Alterar dados da carta de condução


Destaques PPLWARE

50 Respostas

  1. Jorge Rodrigues says:

    ora ai está algo util e que a ser feito nas instalações do IMTT demora uma eternidade.

    • Bruno Andrade says:

      No porto es capaz de estar 2 a 3 horas na fila para fazer isso…. Ridiculo :X

    • Constantino says:

      Também se pode fazer usando o número de contribuinte e password das finanças (como na entrega do IRS), no site indicado do IMTT.

    • Pedro says:

      Não funciona…sempre que tento fazer a autenticação via Cartão do Cidadão dá erro no site…já ando a tentar isto à cerca de 2 meses e dá sempre erro!!!!

      • isabel santos says:

        quando dá erro E1008 tem que se dirigir a uma loja

        • Renato Cardoso says:

          O Pedro tem erro de autenticação (diferente do famoso E1008). Se for com o firefox é preciso ativar uma funcionalidade nos certificados de segurança coisa que não é necessário com o IE. (Já o fiz e agora funciona).

          Agora o erro E1008 tem alguma graça. Aparece quando alguns dados precisam ser atualizados. Ora pois, eu queria atualizar a minha morada, mas não se pode porque os dados precisam ser atualizados.
          Pode até ser porque a foto tem mais de 4 anos. Não acredito, mas foi o que responderam. Vejam só :
          http://paradoxum.blogs.sapo.pt/1380.html

  2. Provenzano says:

    Que tipo de leitor de cartões se pode usar? Onde se arranjam?

  3. john says:

    Excelente dica! Muito obrigado!

  4. aver says:

    Acreditem que é verdade. Foi assim para alterar a morada na carta de condução na antiga Direcção-Geral de Viação.

    Chegou, finalmente a altura ser atendido. Diz a funcionária.

    – “O impresso tinha que ser preenchido a tinta preta e foi preenchido a azul”. É verdade que o impresso dizia isso. Como era para leitura óptica, achei que tanto fazia … e não tinha caneta preta. Continuou ela “Deixe aqui os documentos, preencha outro impresso e volte cá”.

    Lá ia para a fila comprar o impresso (e pedir uma esferográfica emprestada) ouço. “Oi, oi…”. Volto atrás. Diz ela: “As fotos que trouxe para a nova carta estão com óculos. Trouxe a declaração do médico de que usa óculos ?” Respondo eu: “Na carta antiga na fotografia já tinha óculos, para que é preciso trazer uma declaração do médico de que uso óculos ?”. Ela insistiu que agora era assim.

    Depois de uma horas perdidas para, honestamente, alterar a morada da carta de condução (para onde vão as multas) as alternativas eram – vou ao médico e arranjo uma declaração ou vou tirar umas fotografias sem óculos. Não alterei nada e a carta ficou como estava.

    Juro que é verdade ( … é comprovável, porque deve ter acontecido o mesmo a outros). Garanto que, depois disso, até hoje só paguei uma multa de trânsito (por ir com o carro da minha mulher em excesso de velocidade, uns míseros 110 km/h, na Estrada de Circunvalação, e ela obrigou-me a pagá-la). Quantas multam me esperam quando for renovar a carta é que eu não sei. Algumas já devem ter prescrito.

    • Frigo says:

      uma coisa concordo, a parte do “para onde vão as multas”.
      Embora ache que, já que a lei assim o diz, se deva alterar a morada, não era mal feito toda a gente meter morada errada como protesto. Pois quando há alterações das leis, principalmente quando alteram datas de prescrição ou obrigações, nunca usam as moradas para informar os condutores. Só somos informados se andar-mos a ler o diário da república (LOL) ou quando o agente nos diz….depois de multar.

    • jmtdstoc says:

      “uns míseros 110 km/h, na Estrada de Circunvalação”

      :) , bem… uns míseros 110Km/h numa estrada que tem o limite de 50Km/h :) não deixa de ter uma certa piada :) .

      Não que eu ache que 110Km/h seja perigoso na Estrada da Cincunvalação, com os carros actuais, mas os nossos “dirigentes” parecem achar que os limites de velocidade ajudam a diminuir a sinistralidade…
      Não deixa de ser curioso, no entanto, que tanto se multe o excesso de velocidade mas nunca tenha visto um caso de alguém a ser multado por não sinalizar a manobra de mudança de faixa (dar o “pisca)… isso sim, pode provocar um acidente…

      Se me candidatar a Primeiro Ministro com a promessa (para cumprir) de acabar de vez com os limites de velocidade, alguém vota em mim???

      • keops says:

        Muita gente apregoa que os limites de velocidade não ajudam a diminuir a sinistralidade, mas ainda há uns tempos houve um acidente perto da circunvalação por causa dum esperto com o pé no acelerador que acabou por se espetar na traseira de outro e o que vinha atrás não travou a tempo, ficou com o carro todo desfeito no meio dos dois…

        Por isso o meu voto vai para o aumento das multas por excesso de velocidade, pode ser que assim comecem a sofrer menos inocentes.

