Rumor: iPhone 5S já em Agosto e novos iPads em Abril

Está a aproximar-se o período dos lançamentos Apple, depois de um trimestre onde apenas os rumores encheram páginas de informação dedicada à Apple e ao mundo da tecnologia, chega a vez dos lançamentos propriamente ditos.

Mas a Apple este ano não está a facilitar e apenas projectando cenários é que podemos vislumbrar um ciclo de lançamentos dos novos produtos. Nesse sentido já se avança com o rumor que será em Abril que aparecerão as novas gerações do iPad e iPad Mini e que o iPhone 5S chega no mês de Agosto.

Rumores de novos iDevices


São informações que já temos vindo a catalogar, como possíveis, sem nada oficial e chegam agora, pela mão do site iMore, mais informações que dão conta de um incremento ao nível do processador, novos pormenores no chassis do iPhone e uma câmara com mais poder de captura.

Fontes próximas da Apple, segundo o iMore, descreveram o próximo iPhone 5S como um equipamento muito idêntico ao actual iPhone 5 em termos de aspecto, traz o mesmo design básico, no entanto no seu interior mora agora um processador mais poderoso, actual, uma câmara com funções inovadoras e outros elementos, como o ecrã, tecnologicamente mais avançados. Segundo a mesma fonte, o novo iPhone 5S é uma façanha da engenharia.

Novos iPads Retina com design igual ao iPad mini

Quanto ao mês de Abril, espera-se apenas um redesenho na linha do iPad retina, adoptando o aspecto fino e elegante do iPad mini e um iPad mini com retina.

A Apple terá de rever a linha de produtos pois com o lançamento de mais um iPad, poderá, caso baixe o preço do iPad mini actual, ter em todas a gamas de preços um produto, estendendo assim a sua tentacularidade aos vários requisitos de preço. No entanto, é cada vez mais urgente uma alteração não só em hardware mas também no softwate. O iOS tem de trazer mais e melhores funcionalidades, um ar renovado e inovador para captar a curiosidade e incentivar o utilizador a trocar de sistema, pois só com inovação é que se consegue potenciar este segmento já por si carregado de players atentos e inovadores.

Assim, além do iOS 7, esperam-se também novidades no mundo do iCloud e dos vários serviços que envolvem a marca e o ecossistema Apple. Poderá ser este um ano de muitas novidades, face a um queixume já bastante audível, por parte dos utilizadores da marca de Cupertino.

Só nos resta esperar, pois, embora a Apple tenha crescido na oferta, este ano voltou a ser mais sigiloso, em termos de produtos que a marca poderá apresentar, um dado interessante que faz lembrar os bons velhos anos com Steve Jobs à frente da marca.



  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


15 Comentários

  1. Não me parece…

    • Achas que não? Eu acho que tem de sair já no inicio do próximo trimestre algum dispositivo, isto porque o mercado está a receber uma grande variedade de tablets dos concorrentes.

      Janeiro uma novidade no segmento não iPhone, Abril uma novidade no segmento iPad, Junho uma novidade no segmento iPhone, Setembro uma novidade nos serviços e Novembro uma novidade no segmento Mac.

      Entre estes meses, novidades de software, dispositivos Apple que merecem actualizações e novas versões e as necessárias correções e melhoramentos.

  2. Este comentário não precisa de ser aprovado.

    É só para “avisar” que já foi aplicada a multa à Microsoft, (http://pplware.sapo.pt/informacao/microsoft-pode-ser-multada-pela-uniao-europeia/)

    561 M€, coisa pouca:p

    • ridiculo.. multem a apple por usar o safari e nao dar no iOS tambem. Ou por vir de origem no MacOS.

      Agora uma empresa que vende um sistema operativo não pode instalar nada, tem que concorrer com os outros sistemas. e ainda tem que oferecer aos seus clientes os browsers da concorrencia.

      • Pedro, concordo a 100% com o teu comentário.
        É uma justiça para uns e uma injustiça para outros, não pode ser.

      • a multa advém da Microsoft não ter respeitado o que tinha acordado com as autoridades europeias por causa das práticas anti-concorrenciais e de abuso de monopólio nos anos 90 e início do século. A situação em nada se equipara a outros sistemas operativos. Foi mais do que pôr o browser no sistema e por isso a Microsoft foi penalizada com estas medidas.

  3. Onde posso comprar? Preciso estes dispositivos já!!!

  4. Ouvi rumores que ia ter mais uma linha de icons como inovação.
    Confirma-se? :x

  5. Estou a espera da notícia onde um protótipo desconhecido aparece perdido num bar a qualquer momento…

    espero sinceramente que qualquer coisa de novo apareça. principalmente a nível de software, porque em hardware ja ta visto como vai ser…. a apple ja inovava em qualquer coisa outra vez…

  6. Ridícula a luta entre Apple e Samsung, altamente combinada e ensaiada uma enorme dança de marketing para encher páginas de blogs e revistas.

    Não? Então porque fabrica a Samsung processadores para a apple? Obrigar a apple a procurar um novo fornecedor era atrasar os projetos da apple em meses, mas esta luta é que vende telemóveis.

