. Depois de ler o artigo – e os respectivos comentários – chego à conclusão que, felizmente, muita gente está a olhar para o Windows 8 sob um ponto de vista optimista.

    O Windows 8 é uma revolução e uma evolução dos sistemas operativos. É a maior mudança desde o Win95, a nível visual e de funcionamento, daquele que é o sistema operativo mais utilizado do mundo. E a chave para se gostar dele é simples e clara como a água: ter espírito aberto e estar disposto a aprender usar algo novo – que de difícil nada tem.

    É possível perceber pelo tipo de comentários “anti-windows-8″ existentes neste artigo que muita gente “fala sem saber”… dão os seus bitaites e palpites acerca do sistema quando, quase de certeza, nem o instalaram sequer uma única vez. E isso, meus caros, é uma pena, pois eu ainda não conheci ninguém que tivesse usado o Windows 8 por uma semana e que no final me tivesse dito que não se conseguiu adaptar e que continuava a não gostar. As pessoas adaptam-se, e no final concluem que até não é mau de todo – porque não é.

    A interface Modern (aka Metro) veio para introduzir novos conceitos, novos métodos de funcionamento e linhas visuais inovadoras – e como li ali em cima, os velhos do restelo que meterem na cabeça que não querem fazer um esforço para tentar gostar do Windows 8 (porque há aqueles que vão já cheios de preconceitos e opiniões mal fundamentadas), podem bem continuar com as suas linhas de comandos.

    Gostaria de dar os meus parabéns ao Peopleware pela publicação deste artigo… num blog onde recentemente se lê tanto artigo de exaltação e adoração à Apple, ver este acerca do Windows 8 surpreendeu-me :)

    • Tinha uma resposta de 20 minutos escrita e bem fundamentada, que acabei de perder por este Sistemas Operativo aqui comentado, acabar de passar por um crashar e reboot sem mais nem menos, por estar a escrever num blog.

      Mas resumindo, continuem a chamar “grande evolução” a um Sistema operativo “adaptado” a.k.a “desenvolvido” para “Tablets” como uma evolução “brilhante” para o mundo PC.

      Sim, porque o Windows 8 vem para substituir o 7, e amanhã toda a gente vai deitar o rato fora, e usar botões muito grandes com os dedos e menus e interfaces “inacabadas” que não nos deixam fazer metade das funcionalidades que fazíamos antigamente.

      Abraço!

      • Mas que grande Troll

      • “interfaces “inacabadas” que não nos deixam fazer metade das funcionalidades que fazíamos antigamente.”

        Ainda queres maior prova do que disse acima?

        • Diz-me qual o objectivo de carregares no icone de rede junto do teu relógio, e aparecer uma facha a ocupar 1/4 de ecrã, desenvolvida claramente para míopes, que me permite unicamente, ligar e desligar redes.

          Vais me dizer que é design…

          • Tem exactamente o mesmo objectivo que tinha o anterior PopUp que aparecia no Windows 7, ou a janela do XP.

            Carregas, ligas/desligas/whatever o que queres.

            A faixa foi uma opção visual deles, da mesma forma que eu podia perguntar porque que o ícone XPTO é assim e não é assado, porque que o visual default dos Windows é assim e não é assado, porque que há pessoas bonitas e pessoas feitas, etc.

            Não se perdeu nenhuma funcionalidade, e só abro aquilo quando vou até um local novo e necessito de me conectar a uma nova rede.

            Vi essa tal faixa umas 4/5 vezes em 1 mês. Ficar incomodado com isto é um preciosismo.

            Não vou aguardar uma resposta, pois o teu malvado Windows 8 vai crashar propositadamente quando estiveres a escrever a resposta.

    • Olá novamente,
      Obrigado pelo teu feedback.
      Estou muito contente com a UI transportada para ecrãs grandes e se virem maiores acho que vao gostar mais. Todos os dias dou um cheirinho no Windows 8 cuja maquina esta ligada a um monitor profissional de alta resolução de cerca 50”. É fantástico. Gosto muito, e, daquilo que vi da Samsung… hum talvez o mundo da TV seja convertido a esta nova geração… :P

    • Boa tarde ,

      Olha que no W8 vais ter de usar muito a linha de comandos do Windows que não é preta ou azul ou de qualquer outra cor mas é uma linha de comandos isto se quiseres aproveitar o W8 a serio e alterar muitos dos parâmetros que até agora estavam mais ou menos escondidos , mas tudo se passava ao nível gráfico , quanto a este pormenor nenhuma critica vais ter da minha parte porque eu uso linha de comandos cada vez menos e menos , mas uso e as vezes até me forço para não me esquecer e habituar-me mal , quanto ao W8 não se trata de adaptares-te ou não , essa não é a questão , este não vai ser aquele SO que toda a gente esperava e quando toda a gente esperava que pudesse finalmente substituir o velho XP nas empresas , sai um SO com estas características que nós que gostamos de tecnologia até apreciamos , mas convenhamos que para uma solução empresarial não será a melhor escolha , prevejo que o XP continue por mais uns bons anos a inundar os PCs das empresas Portuguesas e não só .

