Usamos cookies para garantir a melhor experiência de utilização no Pplware.com - Saiba mais sobre os nossos cookies
Ok

Execução de Máquinas Virtuais como serviços no Windows

3. Iniciar o editor de registo (Iniciar → executar → regedit → OK)

3.1 Navegar até < HKEY_LOCAL_MACHINE\SYSTEM\CurrentControlSet\Services\ > e seleccionar o nome do serviço criado no passo 2.

3.2 Carregar com o botão direito do rato no nome do serviço

3.3 Selecionar a opção “Novo → Chave” chamada de “Parameters

3.4 Selecionar a chave criada e carregar com o botão direito do rato na janela do lado direito

3.5 Selecionar a opção “Novo → Valor da cadeia”, colocar o nome “Application

3.6 Repetir o passo 3.5 2x e colocar com os nomes “AppDirectory” e “AppParameters

3.7 Fazer duplo click no campo “Application” e colocar na caixa de texto < c:\windows\system32\cmd.exe >

3.8 Fazer OK

3.9 Fazer duplo click no campo “AppParameters” e colocar o valor < /c %PROGRAMFILES%\Oracle\VirtualBox\VBoxHeadless.exe -startvm  <NOMEVM> > substituindo o campo <NOMEVM> pelo nome da máquina virtual criada nos pré-requisitos.

3.10 Fazer OK

3.11 Fazer duplo click no campo “AppDirectory” e colocar o valor < %PROGRAMFILES%\Oracle\VirtualBox\ >

3.12 Fechar o regedit

4. Ir ao gestor de serviços (Iniciar → executar → services.msc → ok)

4.1 Selecionar o serviço criado no ponto 2 e selecionar “Iniciar”

Debug:

  • Para testar se a máquina virtual irá correr sem problemas deve abrir uma janela do “cmd” e colocar o comando: < %PROGRAMFILES%\Oracle\VirtualBox\VBoxHeadless.exe -startvm <NOMEVM> > (substituindo o campo <NOMEVM> pelo nome da máquina virtual criada nos pré-requisitos.)

Logs:

  • Os logs estão guardados na pasta < %USERPROFILE%\VirtualBox VMs\<NOMEVM>\logs > ( substituindo o campo <NOMEVM> pelo nome da máquina virtual criada nos pré-requisitos ) ou na pasta < C:\Documents and Settings\Default User\.VirtualBox > ou < C:\Users\Default User\.VirtualBox > ( no caso do Windows Vista ou Windows 7 )

Para verificar se a máquina está a ser executada podem verificar se os processos “VBoxHeadless.exe” e “VBoxSVC.exe” estão a correr com a ajuda do programa Process Explorer.

Espero que este artigo vos seja tão útil como me foi a mim.

Fonte

Páginas: 1 2



  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


53 Comentários

  1. lolololololololol
    “Hoje acordei a pensar como seria espetacular poder colocar uma ou mais máquinas virtuais do VirtualBox no arranque do computador”…
    Eu cá acordei a pensar com quem iria fazer o amor! Mas cada um com a sua!
    Brincadeira à parte gostei do artigo! gratz

    • Acontece, eu sei que é um pouco esquisito, mas num dia mau, já cheguei a sonhar com resoluções para problemas nos códigos de programação… How geek is that! lol

    • Facepalm =D

    • Ya loool realmente tiveste piada Legion.
      Eu acho o pplware muito fixe mas de facto estas introduções aos artigos estilo “Hoje acordei a pensar”, “Ontem estava à conversa com um amigo”, “Estava em casa e telefonaram-me com esta dúvida” são um bocado dispensáveis.
      De facto até já passei por um período de não vir ao pplware porque em todos os artigos, aquela primeira parte que aparece na página principal, é sempre só encher chouriços.
      E há vezes que de facto não nos interessa a notícia toda, apenas o resumo, e ainda assim temos de clicar para ler tudo pois a parte inicial que vemos na página principal em vez de ser logo um resumo é só palha.
      Enfim isto é uma critica CONSTRUTIVA que já andava para dizer há imenso tempo e agora como falaram nisso aproveitei a oportunidade.
      Abraços

      • Eu nunca meto a intro que gostava de meter, seria terrível dizer o que me apretece, temos de fazer uma intro que descreva o que vamos apresentar, o Francisco meteu a verdade… CRUZ já… 30 chibatadas…

        Xico… não te safas… :D

        Nuno, fizeste bem em dizer, mas eu com 11 mil artigos escritos, tenho receio de me repetir. ;)

      • Por incrível que pareça é mesmo verdade, não pus para encher chouriços, pus por ter sido o que me aconteceu. lol

        • O meu comentário foi mesmo pelo sentido cómico da coisa! Apeteceu-me “trollar-te”.