    Onde aprenderam, não vos lembra algo???? Intel X AMD, durante anos existiu uma corrida destas marcas ao poder do MHz, a cada 6 meses novos processadores. O ultimo dinossauro desta luta está na minha garagem, corre qualquer SO actual, mas faz tanto barulho e liberta tanto calor que é impraticável estar a liga-lo em minha casa.

    Meus senhores isto é marketing, tanto o iphone 4s como o Samsung SII, chegam perfeitamente para os SOs atuais, os novos modelos são sobredimencionados para as necessidades do mercado móvel.

    Como vai acabar? Como acabou a guerra AMD X Intel, a mudarem o paradigma para o consumo e duração das baterias e menos para a corrida desenfreada ao MHz.

  7. Mais rumores estúpidos, com a apple só acredito quando se virem coisas fisicas.
    Caso contrário cada dia há um def. qualquer a inventar uma porcaria, e toda a gente vai atrás, já estou farto disto….

  8. [REPOST do artigo da Apple VS Samsung, mas que acho pertinente estar neste também]

    Por muito que não goste de admitir (confesso que sempre adorei os artigos da maçã, sempre sem fanatismos), a Apple está moribunda desde o iPhone original de 2007. Quase tanto como o seu criador. Nunca mais lançou nada de revolucionário, ao contrário do que ela quer sempre transmitir em cada novo produto que apresenta.
    O iPad 4, por exemplo. O que tem de especial? É apenas um iPhone XXL que não faz chamadas e tem uma câmera pior que a do iPhone! E em relação ao iPad 3 apenas praticamente muda a ficha do carregador.
    O iPad mini? É apenas um iPhone XL que não faz chamadas e tem um ecrã e uma câmera um pouco piores que o iPhone. E daqui a uns meses a Apple está a lançar um “iPad mini 2” só para ter um ecrã retina como o do iPhone. E toda a gente vai correr a comprar porque é o “super-mega-novo-iPad-melhor-de-sempre”
    O macbook pro retina? É apenas um macbook pro com o ecrã retina do iPhone. Mas sem drive óptica (digam adeus aos CD/DVD). Mas mais caro.
    O Macbook air? É apenas um macbook sem drive óptica. Nem disco rigido (é SSD). Nem bateria removível. Nem (…). Mas mais caro.
    Ou seja… A Apple nos últimos anos aproveita para fazer lucro com a tecnologia que já tem, mas não lança nada de realmente inovador. E com o que tem lançado, aproveita para ir vendendo primeiro as coisas “podres” porque sabem que têm uma legião de “mafãs” que correm logo para as lojas nos dias de estreia e compram tudo o que a Apple lança, seja bom ou mau.
    Veja-se o caso do iPad mini acabado de sair, que podia já vir com ecrã retina tal como os outros iDevices todos (iPhone, iTouch, e iPad), mas a Apple preferiu lançar primeiro esta versão “não tão boa” que vende que nem ginjas apesar do ecrã, e ser mais que certo que no verão de 2013 a Apple anuncie um novo “super-hiper-mega-iPad mini que é o melhor que já se fez até então”. Pois. E vai vender ainda mais que este. E os “mafãs” que compraram o iPadMini1 vão querer comprar o novo porque tem um ecrã melhor. E compram. E a Apple agradece.
    E por falar em iPhone… Porque razão é que a Apple só agora com o iPhone5 aumentou o tamanho do ecrã para umas razoáveis 4 polegadas quando todos os outros aparelhos andam acima das 4,3 já há mais de 2 anos para esta parte? Simplesmente esticaram um iPhone4, trocaram a ficha do carregador, e lançaram-no. E vende que nem pãezinhos quentes porque é o melhor “super-hiper-mega-iPhone” feito até então. Pois. Sim, já sei que vão dizer que era para se poder utilizar apenas com um polegar, e blablabla, sei essa história toda. Mas não é isso que as pessoas querem. Por alguma razão se vê cada vez maiores ecrãs em todos os telemóveis, e inclusivamente a Apple acabou por ceder (ligeiramente) a essa tendencia, apenas com um atraso de uns 2 anos.
    Ou então falemos em termos de software. O OSX Mountain Lion. É pouco mais que um Lion, mas que não deixa ser instalado nos macs mais antigos, obrigando os clientes a ter de comprar um novo mac se quiserem continuar a poder instalar aplicações novas (por exemplo o iMessage). Não é que esses macs não tenham capacidade para correr o novo sistema operativo, pois até correm o Windows8 de 64 bits que acabou de sair (acreditem que sei bastante bem do que estou a falar), é apenas porque a Apple quer obrigar essas pessoas a comprar um mac novo.
    Já perceberam o meu ponto de vista? A Apple está a perder qualidades, pois com o falecimento de Steve Jobs a Apple nunca mais lançou nada de revolucionário, apenas tem feito melhoramentos ao que já existe (poucos, já que em termos de design praticamente nunca mais houve, ou ligeiros restyles) e vai fazendo dinheiro com isso, desesperadamente (parece-me) obrigando os seus utilizadores a darem-lhe dinheiro. Não sabe mais o que lançar pois ficou sem novas ideias, por isso apenas nos vai vendendo “palha”. Espero que a Apple não se torne na nova “Microsoft-até-há-pouco-tempo” (porque até essa está a ter algumas inovações engraçadas como o windows phone e windows8).

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.