      Aceita os meus cumprimentos

      Serva

  41. Muita gente está a fazer uma tempestade num copo de água, mas já era expectável uma vez que o ser humano é tipicamente adverso à mudança.

    Estou a usar o Windows 8 há 1 mês (desde que foi lançado no MSDNAA), e até ao momento a minha experiência resume-se a: “Nunca mais regresso ao Windows 7″.

    Comecemos pelo aspecto que mais discussão está a provocar, o Ecrã Iniciar. Da maneira que alguns falam, parece-me que alguns perdiam 90% do tempo de utilização de um Windows no canto inferior esquerdo do ecrã, local padrão do anterior Menu Iniciar.

    Fazendo uma análise crítica o Menu Iniciar era apenas um Laucher estático de aplicações, ou links, que no Vista ganhou a capacidade de funcionar como um motor de procura de ficheiros. Normalmente, a maioria dos utilizadores abriam o Menu Iniciar, escolhiam a aplicação que queriam iniciar, e não olhavam para o Menu Iniciar até que fosse necessário iniciar outra aplicação.

    Com o novo Ecrã Iniciar o Menu Iniciar deixou de ocupar apenas um canto e passou a ser FullScreen, deixou de ser estático e passou a ser dinâmico, passou a ser mais personalizável, e ainda tem o extra de ter ficado mais agradável.

    A única eventual desvantagem que encontro é uma maior dificuldade a encontrar as coisas, e um click adicional ao usar a pesquisa, mas quanto à primeira, após devidamente personalizado (acredito que a maioria dos utilizadores não vão deixar o Ecrã Iniciar com a organização padrão) todos nós acedemos facilmente aquilo que nos parece ser mais relevante.

    As Live Tiles é algo que acho simplesmente espectacular. Os botões deixaram de ser algo estático e já nos apresentam informação sem ser necessário estar a abrir a aplicação. Aliás, acho que é uma grande evolução das mini-Aplicações do Windows que ocupavam parte do Desktop e nunca me conquistaram … ao contrário das Apps do Windows 8 aliadas às Live Tiles.

    Depois, nós utilizadores do Windows ainda ganhámos uma plataforma de Apps, que era algo que já se sentia falta (por alguma razão havia tanto interesse em projectos como o BlueStacks e afins), e ao contrário do que alguns podem pensar (também eu pensava um pouco assim) algumas Apps são muito úteis (há 1 dezena delas que já não dispenso de forma alguma).

    Compreendo que haja alguma estranheza, mas na prática não vejo porque que trabalhar com o Ecrã Iniciar será uma experiência tão diferente de trabalhar com o Menu Iniciar. A ordem do processo continua a ser o mesmo (Abrir Menu, Escolher Aplicação, Menu fecha automaticamente e a aplicação arranca).

    Até ao momento, ao contrário do que alguns dizem, a minha produtividade não foi prejudicada em nada. Aliás, em alguns aspectos até faço as coisas mais rápido, desde ver as notícias, consultar o mail, etc. Fazendo uma comparação/exemplo, para ver as notícias do dia no Windows 7 demorava cerca de 1 minuto ou mais contando com o tempo de boot, esperar que o Desktop ficasse pronto, abrir o browser, clicar no favorito e esperar que a página carregasse). No Windows 8, faço a mesma coisa (consultar as notícias) em 20 segundos – fazer boot ao Windows, ver algumas títulos nos Live Tiles, e arrancar a respectiva App.

    A única critica que tenho ao Ecrã Iniciar, e funcionalidades a si agregadas, é que as Tiles criadas por nós (ao agarrar numa aplicação qualquer e adicionar a mesma ao Ecrã Iniciar) deviam ser mais personalizáveis (alterar o fundo, a cor, etc), e o sistema de pesquisa podia ter sido feito de forma a evitar o click adicional (alguns utilizadores usam com bastante violência essa funcionalidade no Windows 7).

    Adiante, com a excepção do Ecrã Iniciar (que não muda assim tanto quanto isso pois o processo de utilização é o mesmo) a utilização do Windows é exactamente a mesma, mas para melhor.