          Já passei pelo mesmo, deitar-me com problemas de código levantar-me às 4 da manhã e “PUFF fez-se o chocapic”!

          Algum informalismo nos artigos não fica mal. Desde que as reviews sejam boas e úteis por mim… javardem à vontade!

      • Compreendo o que dizes Nuno, e também já cai no erro de pensar no mesmo que tu; mas a verdade é que as primeiras linhas são as mais difíceis, e introduzir um artigo não é algo fácil.

        O blog não é 100% técnico, mas também não é 100% noobish digamos assim, portanto é preciso manter o meio termo. Isto porque também segundo percebo, tenta-se manter uma relação próxima entre quem escreve para quem lê.

        É a minha maneira ‘de ver a coisa’.

        cumps

    • Normalmente “pensar com/em” = “ter falta de”. ;)

  2. Esta noticia fez-me lembrar aquele ataque que a microsof fez a virtualização.

    link: http://www.vm-limited.com/

    quem não viu aconselho vivamente ;).

  3. Existe uma ferramenta que executa o Virtualbox como serviço, inicia as VMs no inicio do SO, grava o estado no shutdown, coloca um icone para controlo do Virtualbox, muito completo mesmo, utilizo num server prefiro em vezdo Hyper-V. O nome da ferramenta é VBoxHeadlessTray, fica a dica vale a pena review ;)

    • No site deles diz:

      VBoxHeadlessTray is simple windows app that runs a VirtualBox VM as a tray icon:

      Não fala nade em correr como serviço nem iniciar no início do SO. Instalei e não vejo mais nada a não ser começar uma máquina.

      Mas pode-me ter escapado alguma coisa.

    • otima dica meu!
      nao é que ele executa como servico, mas sim ja adiciona no msconfig e a maquina virtual que tu escolher no programa, quando o computador desligar e ligar novamente, esse programa inicia novamente a mauqina virtual! muito massa

  4. Muito bom o artigo.

    Mas poderia explicar para Linux também iria ser muito interessante.

  5. Boa dica (:

    Off topic: gostaria de saber se há maneira de fazer algum tipo de limpeza à pasta winsxs

    formatei ontem o pc e hoje ja tem mais de 8gb nessa pasta, que faz 25% do total usado no meu disco até agora

  6. Deixa de ser newbie.

    Clica com o botão direito do mouse na máquina virtual que tu quer. E clica em “Criar atalho”. Vai ser criado um atalaho na área do caralho. Aí é só tu copiar p/ Menu Iniciar – Programas – Inicializar. Se tu quiser rodar toda vez que o micro ligar, é só colocar pra entrar no windows direto(http://goo.gl/yquEc).

  7. Eu uso o virtualbox headless tray http://www.toptensoftware.com/VBoxHeadlessTray/

    no startup. funciona bem.

  8. Sinceramente não percebi para que serve isto…
    É para iniciar uma ou mais máquinas virtuais no arranque do Windows??

    • Sim.

      Não te esqueças que a Virtualização não tem como primeiro objectivo testar novos sistemas operativos, mas sim multiplexar a capacidade de uma máquina, podendo esta correr varios servidores mas de forma separada, algo que sem a virtualização obrigaria a um servidor por serviço pretendido.

      cumps

      • Mas não basta pôr o atalho das máquinas virtuais que se deseja que arranquem com o Windows na pasta “Arranque” do menu Iniciar???
        Ou o objectivo é outro??

