PplWare Mobile

Comandos Linux para Totós – Tutorial nº7

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

Deixe um comentário

23 Comentários em "Comandos Linux para Totós – Tutorial nº7"

avatar
  Subscreva  
Notify of
Serva
Visitante
Serva

errata ” Linuxianos ” desculpem

Serva
Visitante
Serva

Fantástico , era giro criarmos uma comunidade de Luxianos , excelente trabalho Pedro , orgulho-me podes acreditar em ter esta pagina como a minha Home page , alguns amigos quando vão a minha casa dizem-me ” é pá és das poucas pessoas que não tens o Google como Home , e eu digo-lhes queres estar em cima do acontecimento , passa a visitar esta página é grátis e dá milhões ”

Continuação do bom trabalho

Cumprimentos

Serva

dezignerdrugs
Visitante

Pedro, com estes tutorias ate aptece-me instalar o uBunto no meu mac 😀

eu
Visitante

Continua!

Cada Post com grande valor e simplicidade! É bom por o pessoal a conhecer melhor o linux!

Deus
Visitante

Quando é que falam do comando sudo rm-r / 😀

DaniR
Visitante
DaniR

Ainda no ano lectivo que passou um colega meu executou esse comando no seu Debian. Ele executou-o por pura brincadeira pensando estar a trabalhar na máquina virtual, e lá se foram os trabalhos de um semestre inteiro!

Gostei desta rubrica nº 7, é sem dúvida uma das mais úteis.

Aproveito para deixar uma sugestão para uma possível rubrica sobre redirecionadores de input e output para alterar o stdin e stdout. Dá para fazer umas brincadeiras giras sobre ficheiros usando essa técnica.
Cumprimentos.

Deus
Visitante

Este comando é muito “perigoso”, eu fiquei com remorsos por ter postado isso aqui.
Eu coloquei isso na inocência, é uma piada muito conhecida…

Luis
Visitante

Um dia destes, em vez de abrir o google, vou directamente ao pplware 😉

André Silva
Visitante

Eu costumo usar o

ps aux | grep processo

para procurar processos por nome, e obter o seu PID. Por curiosidade, aproveito para perguntar se conhecem alguma forma mais simples de procurar um processo pelo seu nome? Quais os comandos que utilizam?

Filipe
Visitante
Filipe

Se quiseres matar o processo: pkill (tem “tab completion”)

Linus
Visitante
Linus

Gostei muito. Obg.

zhor
Visitante

Muito bom!

Estes tutoriais é algo que nunca deve acabar.

Rui
Visitante

Boas tardes!

Os meus parabéns por este bom post! vamos entrar na parte que mais me interessa, administração! vai servir bem como suporte para o LPIC-II.

Gabriel Queiroz
Visitante

o xkill funcionam so com o mouse, ou tem parametros tbm? so usei ele uma vez com o mouse.