    O explorador melhorou imenso com a inclusão do Ribbon. Agora temos acesso directo a certas funcionalidades que antes estavam escondidas dentro das Opções de Pastas (o ver ícones ocultos é algo que me dá imenso jeito). Além disso, ganhámos de origem funcionalidades que dão imenso jeito e anteriormente obrigavam sempre à instalação de outros softwares, como por exemplo as Drives Virtuais para montar ISOS. O sistema de cópia/movimento de ficheiros melhorou muito e parece-me mais rápido, entre muitas outras coisas.

    Por falar em ser rápido, essa é a melhor palavra para definir este novo Windows 8.

    O Boot é simplesmente sensacional. Só para terem uma ideia, num netbook Tsunami Moover T10, que se arrastava com o Ubuntu, e funcionava razoavelmente bem com o Windows 7, o sistema inicia em 20 segundos e corre tudo a uma velocidade 3 vezes superior daquela que tinha no Windows 7 (e ainda me posso dar ao luxo de ter o slideshow de imagens de fundo do desktop a trabalhar). Até filmes a 720p este netbook muito modesto passou a suportar (transpira um bocado, mas no Windows 7 dava direito a um Slideshow).

    No meu portátil, um HP Pavilion dv7, faço o boot em 15 segundos e tudo está pronto a trabalhar em menos de meio minuto, e no meu Desktop nem consigo sequer ver a animação das bolinhas a rodarem – o boot é instantâneo. Estes 3 PC’s têm discos mecãnicos, nenhum deles possui um SSD … o que torna tudo isto ainda mais supreendente.

    Mas tudo não se resume ao Boot, todo o sistema parece-me mais estável e rápido que o Windows 7. Quando o explorador pára de responder ao aceder a uma unidade na rede (por exemplo), não fica bloqueado até ter uma resposta a dar como antes. Se estamos a instalar algo que requer um outro sofwtare (tipo o .Net Framework 3), o próprio Windows trata de o instalar e dar continuação à instalação anterior.

    Os tempos de arranque de aplicações Adobe, e afins diminuíram também. O Age of Empires Online (único jogo de Desktop que tenho neste PC) está mais fluido do que antes com as mesmas definições.

    Até ao momento não há nada que não faça com o Windows 8 que não fazia com o Windows 7. Mesmo que não gostem do novo Ecrã Iniciar acho que todas as vantagens que o Windows 8 tem justifica a mudança, ou pelo menos merece uma oportunidade por parte dos mais cépticos. Além disso existem aplicações de terceiros que fazem regressar o Menu Iniciar, mas acho que perdem a magia que é o novo Ecrã Iniciar.

    Outra coisa que me agrada muito é a semelhança e unificação dos vários sistemas (PC, Xbox360 e Smartphone). Gosto muito desta linguagem visual das Tiles e afins.

    Pode ter muitos defeitos para muitos, mas under the hood, é o melhor SO que a Microsoft já fez (na minha opinião).

  42. Detesto a interface metro. É que não posso mesmo!
    Parece que foi desenhada por um puto de 7 anos…Horrível!
    E no windows phone 7 é a mesma história. Nem sei como as marcas instalam aquilo nos seus smartphones….chiça!

  43. Existe uma opção que nunca existiu antes num windows e em outros sistemas operativos que devia ter maior destaque… Talvez não tenha porque irá acabar com o negócio de muitas micro empresas de informática que prestam “serviço” básico ao consumidor final. E esta funcionalidade é a possibilidade de repôr o sistema operativo mantendo as aplicações e os documentos ou só manter os documentos ou repor tudo com opções simples. Agora dizer que isto não é uma grande alteração ??? Só o não aceita quem não trabalhar com o ele. E existem outras coisas que o anterior não permitia. Ainda faltou a coragem da Microsoft para integrar neste SO um funcionamento em terminal revolucionário já prometido anteriormente aquando do windows 7 permitindo reiniciar o equipamento mantendo as sessões dos restantes utilizadores em funcionamento podendo assim aplicar alterações ao sistema sem a quebra de serviço. E ainda virão outras funcionalidades a público quando este SO sair definitivamente para o público em geral.

