PplWare Mobile

Comandos Linux para Totós – Tutorial nº13

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

Destaques PPLWARE

Deixe um comentário

18 Comentários em "Comandos Linux para Totós – Tutorial nº13"

avatar
  Subscreva  
Notify of
Óscar
Visitante
Óscar

Adorei este artigo… Sou um fanático pelo Linux…
Seria possível colocarem Todos os artigos do ” Linux para Totós” num documento do tipo pdf ou de outro tipo??? Dava bastante jeito…

mana
Visitante

“De facto, o Windows vem limitado de fábrica a este cenário, mas basta alterar uma configuração e passa a permitir várias sessões por utilizador simultaneamente”

Alguem explicar como se faz isso?

Paulo Cesar
Visitante
Paulo Cesar

O controle de usuários é a essência para uma boa administração da máquina.
Só uma ressalva:
Onde se lê GUI na verdade é GID (Group ID), identificador do grupo.
GUI me fez interpretar com Graphical User Interface (Interface Gráfica do usuário) :).

André Silva
Visitante

Boa dica a do /etc/default/useradd. Quando se têm de introduzir alguns utilizadores, torna-se chato ter de andar a escrever todos os argumentos para o programa, ainda com o risco de nos enganarmos em algum, e ter de fazer tudo de novo…

Uma dica que deixo para um futuro tutorial desta rubrica é a utilização de links, com recurso ao ln. Seria uma excelente oportunidade para explicar os diversos tipos de ligações, e como cada um pode ser útil numa determinada situação.

Cumps.

tfae
Visitante

Nunca percebi bem isto de “o Linux é um sistema multi-utilizador já que permite o acesso simultâneo de vários utilizadores.”.

Alguém mais entendido me pode elucidar quanto ao significado dessa afirmação?

Os outros SO, o Windows por exemplo, também não permite vários utilizadores?

Obrigado desde já 🙂

Guilherme de Sousa
Visitante
Guilherme de Sousa

Em simultâneo o windows não permite (acho que a versão server é a única com isto).

Em Linux podes ter quantos utilizadores quiseres ligados em simultâneo. Por exemplo podes ter inúmeros utilizadores logados em ssh. Todos estão a utilizar a máquina ao mesmo tempo.
Alias há até maneira de só com uma máquina teres dois ecrãs, com dois teclados e dois ratos e cada ecrã logado utilizadores diferentes; ou seja, tens uma máquina para dois utilizadores!

cumps

Renato Peixe
Visitante
Renato Peixe

Sim. O Windows também é multi-utilizador. No entanto, há um mito que consiste em afirmar que o Windows, ao contrário do Linux, apenas permite uma sessão por utilizador simultaneamente. De facto, o Windows vem limitado de fábrica a este cenário, mas basta alterar uma configuração e passa a permitir várias sessões por utilizador simultaneamente, tal como acontece em Linux.

Guilherme de Sousa
Visitante
Guilherme de Sousa

É normal que se diga que não é multiutilizador, se é nesse estado que vem de origem.

cumps

mana
Visitante

“De facto, o Windows vem limitado de fábrica a este cenário, mas basta alterar uma configuração e passa a permitir várias sessões por utilizador simultaneamente”

Podes explicar como se faz isso?

Bruno Silva
Visitante
Bruno Silva

Boas! Muitos parabéns pela rubrica 🙂

E que tal um tutorial para adicionar uma máquina linux a um domínio windows?

Fica a ideia.

Keep the good work 🙂

Artic
Visitante
Artic

Bom artigo e boa sugestão.

Por acaso penso que seria um artigo de bastante interesse.

Gonçalves
Visitante
Gonçalves

Ora aí está uma coisa que me interessa. Se bem que nestas coisas do linux basta procurar.