        • Antonio Tavares says:

          Ainda há cerca dos limites de velocidade:
          Lembram-se dos graves acidentes que havia na VCI ANTES DA INSTALAÇÃO DOS RADARES?
          Nunca mais houve um acidente grave em frente ao hospital da Prelada!
          (embora os radares não estejam a “facturar”)
          Abraço

          • Antonio Tavares says:

            …”Ainda à Cerca…

          • R3volution says:

            lol…
            “ainda acerca…”

          • ene says:

            Sinceramente, nem sequer me lembro de acidentes tao graves nesse troço, mas por exemplo a curva antes do conde ferreira, essa sim perigosíssima, nao me lembro nem de a corrigirem, nem de instalarem radares, e os acidentes PERIGOSOS continuam a ser uns atrás dos outros…

          • Luis Oliveira says:

            90km/h de velocidade máxima na vci (tirando aquela curva acentuada e com declive junto ao Dragão) é RIDíCULO. E em vez de estarmos a coduzir estamos a olhar para o conta-kilometros.

            50 na na maior parte da circunvalação é também rídiculo. Também lá fui multado mas ia a 80 entre o Magalhães Lemos e a Vilarinha. Que mal tem ir a 80 ali? O mal é que alguém decidiu que o máximo é 50…

      • Mário says:

        Eu nao voto com toda a certeza…Poe-te para aí a andar a 300km sozinho. Mas avisa para eu estar longe—

      • Raul says:

        Eu voto em ti

  5. JorgeC says:

    Boa dica.
    Aproveitei e alterei a minha morada…andava à dois anos a arriscar uma multa.
    O engraçado é que eu consegui mudar …mas a minha mulher não.
    Não aparece a foto e a assinatura dela…logo não deixam fazer a alteração online…tá toda “ofendida” e já vai reclamar (não tem o desconto 10%).

    Já agora necessito mudar o endereço indicado no livrete do carro…também é possível pela net?

    Cumprimentos,
    Jorge Costa

    • jmtdstoc says:

      O cartão dela foi activado na altura do levantamento do mesmo?
      A assinatura digital foi activada também quando o levantou?
      Se a resposta for negativa deverá ir onde à Conservatória do Registo Civil ou Loja do Cidadão de forma a ser devidamente activado.

      Espero que isso ajude.

      • JorgeC says:

        “cartão activado”? … estou a falar da carta de condução… não do cartão do cidadão.

        Não temos cartão do cidadão. A minha carta de condução foi a renovar ao mesmo tempo que o dela…na 1ª alteração de morada…

        Ou seja não fiz nada a mais que ela.
        A única diferença é que a minha carta é de Aveiro e a dela de Viseu…

        Cumprimentos,
        Jorge Costa

    • Constantino says:

      Experimente entrar com o cartão de contribuinte e passwordo das finanças (as mesmas usadas para a entrega do IRS).

  6. marcio snatos says:

    com isto fiquei admirado com uma coisa: não estava há espera que o leitor de cartão funciona-se em linux… ( http://www.cartaodecidadao.pt/media/Manual_Utilizacao_Cartao_Cidadao_v121.pdf )

    quanto a politicas: quanto mais facilitarem a vida melhor; no meio de tanta burocracia que haja espaço para simplificar…

  7. pykakonas says:

    Ora aí está algo que eu já utilizei há N tempo!

  8. R o B says:

    Tenho um tipo de assinatura na carta de condução, na altura que a tirei era um “puto”, agora que tirei o cartão de cidadão tenho outro tipo de letra (Arial, lol) e consequentemente uma assinatura diferente, deve ser da cerveja. Sabem se isto pode levantar problemas? Terei que perder tempo e dinheiro para ir ao IMTT actualizar a assinatura da carta?

  9. Miguel says:

    O leitor de cartões é multi-plataforma, mas depois a parte do site do IMTT em que se pode usa-lo só corre em Internet Explorer. Porreiro pá!

  10. Erich Oliveira says:

    Brasileiro!
    :)

