Download do Linux Mint 10 “Julia” – LXDE

Quem nunca ouviu falar bem do Linux Mint?

Depois de quatro meses do lançamento do Linux Mint 10 “Julia” Gnome, a equipa responsável pela distribuição Linux Mint,disponibilizou a versão LXDE (Lightweight X11 Desktop Environment).

O Linux Mint é uma distribuição baseada no Ubuntu mas que apresenta de origem, um “look and feel” incomparável a outras distribuições.

Esta distribuição é normalmente uma das preferidas dos utilizadores devido a sua usabilidade e simplicidade uma vez que há muitos pacotes que já vêm instalado por omissão: plugins do browser, codecs e players, entre outros.

mint_10

O Linux Mint 10 LXDE traz algumas novidades que certamente irão conquistar muitos utilizadores e das quais destacamos as melhorias a nível do suporte para o Adobe Flash, melhor suporte para o virtualbox (através do pacote virtualbox-nonfree, melhorias a nível do suporte a repositórios, melhor  organização e novos ícones no gestor de aplicações, e melhorias significativas no gestor de actualizações (Possibilidade de ignorar updates, Tamanho dos updates e Possibilidade de realizar testes de ligação).

mint_10_00

Requisitos

  • Processador X86 (32 bits)
  • Processador X86_64 (32 e 64 bits)
  • 512 de RAM
  • 3 GB de espaço em disco
  • Gráfica compatível com resolução mínima de 800×600
  • Drive de CD-ROM ou porta USB

Esta é sem duvida uma distribuição onde reina a beleza e a simplicidades. Os utilizadores que ainda possuem a versão Release Candidate do Linux Mint 10 LXDE, podem facilmente actualizar através  do build-in Update Manager.

Artigos relacionados

altLicença: GPL
altDownload: Linuxmint-10-lxde [687MB] | Torrent
altHomepage: Linux Mint



  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


23 Comentários

  1. Boas,
    Será que esta versão corre fluída no seguinte pc:
    - intel Celeron 500 mhz
    - 512 Mb Ram
    - HDD 8 Gb

    O seu uso seria apenas ver umas paginas de internet e ver uns emails cons umas apresentações .pps pelo meio….

    • Penso que sim. Senão experimenta o Lubuntu. Esse, de certeza que corre sem problemas nesse computador.

    • Com essa configuração, é possível e sobra.
      Isso se usar apenas os aplicativos feitos em GTK+ e Qt puros, pois ao misturar aplicativos do GNOME e/ou KDE já começa a pesar mais.
      Com 8 GB de HD, vai ter que fazer uma seleção minucioasa dos aplicativos para poder sobrar mais para documentos.
      Recomendo para Mint, Ubuntu ou mesmo o Debian com LXDE ou KDE 3 que faça periodicamente um “apt-get clean” como root para limpar os pacotes baixados e liberar mais espaço em disco.
      Quanto ao processador ele suporta bem, mas com essa frequência, paciência vai ser importante para algumas tarefas pesadas.
      Quanto à memória RAM, mesmo se tivesse 256 MR de RAM ainda daria bem. O ambiente gráfico LXDE com penduricalhos ainda consome menos, dependendo do caso, entre 50 a 128 MB de RAM.
      Como vai abrir PPS, recomendo instalar o LibreOffice 3.3 e procurar uma extensão que abre PPS automaticamente em modo apresentação. A extensão é “ImpressRunner”, do endereço:
      http://extensions.services.openoffice.org/project/ImpressRunner

  2. Tenho-o instalado de raiz, mas de facto não é muito bom, visto que apenas apresenta um interface adequado. A nível de ocupação em disco, memoria apresenta uma performance engraçada, mas não é o preferido.

  3. oi malta tenho um pc +- velho e queria instalar o Zorin OS, vi no baixaki e parecia ser bom, mas quero saber a vossa opinião sobre esta distribuição linux(sendo que a interfase é parecida ao win7).

  4. Quando o Linux suportar devidamente gráficos alternáveis eu mudo para ele. Enquanto isso fico pelo maravilhoso Windows 7! : )

    • Boas..
      se preferes o windows…sou da opinião que não deves sair dai.
      Uma pessoa deve usar aquilo que gosta, eu uso o meu maravilhoso Linux e não vou ao windows porque não gosto.
      Cada um deve usar aquilo que gosta e não aquilo que os outros gostam ;)

      cmps

  5. Já experimentei várias “distros” e fiquei pelo Mint.
    Para mim, notem bem que disse para mim, é a mais amigável.
    No trabalho sou obrigado a usar Win XP, no portátil impingiram-me o Win 7, mas a primeira coisa que fiz foi instalar o Mint em “dual boot” com o Win 7 (só para lá ir de vez em quando e a seguir me autoflagelar ;) )e instalar o win xp numa máquina virtual (por causa de uma coisa, do trabalho, que preciso de fazer e ainda não consigo no Linux.

  6. Acham o Mint melhor para me iniciar no Linux, ou o Ubuntu?………

    Não gosto muito da barra inferior no Mint, mas penso que deve dar para alterar isso para superior…..certo?

    • Tanto o Ubuntu quanto o Mint é bom para iniciar. O Mint vem mais preparado em termos de aplicativos multimídia: codecs, Flash e Java já prontos. No Ubuntu, para ter esse conteúdo restrito, é necessário permitir o uso de repositórios restritos e instalar o ubuntu-restricted-extras (tudo isso, por questões legais quanto à distribuição de aplicativos).
      A barra inferior pode ser transferida para a parte superior da tela, botão direito na barra, propriedades. Pode ser necessário destravá-la antes se a mesma se encontrar neste estado com a opção Destravar também acessada com o botão direito.

      • Complementando: o comportamento da barra para trocar de inferior para superior eu consegui na versão GNOME, mas o LXDE eu não testei. Pode ter uma opção semelhante à do GNOME.

  7. Opa, vou experimenta no Vmware, valeu pela dica!!!

  8. boas a todos

    tenho instalado e recomendo vivamente .

  9. Rúben Lopes [Lopesmaio]

    Nem compreendo por que insistem em recomendar o Ubuntu para novos utilizadores Linux, acho que o Mint é muito mais amigável, não só à vista, mas também em usabilidade, isto é, não costuma dar tanto trabalho com plug-ins & companhia, já vem tudo pronto para uso… xD

  10. Não gostei do Mint, pois tem o visual do Gnome e menus do KDE, que por sua vez são uma cópia de mau gosto do Windows.

    Portanto continuo com o Ubuntu, ou qualquer distro que tenha personalidade própria (ou é gnome ou é KDE, e sem querer imitar o Windows)

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.