Android: Activar a compressão de dados no Chrome Beta

O investimento que a Google tem feito no Chrome, revela bem do empenho que está a ser posto para que este se torne o melhor browser disponível para todos os sistemas operativos.

Depois de conquistados os utilizadores dos computadores pessoais, a Google investiu nos sistemas móveis, com a disponibilização de versões para o Android e para o iOS.

A versão para Android tem, para além da versão estável, também disponível uma versão Beta, onde a Google mostra aos utilizadores os mais recentes desenvolvimentos. Entre esses desenvolvimentos um pode fazer a diferença no momento de usar o Chrome ligado a redes 3G/4G. Falamos da compressão de dados.

chrome_beta_android_0


Esta função que a Google agora disponibiliza na versão 26 do Chrome Beta para Android, não é uma invenção e outros browsers já o têm implementado.

A compressão de dados é uma função que permite que os dados não sejam encaminhados directamente para o vosso equipamento e sejam antes filtrados e optimizados pela Google, de forma a que consumam menos tráfego e assim aliviem os dados a pagar.

Pode ser usada também para optimizar e tornar mais rápida a navegação na Internet nestes dispositivos, o que é com certeza do agrado de todos.

O objectivo deste artigo é explicar aos nossos leitores como activar esta funcionalidade, que não se encontra acessível através de uma simples opção nas definições e deve ser activada através de uma flag no Chrome.

Como activar a compressão de dados no Chrome Beta para Android?

Requisitos

Em primeiro lugar é necessário que tenham instalada a última versão do Chrome Beta para Android no vosso dispositivo. Para isso apenas necessitam de aceder à PlayStore e instalá-la no vosso telefone ou tablet.

Caso já a tenham instalada é necessário que a actualizem para a última versão.

Activar

Depois de instalada essa versão Beta, devem abri-la e aceder à zona de activação das funções de teste do Chrome. Devem fazer da mesma forma que o fazem na versão Desktop.

Basta que coloquem na barra de endereço do Chrome Beta o endereço chrome://flags. Se preferirem podem também aceder com o endereço about://flags.

chrome_beta_android_1

Na página que for aberta vão ser mostradas as experiências que podem ser activadas. No caso da compressão de dados devem procurar a experiência Enable Data Compression Proxy que deve estar logo no início.

Escolham a opção Activar e de seguida carreguem no botão Reiniciar agora.

chrome_beta_android_2

A partir desse momento a compressão de dados no Chrome Beta está activa e será usada sempre. Podem agora começar a navegar e comparar os tempos e a velocidade dessa mesma navegação.

Monitorizar

Mas a Google disponibiliza uma forma de os utilizadores saberem a quantidade de dados que estão a ser poupados e a percentagem desses mesmos dados, face ao consumo que seria esperado sem a compressão de dados activa.

Para aceder a esses dados devem novamente aceder a uma página “especial” do Chrome. Comecem por escrever na barra de endereço chrome://net-internals/

chrome_beta_android_3

Dentro da página que for aberta devem procurar por Bandwith, no menu da esquerda. Seleccionem essa opção e vão ver o volume de dados que estão a ser transferidos e a respectiva compressão.

Os dados são mais fiáveis após alguma navegação, mas as taxas de compressão vão ser notórias e visíveis. Notem também que vão ser apresentados dados referentes à sessão actual e ao total de dados transferidos.

A actualização dos dados apresentados é feita de forma automática, não sendo por isso necessário que actualizem a página.

chrome_beta_android_4

A activação desta opção no Chrome Beta para Android apenas afecta o tráfego de dados usados por esta aplicação e não interfere em nada com os restantes que o Android trocar com a Internet.

Todos os dados do Chrome Beta para Android vão ser reencaminhados para os proxys da Google e optimizados. Conseguem assim melhorar as transferências e a velocidade com que os mesmos são recebidos no vosso equipamento.

Download: Chrome Beta Android
Homepage: Google Chrome





  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


4 Comentários

  1. Do que eu li, nao e bem assim.
    Apenas dados HTTP passam pela proxy da google.

    • Tem toda a logica, ou querias que eles desencriptassem os dados https e enviassem em http?

      O mais importante neste caso e a compressao de imagens de publicidade e conteudo, isto sim faz com que gastemos por vezes mais de 500kb a fazer reload a uma pagina web.

      Eu apenas uso https para aceder a sites bancarios e onde preciso de maxima segurança. Nao tenho qualquer interesse em que passem por qualquer proxy ao contrario do trafego banal http.

      No entanto e mais uma maneira da google saber por onde andamos.

  2. Cuidado quando forem ativar leiam o que está na página:

    “Tenha cuidado, estas experiências podem morder”

    :) Que belo browser, até morde.

    “e o navegador pode até entrar em combustão espontânea”

    E até pode explodir o seu PC :)

  3. Uma copia “turbo” do browser Opera. So vem é com muitos anos de atraso XD

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.