  44. Só vejo aqui pessoas a dizer mal, e na maioria dos casos, nem sabem o que estão a dizer, porque não o testaram. Eu andei a testar uma das primeiras versões beta, e sinceramente só posso dizer bem dele! 1º. Nas duas máquinas que testei (Desktop e Notebook) ele instalou todos os drivers, o que me tira logo, metade do tempo que se perde numa instalação! 2º. Desempenho a rodos! É certo que tenho um pc com 16GB de ram, mas notei uma grande diferença do 7 para o 8. Quanto à nova interface, é tudo uma questão de habito mas, quem não se acostumar de inicio, tem na mesmo o iniciar disponível. Não percebo o porquê desse burburinho todo. Acho que a Microsoft deu um passo muito importante rumo ao futuro do seu ecossistema. O mesmo sistema em várias plataformas: Desktop/Notebook, Tablet e Smartphone. A Microsoft, já o deveria ter feito à muito tempo. :)

  45. Boas pessoal, estudo Eng Informática e instalei à algum tempo este SO.
    Já li para aí muita coisa, mas digo-vos está excelente!
    Eu e alguns colegas temos explorado e sim, ele premite fazer tudo o que os antigos faziam, só que com mais rapidez e estabilidade.
    Também achava que era algo mais orientado a tablets, mas não é bem assim. Experimentem, vale a pena! ;)

  46. Brace Yourselfs, Microsoft fanboys are coming ! Existe uma infindável quantidade de Wanabes neste mundo, todos são entendidos e experts sem experimentarem e testarem as coisas.

  47. Utilizo o W7 no trabalho.
    O melhor que fiz?
    Coloquei o visual antigo das janelas do windows. Já tinha saudades delas.
    Computador muito mais rápido com menos patetices de design, as chamadas arquitetices visuais da treta que só existem para consumir recursos.

  48. Gostos não se discutem, são sempre subjectivos.
    Performances, isso é que interessa.
    Como se comporta ele?

  49. Já instalei o win8, e já me arrependi… Não vale a pena dizerem que isto vai lá com habituação… Isto é pa tablets e pouco mais… ainda por cima tou sem driver na placa gráfica (intel mobile 915 gm/910 gms), coisa que não acontecia no 7…
    Logo q tenha tempo, volto para o win7 sem dúvidas!

    • olha-me este. quer instalar o W8 num pc do seculo 15 e ta á espera de drivers on tha fly.

    • otoxiep,
      Ando a correr o Windows 8 numa maquina mais velha que nem vocês imaginam…
      Ativa a funcionalidade “Download updates over metered connections” depois verifica se tens drivers OOBE. Se não, adicionalmente ativa a função “Install other updates”.
      Publica depois como correu.

  50. Este Windows8 vai acabar por ser um flop, tal como foi o Vista. Em grande medida deve-se a 2 razões:

    * Mistura de paradigmas opostos em termos de interface de utilizador.
    Por um lado um interface orientado ao toque (Metro), por outro o interface orientado ao rato+teclado (desktop).
    Pode ser bonito, pode estar muito polido, mas a forma como interagimos com os dedos é totalmente diferente da forma como interagimos com rato+teclado.
    Com os dedos, aproximamo-nos do paradigma de interação com objectos no mundo real: isto é, manipulamos objectos virtuais tal como faríamos com os reais; num ambiente desktop, usamos objectos reais para interagir com elementos virtuais, o que muda radicalmente a forma como o cérebro interpreta as acções dessa interacção.
    Basta ver que usamos o rato de uma forma diferente dos dedos (por exemplo, ninguém clica e arrasta para cima uma lista com o rato para fazer scroll para baixo, para esse efeito usa-se a roda do rato). Estes dois paradigmas, são como azeite e água, não se misturam.
    Isto é algo que a Apple sabe, e apesar de ter ido buscar alguns elementos do iOS e os ter introduzido de uma forma ou outra no OSX, não alterou fundamentalmente a forma como se interage com o OSX. Para todos os efeitos, o iOS e o OSX são sistemas distintos com finalidades distintas, embora partilhem ideias nalguns conceitos.
    Depois, há sempre a questão da transição entre os dois ambientes. No metro, com os dedos, lançamos uma aplicação e de repente estamos num ambiente de desktop que requer o sistema de input tradicional. Por muito polida que esteja a transição, é como se passássemos do dia solarengo para noite cerrada numa fracção de segundo! Iríamos certamente ficar desorientados momentaneamente, até percebermos o que tinha acontecido. Agora imaginem logo a seguir acontecer o inverso, passar da noite para o dia! Xissa penico!
    Por tudo isto, costumo mesmo dizer que o Windows 8 é esquizofrénico.

