StreetView Explorer – Google StreetView no seu desktop

Todos conhecemos o Google Street View. É um complemento que o Google Maps e o Google Earth têm e que nos permitem “navegar” de forma realista pelos locais que quisermos. Este “serviço” da Google, depois de ter passado por vários problemas relacionados com a privacidade dos utilizadores, está de pedra e cal na Internet e permite que visitemos de forma virtual muitas partes do nosso globo.

Apesar de ser muito intuitivo de usar, está dependente do browser ou do Google Earth e não nos permite navegar de forma fluída. É aqui que entra e StreetView Explorer, que nos vai permitir que naveguemos de forma muito natural em todos estes ambientes virtuais.


O StreetView Explorer permite que controlemos o boneco que representa o Google Street View no local que pretendamos visitar e assim podemos fazer a visita como se estivéssemos nesse local. A fluidez que o Google Street View não fornece é disponibilizada pelo StreetView Explorer pois este recolhe as imagens adjacentes antes de indicarmos que pretendemos seguir por essa direcção.

Outra vantagem do StreetView Explorer é que podemos controlar a navegação através dos cursores do teclado ou com o rato. Podemos ainda alterar a orientação para onde pretendemos olhar.

Caso pretendam podem alterar o nível da que a vista é usada. Desde o Birds Eye até ao nível do solo. Esta alteração é feita com o botão de scroll do rato. Existe ainda um modo em que podem colocar o boneco do Street View a andar de forma automática no sentido que indicarem.

Ao clicarem na janela do StreetView Explorer o rato ficará preso nessa janela e passará a ser usado para definir a direcção da vista. A forma de fazer o rato “sair” da aplicação é através da tecla Esc.

O StreetView Explorer está disponível para os três principais sistemas operativos e assim podem utilizá-lo no Windows, Linux ou Mac. Cada versão foi desenvolvida de forma específica e é uma aplicação totalmente portátil.

A forma de usar o StreetView Explorer é simples. Basta que escolhamos o local pretendido no Google Maps e que copiemos o link para a interface do StreetView Explorer. Estão já disponíveis vários locais de forma pré definida e que podemos visitar. Se pretenderem podem ainda adicionar os vossos locais a essa lista disponibilizada.

O StreetView Explorer tem disponível várias configurações que podem alterar para que assim tenham maior ou menor qualidade de detalhe ou textura. Podem ainda eliminar a cache de imagens que foram recolhidas para que assim não estejam a ocupar espaço de forma desnecessária.

Vejam no vídeo abaixo a forma de usar o StreetView Explorer e percebam a vantagem que tem face às soluções que a Google nos disponibiliza, Maps ou Earth:

Usem o StreetView Explorer para os vossos passeios virtuais e para visitarem todos os locais que gostariam. Caso não saibam onde se dirigir primeiro, usem os locais que vêm pré-definidos no StreetView Explorer. Aproveitem e passeiem bastante… Preparem as vossas férias e vejam tudo aquilo que vão poder encontrar.

Licença: Freeware
Sistemas Operativos: Windows, Linux, Mac
Download: Street View Explorer 1.0.1 Windows [1.3MB]
Download: Street View Explorer 1.0.1 Linux [2.6MB]
Download: Street View Explorer 1.0.1 Mac [13.0MB]
Homepage: Street View Explorer



  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


11 Comentários

  1. Estou com problemas a instalar isso no ubuntu :X

    • Bem, eu também Linux use…
      Normalmente basta fazer “sudo ./file” e já está, mas este x-executable deve estar danificado.
      Mas isto está uma excelente aplicação… Este Google não para!!!

    • Após uma breve pesquisa descobri que é necessário ter obrigatoriamente instalado estes pacotes: xwidgets; libjpeg; zlib e libcurl que podem ser facilemente instalados no Gestor de Pacotes Synaptic. ;)
      Depois disto já vai trabalhar tudo direitinho :D

      “OS X / Linux
      In the mac / linux folder there are NetBeans projects included. In order for the compile to work you need the following libraries installed: wxwidgets 2.8 or 2.9, libjpeg, zlib, libcurl and for linux also glew.”
      Fonte: http://www.code.google.com

      • Podes me dar os comandos específicos?
        Uso linux à menos de 2 semanas.

        • Para instalares os pacotes basta ires a “Sistema> Administração> Gestor de Pacotes Synaptic”
          Depois escreves lá o nome do pacote e aquilo procura. Depois basto seleccionar o que queres e por aplicar (e aquilo instala sozinho em segundos).
          Depois de baixares todos os pacotes necessários, abres uma konsola e escreves “sudo ./file” para executar o ficheiro.
          Atenção! Quando abres a konsola vai-te abrir na tua “pasta pessoal”. Para ires ao Ambiente de trabalho vais usar o comando “cd”, por exemplo metes “cd/Área\ de\ trabalho”. Se tiveres uma pasta no Amb. Trab. fazes igual “cd/cd/Área\ de\ trabalho\/nomepasta”.

          DICA1: usa o TAB na konsola para escrever logo tudo… por exemplo, escreves “Ár” e clicas TAB e aquilo escreve logo “Área\ de\ Trabalho/”
          DICA2: ao abrir a consola escreve “ls” para veres onde estás e que ficheiros estão lá dentro.
          Não te assustes! Isto é estranho ao inicio, mas isto é a melhor coisa do mundo :D

          Isto é um resumo, alguma coisa mais ao detalhe avisa que eu explico-te ;)

  2. Hmmm…. Parece interessante.
    Tenho de o experimentar.

  3. Dá ideia que falta limar algumas arestas.

  4. Quando é que o boneco tipo estátua será substituído por um boneco animado tipo humanoide?

    Bem hajam!

  5. não dá no meu w7 32bit :(

  6. Link quebrado… “erro 404″ página não encontrada!

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.