Microsoft pode ser multada pela União Europeia

A posição de vantagem que a Microsoft tem no seu sistema operativo e no software que vem pré-instalado dá-lhe uma posição dominante face a outras empresas de software.

Este problema tem sido recorrente ao longo dos anos e tem valido à Microsoft problema e até multas por posições dominantes.

Na Europa a entidade que monitoriza a concorrência pode estar a preparar-se para aplicar uma multa à Microsoft por desrespeito dos acordos estabelecidos para evitar estas posições, no que toca à escolha do browser a ser usado no Windows.

ms_ue_1


Esta noticia está a ser avançada pela Reuters e segundo o que foi publicado a Comissão Europeia está a preparar-se para multar a Microsoft.

A razão para a aplicação dessa multa está no incumprimento dos acordos estabelecidos entre estas duas entidades no processo de escolha do browser em utilização no Windows.

Este caso de posição dominante da Microsoft e do seu abuso dessa posição tem quase 10 anos e por duas vezes a Microsoft entrou em incumprimento. Segundo a Comissão Europeia a dependencia do browser da Microsoft dentro do Windows e a impossibilidade da sua remoção estão a dar à Microsoft uma posição dominante e que não deve ser mantida.

A empresa de Redmond tem escapado a essas investigações e a essas multas através do estabelecimento de acordos com a União Europeia e com a aplicação de medidas que facilitam a vida à concorrência.

Segundo a noticia da Reuters esta multa poderá ser aplicada já em breve, sendo que a data prevista seja o final de Março.

Em 2009 a Microsoft tinha-se comprometido em disponibilizar aos utilizadores do Windows a possibilidade de escolher qual o browser que pretendiam usar, mostrando algumas alternativas e as suas capacidades.

Esta funcionalidade esteve disponível desde 2009 até que entre Fevereiro de 2011 e Julho de 2012 esta foi desactivada.

Quando foi alertada para esta falha a Microsoft atribuiu este incumprimento a problemas técnicos e desde essa altura reviu os procedimentos internos por forma a que não se repita.

Esta justificação não impediu que a Comissão Europeia, em Outubro do ano passado, acusasse a Microsoft de falha no acordo estabelecido.

Esta foi a segunda vez que a Microsoft foi acusada de incumprimento, o que pode levar a que a multa a ser aplicada seja elevada.

Todas as evidências apontam para que desta vez a Comissão Europeia e a entidade que regula a concorrência no espaço comunitário não seja branda com a Microsoft e que aplique uma multa exemplar.

Homepage: Microsoft





  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


112 Comentários

  1. A empresa que desenvolve o s.o não pode escolher o browser que já vem instalado?

    esta “historia” parece estar muito mal contada ou então não percebi nada do que está escrito na notícia.

    não vejo o mal nenhum em eles porem o ie por defeito…

    Da mesma maneira que o windows trás o ie o osx trás o safari E as distro de linux o firefox.

    e quem não gosta faz como eu e o resto do mundo baixa outro.

    • Ora nem mais…

    • algumas distro linux trazem o chromium ou variantes do firefox e chrome ;)

      Mas de maneira geral tambem não percebo o porquê de tanta preocupação por o windows trazer o IE (“fazia mais sentido” se multassem a MS por causa da versão RT do Win8 trazer o MS office pre-instalado)

      • Então sendo um produto Microsoft, não pode vir com um Office de “oferta” por alma de quem?

        • O office starter é de “oferta” ;)

          Mas concordo plenamente, a MS tem o s.o. logo “impõe” o que é seu.. qual é o problema?

          Entao vamos multar a empresa que desenvolve o ubuntu, traz o firefox ok, mas se quiser tirar é um bicho de 7 cabeças para o utilizador domestico.

          Mas sendo a MS a unica acusada? hum… algo não está certo neste historia.

          • por acaso não, se quiseres tirar o FF basta desinstalares igual a qualquer outra app, no centro de software…

            essa critica à MS eu concordo plenamente, facilitem a vida para desinstalar a porcaria do IE…

        • pode claro que pode, assim como pode vir com o IE, Mas a pergunta que eu ponho é e se eu quiser um determinado modelo de portátil que vem com o Windows eu devia ter o direito de reclamar e devolver o Windows que paguei e receber o meu dinheiro de volta certo? eu acho que seria mais por ai…

          • exactamente…

            A M$ por ter politicas monopolistas, deve-lhe ser dado um puxão de orelhas…

            Se uma marca de hardware quiser lançar um producto com outro SO…o windows fica mais caro para essa empresa…

            isto é monopolio de mercado, é evidente que depois so vemos computadores Windows por todo o lado…

            A mim espenta-me essa medida não ter sido tomada…tipo a 10 anos atrás…

            Mas o dinheiro vale muito…

            cmps

          • Tens toda a razão, eu faz 1 mes quis comprar um portátil sem windows e em todas as lojas que fui disseram que não seria possivél ou que seria muito dificil…
            Resultado,comprei um portátil á elite digital,(Insys), com linux e as mesmas especificações mas mais barato…
            Ainda passei por duas das outras lojas para lhes esfregar na cara em como perderam uma venda de mais de 1000€….