    * Empresas. Para todos os efeitos, este é o filão de ouro da MS tanto nos SOs como no Office.
    Trabalho como SW developer, e pude constatar quando o Windows 7 estava prestes a sair, que quase toda a gente nos meus clientes (empresas grandes) estava ainda a usar o XP, saltando o Vista.
    Mesmo quem recebia PCs novos, optava pelo XP.
    As razões eram diversas, desde familiaridade, compatibilidade, performance, etc.
    O Vista foi um flop, não porque não se vendeu com PCs novos a particulares (milhões de licenças foram vendidas assim), mas porque a nível empresarial foi ignorado em grande escala!
    Sim, vi uns quantos a usar o Vista, mas eram a excepção e não a regra.
    Assim que o 7 saiu, a diferença de adopção nesses mesmos ambientes de trabalho foi abismal!
    Daí o Windows 7 ser considerado um sucesso. Mesmo assim, tenho visto muita gente a usar o Windows 7 com o look and feel do Windows 98…
    Este Windows 8 vai pelo mesmo caminho do Vista, “the writing is on the wall”.

    Last but not least: um interface estilo Metro funcionará bastante bem em tablets, telefones, e até na Xbox (tenho uma). O que é comum a todos estes dispositivos, é que servem no essencial para consumir informação. Jogamos, lemos livros, vamos à net, vemos filmes, etc…estamos a consumir informação, em formatos distintos, de formas distintas, de fontes distintas. Mas no essencial, estamos a consumir.
    Ora um desktop, desde os primórdios, sempre esteve associado mais a produzir informação do que a consumi-la (embora também o faça). Daí o conceito de workstation. E um interface como o Metro, numa workstation onde o que se pretende é que seja principalmente uma ferramenta produtiva, é uma barreira e um impedimento a essa mesma produtividade. Porque não está pensado com essa finalidade, nem é essa a finalidade dele. Basta ver que não é possível ter mais que duas aplicações abertas lado a lado no Metro…

    A sensação que fico, é a de que independentemente do que a MS apresentasse, muita gente iria adorar na mesma achar que era a melhor coisa desde o pão fatiado. Isto é, não há grande espírito crítico, limitam-se a engolir o quer que seja que as grandes empresas nos querem enfiar goela abaixo sem oferecer grande resistência.

    • Está tudo dito.

      Um pouco do que já aqui escrevi, mas que o adorado sistema operativo questão de apagar com dois crashs desde ontem :)

      A realidade é mesmo essa, as empresas e quem poder vão continuar a usar o XP e 7, os entusiastas como os que aqui vemos, vão Louvar o 8, pela loucura que é sair fora da box.

      Errados aqui está a Microsoft, de impor “invenções” quando detém o monopólio de postos de trabalho empresariais, e que HP, Dell e companhia vão impor no mercado com os seus equipamentos, porque mais 6 ou 12 meses e já ninguém vende uma licença de Windows 7 em separado.

      Espertos foram o pessoal da StarDock que já desenvolveu uma alternativa ao velhinho Iniciar, a preço interessante e que deve vender como pãezinhos (Start8 $5.00)

      Se a Microsoft lança-se uma versão “despida” de mariquices do Windows 8, aí sim não estaríamos a ter esta conversa.

      Abraço

      • Fico feliz em ter uma versão diferente do Windows 8. A minha funciona diariamente à coisa de 1 mês e até agora não tive um único crash.

        Se calhar, antes de culpares o SO, pensa que o problema pode estar no Hardware, ou em algum Software (por exemplo uma extensão do Browser).

        Fico também feliz pela minha versão permitir-me trabalhar de forma impecável com teclado+rato. É que não tive necessidade de alterar em nada a forma como uso o computador.

        Esta minha versão do Windows 8 é fantástica! Pena que nem todos tenham tido direito a essa mesma versão pelos vistos.

        • Sim, sim… fazer de uma solução (medíocre para PC’s) da multinacional do costume religião, cada um está no seu direito.

          Já usei e uso os diversos sistemas operativos no meu dia a dia. Windows 8, como sistema operativo, não tenho direito de falar mal, porque ainda não tem provas dadas. Agora a nova UI e a politica da Microsoft de “forçar” esta migração para “dedos”, não serei obrigado a engolir (pelo menos nos meus equipamentos)

          Cada um tem direito à sua opinião. Mas daqui a 1 ano, liga para uma empresa de TI e pergunta qual é o feedback dos cliente em relação à nova interface e qual o numero de implementações de livre vontade :)

          O que o caro António se esquece, é que computadores, não são os meninos no quarto a curtir o ultimo sistema operativo do tio Bill. Há quem os utilize para produzir e neste momento, tem um grande peso no mundo.

          Mas não vale apena estar a discutir ou apresentar argumentos quando nos tomam por “infiéis”.