        • Não se as máquinas virtuais estiverem num servidor. Por exemplo, onde trabalho, tenho um servidor a correr o windows server 2003 e lá dentro uma vmware com o OpenVPN AS, se, por qualquer razão, o servidor reiniciar e apenas tiver o atalho na pasta “arranque” a VM só corre após fazer login, sendo um serviço corre sempre como qualquer outro serviço do windows.

          Cumprimentos

  9. Só por curiosidade: qual a vantagem de correr a VMs como serviço??

  10. agora para simplificar a coisa, mas em linux. Ainda dizem que linux e complicado, lolololol vejam esta configuracoes todas em windows.
    Tenho isto feito em linux sem ser preciso ambiente grafico e tem 4 S.O. a a rrancar em 1 minuto tudo ao mesmo tempo.

  11. Muito bom artigo!!!

    @Guilherme de Sousa e @jpng81 desafio-vos a fazerem um artigo para linux e @AppleGeeks para MacOS! Seria ótimo dar continuidade a este artigo.

  12. “Hoje acordei a pensar como seria espetacular poder colocar uma ou mais máquinas virtuais do VirtualBox” a correr o OS X Lion, em windows, será que foi um sonho?

  13. TEnho um i7 com 6 gb de memória mas quando meto mais que 2 máquinas virtuais com 1 gb de memória o sistema fica instável e não consigo correr mais máquinas virtuais em simultâneo.

    Devo aumentar para 12 gb ?

    • não.. Deves colocar maquinas virtuais em hds diferentes. caso contrario 2 maquinas virtuais + sua maquina concreta. total 3 maquinas no mesmo hd, sua taxa de leitura cai para menos de uma pen USB de 15 MB/sec

      • o sistema está com um ssd. as máquinas estão num disco à parte. o sistema começa a dar mensagens de falta de memória. se nºao tiver nada aberto no sistema principal aguenta até 3 máquinas senão só 2 e às vezes mal

    • Sim.

      Nunca se tem memória a mais. 16GB ainda seria melhor.

  14. Bem… eu cá já sonhei com muitas coisas relacionadas com informática mas era para atrasar o fim de uma certa actividade que também se faz na cama, mas também já sonhei com soluções de problemas, muito geek mas é verdade. Cada um com as suas técnicas digo eu!

    Abc
    Miguel

  15. Parece que ainda não “se fez luz”… Muitos ainda perguntam para que serve / qual o interesse… etc.

    Pessoalmente já não uso o srvany há muito tempo (usava em servidores para estabelecerem ligações dial-up!).

    Actualmente pode ser aplicado a outros cenários. Correr qualquer programa sem termos que iniciar uma sessão nesse computador (tipicamente um servidor onde não login automático – logo a pasta de arranque não funciona!).

    No virtualbox o modo headless é útil… mas com o srvany melhor fica!

    Outro exemplo muito útil será o Dropbox como serviço! Mas há mais…

  16. Confesso que nunca usei virtual box , logo só uma nota tendo em conta o que li no tutorial mas usando vmware server 2.x que e free só requer registo , fazer o q se propõe aqui e deveras mais simples,mas nunca vi mensionarem aqui o vmware ao q parece o virtualbox ta na moda ;) mas n de esqueçam dos senhores da vmware q já ca andam a uns tempos.

    • São soluções diferentes.

      A ideia da posta é teres por exemplo o Windows 7 e teres ao mesmo tempo as VMs. A diferença entre o que tu dizes com o VMWare Server e esta é que se quiseres usar a máquina para jogar ao último jogo da moda, com esta podes, com o VMWare Server não.

      Agora, para um servidor onde nunca ninguém sequer vai jogar ao Minesweeper, aí a conversa é outra.

      • Eu tenho uma máquina que uso para fazer applicações Silverlight que tem um ambiente de desenvolvimento e o silverlight é pesadote no browser, e é na boa, faço play a maquina e tou a trabalhar nela como se tivesse na minha máquina, claro com as limitações das restrições de consumo de ram que lhe impus a partida, para jogar nunca testei , mas para tudo o resto até agora é muito bom

  17. E para Maquinas VMWare Server, existe algo parecido ?

    Podemos colocar o atalho no arranque do windows, e ele chamará a VM, mas depois temos o “problema” da autenticação no VM Server.

    Obrigado

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.