          • Ćompletamente!!

            Para mim, existem algumas coisas que me fazem ficar orgulhoso de ter nascido neste continente, mas existem outras que me envergonham…

            Não percebo porque é que as empresas europeias não podem ter igualdade de direitos na comercialização dos seus productos…temos SO’s europeus que não podem ser vendidos porque os Fabricantes de hardware estão presos a uma marca que nem sequer é Europeia e que tem levado rios de dinheiro ao Estado Português, e a outros…acho que estava mais do que na altura de defender o que é europeu…

            O consumidor final perde e muito…tal como tu também eu e muitos outros somos atingidos por esta realidade…é uma vergonha em pleno seculo XXI isto acontecer…

            cmps

    • Essa história de monopólio começou por causa do Netscape que era o browser mais usado e começou a falir por que o Internet Explorer passou a vir com o Windows 95 OSR 1. De fato o IE naquela época era bem mais rápido em tudo que o Netscape, até por que o Internet Explorer já vinha entranhando no Windows Explorer.

      Hoje podemos comprovar que a qualidade do navegador é determinante e não se ele vem com o sistema operacional ou não, vide o sucesso do Firefox e do Chrome.

      Se fomos olhar, o OSX, iPhone, Android bem com seu broweser pré-instalado, o que incide no mesmo problema, mas todo mundo acha normal.

    • O problema está na dificuldade em remover o browser ou em apresentar alternativas a internautas menos audazes ou com menos conhecimento. Pois para muita gente navegar na web só é possível com o IE.

      Enquanto no linux consegues remover completamente o browser nativo, no windows já tive problemas ao tentar remover o IE. Além disso, tal como eu, quem não é muito apologista de ter muitos browser’s deixa-se acomodar com o IE, mesmo não sendo o de eleição.

    • Mas para quemnão tem conhecimento suficiente deinformatica deixa-se influenciar pelo que é ofertado com o computador e desvaloriza as alternativas.
      penso que a solução devia passar por ser obrigatório disponibilizar os computadores novos com linux e Windows, com um link de instalação rapida dos diversos browser e cada um escolhia o que quer, mas é mais facil multar do que legislar.

    • Devo frisar que as distros linux que já vêm com o browser firefox e/ou chrome não fizeram o browser. Assim evitam-se confusões :)

    • É tudo uma questão de colocar todos os “players” em pé de igualdade. Inicialmente pretendia-se que o IE não viesse com o windows e fosse necessário instalar, dando assim a opção de escolha na altura de instalar. A MS bateu pé e disse que não era possível, então chegaram a acordo e as versões de Windows em solo Europeu (ou melhor, dos estados membros da UE) tinha de apresentar um ecrã de escolha de browser aquando da instalação (que ocorreu entre 2009 e 2011, como referido no artigo, e esteve sem funcionar entre 2011 e 2012, quebrando o acordo). O motivo pelo qual a UE queria isso no início era devido ao tie-in que a MS fazia, colocando entraves à concorrência (entraves mesmo, em termos de performance e utilização inclusivé). Mas isto tudo só chegou a este ponto devido à posição dominante da MS. Neste momento, como as coisas estão e são implementadas, muito dificilmente haveria outra empresa a levar processo como a MS pois embora haja browser default em algumas situações (MacOS, iOS, Android) já não são equiparáveis (tirando o iOS, mas não tem domínio de mercado) pois não fazem tie-in entre o SO e o browser (o IE continua a ser parte integrante do SO no Windows, e isso voltou-se a ver no Windows 8, o problema novamente é posição dominante e tie-in). O MacOS também traz por omissão o safari, mas não faz tie-in nem tem posição dominante no mercado, o android tem posição dominante no mercado mas não faz tie-in entre o browser e SO.

    • Sou utilizador de Ubuntu e não concordo com as notícias. O meu SO vem com uma série de programas pré-definidos. Por isso, não vejo o problema da Microsoft fazer o mesmo, já que os computadores são ferramentas possíveis de serem personalizáveis.
      Incomoda-me muito mais o facto de ser muito difícil comprar um computador sem qualquer SO instalado, como por exemplo na FNAC. Esta situação, para mim, viola o meu direito como consumidor.