          Os numero irão falar. E quando falo em número, não serão os da Microsoft, que irá certamente dizer que o Windows 8 foi um sucesso, pois irá juntar à estatística PC’s, Tablet’s e Smartphones… tipo Apple quando anunciou os primeiros números dos iPod’s, que como todos começavam pelo mesmo nome, pertencia tudo à mesma família.

          Felicidades com o novo brinquedo :)

          • Boa tarde no Linux , com muita pena minha a Canonical enveredou pela interface Unity que eu sempre critiquei e pelos vistos tinha razão , como no Kernel Linux temos a liberdade de escolher a interface gráfica que nos der na telha , hoje o Ubuntu é uma sombra do que era o ano passado e porquê porque esta interface e toda gira e tal mas de produtividade não tem nada e nem sequer estamos a falar de soluções tão radicais como a Microsoft está a implementar , nesta interface apesar de tudo temos a nossa disposição em simultâneo 4 ambientes de trabalho que quando minimizados formam 4 quadrados , mas lá está é pouco produtivo e a malta diz não e os resultados estão a vista .

            Cumprimentos

            Serva

          • @Serva
            que tens contra o Unity?

          • Desculpa, mas não percebo a história da migração para dedos que muitos utilizam.

            Se o sistema tivesse uma usabilidade má eu até compreendia, mas até ao momento só usei o Windows 8 com teclado+rato (nem pretendo usar o Touch) e não me sinto descriminado.

            Criaram um sistema que pode agradar a gregos e troianos, e isso devia ser de louvar.

            Eu estou do lado que dizes ter sido descriminado, e no entanto não me sinto descriminado. O sistema funciona muito bem com teclado+rato. Dizer que o Windows 8 é exclusivamente a pensar no Touch é uma falsa verdade que anda a ser repetida diversas vezes.

            Quanto à história do uso dos computadores para produzir algo, deduzes à partida o uso que eu faço do PC sem sequer me conheceres.

            Uso o PC para produzir outros produtos (programador), e o meu rendimento não mudou em nada com o Windows 8.

            Aliás, com o novo Market do Windows 8, surge um novo mercado que pode e deve ser explorado.

            Não te estou a obrigar a gostar do Windows 8, nem o posso fazer … a única coisa que peço é que quando criticarem agarrem em coisas com algum fundamento.

            É que para quem já conhece relativamente bem o Windows 8, custa um pouco ler certas coisas.

            Cumprimentos.

    • @Bruno V.

      Boa tarde , excelente comentário com o qual concordo na integra , já o velho ditado popular diz nem sempre o que é novo é melhor e neste caso penso que assenta que nem uma luva .

      Aceita os meus sinceros cumprimentos

      Serva

      • Sou da mesma opinião

        Utilizo Ubuntu no meu portátil à quase dois anos (foi formatado recentemente com Windows 8 por curiosidade.

        Cheguei a testar as primeiras versões do Unity do qual não me adaptei, pela gestão e alguns bugs na troca de janelas. A questão é que sempre tive a liberdade de trocar, coisa que não se passa com todos.

        Nos últimos meses dei uma oportunidade ao KDE, que me surpreendeu muito pela positiva.

        O grande problema do linux e de distribuições como Ubuntu, é que liberdade a mais também trás os seus contras.

        Tanta liberdade não trás soluções desenvolvidas e testadas “rock solid state” para o sistema operativo, e o que de inicio é considerado “compatível” acaba por se tornar “suportável” e não verdadeiramente estável como o que acontece com o Windows.

        O mundo não é perfeito? Não é, mas o que se passa com Windows e Microsoft são decisões comerciais e não técnicas.
        Mantenho a minha opinião que W8 é algo vocacionado para Touch. O grande erro foi terem abolido grande parte da interface usada no rato e teclado. Uns adoram, outros odeiam, mas como muitos dizem, temos pena.

        Tais decisões se irão refletir + ou – no balancete anual da MS.

  51. Quem é que se enganou?
    O título fala no melhor sistema operativo mas depois o artigo é sobre o windows.

  52. o.O Saiu uma nova build? Ou tem a opção de classificar os tiles da Tela inicial na 9200? Achei interessante classificar “Jogos”, “Web”, etc.. Esse recurso está numa nova Build?