  11. CC says:

    Boas,

    Esta sexta fui tratar do Cartão do Cidadão na Loja do Cidadão do Odivelas Park – fica aqui a experiência:
    Cheguei às 08H00 (o serviço abre às 08H30), e já deviam estar mais de 150 pessoas na fila. Às 08H30 obtive a senha para a primeira etapa do serviço (dados biométricos). Como já contava com uma espera demorada enviei um SMS para o número indicado na senha com vista a ser alertado quando estivesse perto de ser atendido. De facto cerca das 10H45 recebi um SMS informando que faltavam 5 números para a minha senha… mas apenas fui atendido cerca das 11H30 porque para além das senhas distribuídas às 08H30 (e que rapidamente esgotaram) existe o conceito de atendimento prioritário que permite que qualquer bicho careta que se apresente acompanhado de uma criança (ou qualquer outra situação considerada “prioritária”) se dirija de imediato ao serviço, “saltando” por cima dos outros utentes. Tive oportunidade de verificar por exemplo que entre a minha senha e a seguinte foram atendidos 2 casos “prioritários” – ou seja a indicação dada pelo número da senha era perfeitamente aleatória.
    Para além disso naquela Loja do Cidadão apenas existem 2 equipamentos de recolha de dados biométricos – sendo que como era de esperar 1 esteve avariado durante todo o tempo que lá estive (ignoro se este é o estado normal…).
    Mesmo o único equipamento estava com problemas: a mim acrescentou-me à altura 11 centímetros (verifiquei que esta “inflação” era generalizada – e era corrigida no atendimento seguinte pelo velho sistema da medição manual), tinha 2 “upgrades” nas luzes de iluminação – 2 folhas de papel coladas – e o resultado é que todas as fotografias saem escurecidas (a iluminação mesmo por cima de 2 luzes fluorescentes também não ajudava), e a esferográfica usada para recolher a assinatura fazia com que estas saíssem deturpadas… Não cheguei a demorar 5 minutos neste processo e obtive nova senha.
    Para abreviar: apenas cerca das 13H45 é que fui chamado à segunda etapa (confirmação de dados), onde a questão da altura foi resolvida. Mais uma vez apenas 2 guichets estavam disponíveis.
    Estava despachado às 14H00, ou seja demorei 6 horas a solicitar o cartão do cidadão… e ainda me falta a segunda fase: ir novamente para a fila, nova senha, novas horas de espera para levantar o cartão!

  12. Ora aí está MAIS um exemplo de como as coisas andam e de como a vida do cidadão vai sendo paulatinamente facilitada.

    Quel tal alguém dar os parabéns?

    E grande, grande ideia, era concentrar estas coisas todas no Portal do Cidadão, em vez de se andar a saltar de serviço em serviço o que, fatalmente, acaba por fazer com que as pessoas não se lembrem do que está à sua disposição, tal é a dispersão.

  13. zeki says:

    Ora aqui está uma coisa bastante util, so tenho uma duvida, eu não tenho senha nas finanças, tenho de cria-la primeiro para utilizar este serviço?

  14. Dav7 says:

    ando a infringir a lei desde que casei e mudei de casa (quase 1 ano) porque estava a evitar ir para as filas…

    se este site realmente resultar (já vi um em que tínhamos de ir entregar os papeis pessoalmente) fico muito satisfeito !

  15. UKN says:

    Hmmmm … algo que parece útil … para variar …

    A ver se informo um amigo que estava com problemas semelhantes.

  16. António Ferraz says:

    Atenção que para receberem a carta com as alterações vão ter que ir ao IMTT da área de residência para fazer o levantamento da mesma e devolver a anterior…

  17. Geno says:

    Até seria um bom serviço não fosse isto que encontrei:

    “Não é possível satisfazer o seu pedido. Deve dirigir-se ao Serviço do IMTT da área da sua residência. (E1009)”

    De qualquer maneira bom post

  18. José Coelho says:

    Não basta mudar a morada na carta de condução, tem de se mudar também no livrete, que agora se chama Documento Único Automóvel e pode-se fazer isso tudo no balcão Perdi a Carteira na Loja do Cidadão nas Laranjeiras em Lisboa. Mas não façam como eu, que gastei 2 euros e tal de metro para chegar lá e não tratar de nada, só faz e só fazem marcações agora, não vale a pena tirar senhas. E aqui neste balcão não tratam só de um documento, tem de ser mais do que um. E temos de arrotar com 33 euros para o DUA 12 para o Cartão de Cidadão e 12 euros para a Carta de Condução. Fica uma conta arredondada de 57 euros. Uau!

  19. Sand says:

    Eu ainda tenho o livrete no estilo antigo.
    Tipo, certo que mudei de morada, mas o carro ainda está a ser pago e tem lá uma anotação com o nome do banco que financiou o crédito.
    Ou seja, o carro é meu, mas ainda não é todo meu. Posso mudar isso, mesmo estando ainda a pagar o carro?

  20. patricia says:

    Boa tarde sabem se estao a enviar as multas do radar em frente a prelada na VCI. Hoje distraime e passei 110Km, nao vi o flash mas passei de dia.
    Obrigado

  21. Manuel says:

    Era bom se funciona-se!!

  22. Ventura Magalhães says:

    Está tudo muito bem, mas deveriam informar de que para fazer a alteração de morada na Carta de Condução, é necessário primeiro faze-lo no B.I.e/ou Cartão do Cidadão.

  23. Filipa says:

    Boa Tarde,

    a morada da carta de condução dá para alterar online?
    Obrigado.

  24. Soviet Sovietique says:

    Esperei por 4 meses para minha carteira de motorista Português (trocado por carteira de motorista de outro país) e, finalmente recebeu. Apesar de seu banco de dados é antigo e eles ainda têm URSS (União Soviética) como minha nacionalidade atual mesmo se União Soviética foi dissolvida, há 24 anos. Vamos celebrar a recepção da carta de condução quase correta.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.