    • Eduardo,
      Sim. Essa funcionalidade existe desde a Consumer Preview.
      Touch Only – No start screen faz zoom out com os dedos e depois seleciona um grupo de tiles.
      Non Touch – No canto inferior direito, clica no menos e fazes o mesmo zoom out. Depois, clica com o botao direito do rato sobre o grupo de tiles e por fim clicas em Name Group. :)

      Fonte: Microsoft Group Portugal – https://www.facebook.com/groups/265360630176417/

  53. Quando oiço dizer que o Windows 8 vai ser um flop para pc’s sem touch screen penso que não pensa bem que com o Windows 8 vai haver novo hardware. É natural que portáteis mais antigos não sejam bons para usar o Windows 8.
    Pessoalmente acho o SO fluido para trabalhar com rato e teclado, não tenho problemas nenhuns e é-me mais rápido encontrar aplicações com o Start Screen, mas critico quando estou a usar o portátil com o touchpad pois não tem gestures para usar com o Windows 8, como o MacBook por exemplo.

    No entanto o novo hardware que vai sair será feito a pensar no Windows 8. O touchpad, segundo li há vários meses tem de ter certos requisitos mínimos para o novo sistema operativo. Finalmente os portáteis vão ter gestures para usar com o Windows, tal como o OSX (É possível ver um exemplo neste vídeo perto do minuto 3: http://www.engadget.com/2012/10/10/sony-vaio-t13-touch/?utm_medium=referral&utm_source=pulsenews )

    Portanto, permitam-me discordar quando dizem que este novo Windows é pior para produtividade, acho que ninguém pode dizer que as gestures do trackpad do Macbook não são uma das melhores coisas da Apple.

  54. O titulo do Post em si já é uma provocação bem manjada , “do melhor” Esta é mais uma oportunidade para o GNU/Linux alavancar nos Desktop, principalmente para users de médio para avançado.
    A MS error feio , isto já aconteceu antes , lembro-me bem do Windows ME. Já no software livre errar é mais uma consequência natural da evolução do codigo, porque não se perde nada ,pois é livre.

    saudações a todos.

    • Ainda me lembro de quando os netbooks apareceram de haverem alguns que vinham com o linux e depois o pessoal voltar às lojas para trocar porque antes preferiam com o linux. O linux para utilizadores não programados é demasiado restritivo e complicado, por isso é que é maioritariamente usado por servidores ou em alguns meios academicos.

  55. user friendly cada vez significa mais fácil de usar, para quem não quer nada de especial acho que o windows 8 o suficiente para aqueles que usam o pc para o básico (www, e-mail, office) mas o windows 8 desta vez vai perder para os que querem usar um pouco mais as máquinas através do core, o windows 8 parece limitado tipo android e o ios, ou seja vai a appstore instala brinca e desinstala quando passa de moda, eu ainda uso o cmd para algumas coisas básicas por exemplo “ping” e programas admistrativos, só espero que o windows não evolua para android e ios nesse caso so usarei linux :P

  56. Boas!
    Eu estava farto de ter sistemas bastante “cinzentos” em aspecto visual como Windows 7, Vista, etc.
    Instalei o Windows 8 há 3 dias e por experiência própria posso dizer, na minha opinião, é o sistema mais fluído que tive até à data.
    Quando vemos apenas por imagens o ambiente “Metro” do Windows 8 assusta um pouco, mas quando o começamos a manusear, é realmente muito bom. E tem também o ambiente clássico anterior, para quem não gostar…
    É um sistema bastante mais leve, e a prova disso é que fiz duas instalações de jogos recentes, pesados a nível gráfico e o “rolar” é bastante melhor do que no 7. Sem lag qualquer…
    Muito bom! Recomendo!
    5 estrelas

  57. A única coisa que tenho a dizer é que apos “matar” o “metro” com o StartMenu8 que lhe faz o bypass e adiciona o menu iniciar no desktop e rápido e tem funcionado bastante bem e acima das espectativas. Na realidade parece um 7 mas com motor 8.

    respeito a opinião de cada um e acredito q seja ate útil o metro mas para quem quer continuar a ter a mesma produtividade sem grandes percas de tempo a reaprender instalem o freeware q esta algures ate no pplware.

  58. Por alguns comentários que li, parece que este Windows 8 é o próximo Windows Vista ou coisa pior.

    Eu ainda não testei o Windows 8 mas se for tão mau como dizem nem vale apena testar.

    • Nada disso.

      Se és utilizador de W7 vais gostar do desempenho. O que me stressa é aquela “interface magnifica”, para alguns parece ser algo de extraordinario e que a mim, nem para o menu do aspirador.

      Mas como diz o David, instalas umas das muitas soluções que aí anda para de devolver o menu iniciar e ficas com o “problema” minimizado. :)

      Abraço

  59. Penso que apelidar o windows 8 como o “melhor sistema operativo” não faz sentido absolutamente nenhum. Ainda que a Apple tenha também dado um passo atrás com o Mountain Lion, aproximando-o do iOS6 que é o SO dos dispositivos portétaies tais como ipads, ipods touch e iphones, ainda assim não se compara ao que a micro$oft fez.

    O windows 8 é, na minha opinião, muito mau com este novo UI. Nem todos são adeptos das tretas designadas de redes sociais e ou maníacos das “apps”.

    No meu desktop, continuarei com o windows 7 até sair um novo windows que dê seguimento ao 7 e não ao 8, caso contrário penso que migrarei para o MAC OS tal como já fiz a nível de laptop sem qualquer arrependimento.

    • parece então que você vai se estagnar no WIndows 7. Agora, apartir desse novo passo que a M$ fez com o Windows 8, acredito que o próiximo S.O daqui a 2 anos (se seguir o tempo cronológico de 2 em 2 anos de lançamento de novos Sistemas Operacionais), seguirá a mesma linhagem de U.I do Windows 8 isso se a M$ não fizer o Desktop clássico cada vez menor no Sistema Operacional…

  60. Para já as minhas desculpas se esta questão já está por aqui comentada e não dei por ela, dado o elevado número de participações…
    Instalei ontem o Windows 8 Pro, correu tudo muito bem e estou a gostar, apesar de me encontrar na fase das “descobertas”, mas interessantes…
    No entanto acho estranho não conseguir abrir algumas aplicações no Start Screen, como, por exemplo, o calendário, a meteorologia, mapas, jogos…
    Qual será o “truque”, o que estará errado ou em falta para algumas aplicações começarem a funcionar?
    Há que ir aprendendo, não está a ser difícil, pelo contrário, mas alguma coisa me estará a falhar, por isso agradecia uma pequena ajuda.

  61. o w8 é muito melhor que o w7 eu gostei muito do w8 demora pra se acustuma mas vale a pena

  62. Comprei hoje um Portatil com o windows 8, não gostei, pois não tem nada a ver com algo profissional mas sim com jogos facebooks que pegou na moda de todos, e pior que o serial do windows vem gravado na bios em lugar de vir no selo.
    Adorava Windows era meu sistema operativo favorito, mas hoje tomei a decisão de optar pelo linux apesar de haver pouco software.
    O Windows fica para quem gosta de enviar mensagens a toda hora como nos telemóveis querendo saber da vida de um do outro, espreitanto as fotos das outras pessoas e colocando um gosto.
    Eu fiquei desgostoso com esta versão que ando batento com o ponteiro do rato nos cantos do monitor nem dá para fechar as janelas que estão abertas.

    • Tens razão,para quem não tem um touch screen,o windows 8 é simplesmente intragável,irritante,parece cheio de bugs ou mal acabado.Mas a cereja em cima do bolo é mesmo a falta do menu iniciar. E realmente quando dou conta tenho varias aplicações abertas,para fechar algumas só com altF4,é ridículo. O lado direito do meu monitor já deve estar partido tantas vezes levou com o rato para aceder ao botão de desligar.

      • Primeiro, o menu iniciar não desapareceu, depois não precisas de fechar as aplicações da Modern UI, depois há vários atalhos que dão muito jeito e não custam nada a aprender e fechar as janelas que estão em full screen continua a ser tão fácil como dantes.

  63. Bem, já reparei nos comentario que munda gente esta a criticar o windows 8, bem, eu já tenho o widowns 8 Pro WMC, a verção final, e quero dizer que está muito bom, o meu Pc arrana em menos de 15 segundos e enquanto que com o windows 7 e até mesmo o Linux, demorava cerca de 1 minuto a ligar. Em relação as pessoas não virem a usar o windows 8 porque e tutalmento diferente de todos os windows que conhecemos, mas o facto e que basta trabalhar nele duas ou trez vezes que apanha logo o jeito, e muito facil e atrativo, eu mesmo critiquei o windows 8, mas de facto esta muito bom. E será que alguem sabe quando e que custa re-escrever o Windows? É muito dinheiro em jogo. A microsoft e a melhor e vai ser sempre, devia ser feito uma estatística para ver quantas pessoas em media usam o winodws ou Mac ou Linux.

    Mas está muito bom. Aconselho.

  64. Fiquei desapontado,comprei um portátil com o W8 e não me adapto ao novo interface,o facto de terem tirado o menu iniciar é simplesmente aberrante.No Desktop de certeza que não vou ter um W8.

    • Eles não eliminaram o menu iniciar, pura e simplesmente mudaram o nível de abstracção, ele ainda existe. Já o uso desde finais de Agosto e já não me consigo ver sem ele.

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.