      • pois viola…o meu também, mas até haver alguém que obrigue a MS a deixar estes e outras praticas monopolistas, vai ser assim…

        Quem diz a M$ diz a intel que faz o mesmo e ha uns anos quase levou a AMD á falencia…

        cmps

  2. Com multas ou não, só uso o ie para previews de sites..

  3. Isto é uma boa treta.
    Todos fazem o mesmo, apenas a msft é controlada.

  4. Poxa, a Europa anda mesmo pelas ruas da amargura, Portugal não está mesmo sozinho. De vez em quando lá vêm desenterrar esta “conversa”, se desta é que vão para a frente com a multa então que mandem para cá algum:p

    Bem, de qq maneira independentemente da posição de mercado, que até já nem é tão dominante como há uns anos atrás, não concordo nada com esta “proibição”. Eu quero lá saber do IE, até há pouco tempo instalei o 10 e não vi nada de jeito mas é ridículo obrigarem um fabricante a propor a concorrência.

    Imaginem só a MacDonalds a propor aos clientes o Whopper, ou a Coca-Cola a propor a Pepsi. Para além disso, os clientes que não percebem muito da coisa querem lá saber do que utilizam. Parece que estou a ver o meu pai a perguntar-me que porcaria de janela é aquela para ir à internet e o que raio é um browser:p

    Como é com o Windows 8? Isso também é obrigatório? E já agora nos computadores com Chrome OS? Nesses nem é possível ter escolha…:p

    • Chrome OS é um Sistema Operativo e não um browser… Parece-me que estás confuso.

      • Sistema Operativo Web Browser Based…

      • Ora bem, como o Leonel disse, Web Browser Based, ou seja é uma espécie de SO e Browser ao mesmo tempo, pelo que eu acredito não haver escolha. De qualquer maneira eu fiz uma pergunta, não estou a afirmar nada.

        Ainda assim não duvido que o SO esteja dependente do Chrome pelo que não percebo as diferenças de tratamento. O meu Android também vem com meia dúzia de Apps pré-instaladas e que não consigo eliminar (pelo menos de forma natural), é actualmente líder de mercado e ninguém lhes anda a passar multas por causa disso.

        Além disso ainda ninguém me explicou se o W8 vem com o IE pré-instalado, é que segundo li ele vem realmente pré-instalado mas isso já não é problema?

    • O obrigarem a MS escolher a concorrência foi escolha da MS. O que havia sido pedido à MS era não vir instalado o IE e ser possível desinstalar o IE caso a pessoa quisesse. A MS disse que não era possível isso (que era mentira na altura, era bem possível desinstalar o IE e o Explorer continuava lá, isso sim a UE devia ter seguido e dado uma lambada à MS por falso testemunho). Pondo isto a MS só tinha uma possibilidade para fugir à multa que era o ecrã de escolha de browsers no processo de instalação.

      • Falso testemunho? Porquê? Por defeito realmente não dava para desinstalar, simplesmente ia retroceder para a versão anterior, não percebo qual é a questão.

        Não tenho a certeza mas penso que isso foi corrigido no SP3, acho que o IE9 já dá para desinstalar (nos updates).

        Para além disso toda a situação sempre foi estúpida pois a MS construiu o sistema assim e pronto, quem queria queria, quem não queria simplesmente tinha mais era que pôr de lado pois a MS nunca impediu que outros Browsers fossem instalados.

        Quem concorda com esta proibição também tem que concordar que muitos dos sistemas actuais deveriam receber multas iguais por comportamento semelhante. Mas tenho a impressão que quem concorda com esta multa concorda com ela apenas para a MS e não para os outros.

  5. Salvo erro da minha parte, tanto o iOS como as distribuições linux permitem, de forma fácil, a desinstalação do navegador que vem por defeito no SO.
    O problema então não é de a Microsoft colocar o seu próprio navegador pré-instalado, o que me parece completamente natural, mas sim o de impor o mesmo, pois o processo para a desinstalação do mesmo é muito mais complexo do que a remoção de qualquer outro navegador.

    O grande problema é que isto causa um grande erro nas estatísticas, apontando para que o IE seja o navegador mais usado no mundo, quando na verdade, muita boa gente apenas não quer ter dores de cabeças para o remover, mantendo-o instalado, apesar de usar outro navegador.

    Isto é apenas uma opinião :)

    • “O grande problema é que isto causa um grande erro nas estatísticas, apontando para que o IE seja o navegador mais usado no mundo, quando na verdade, muita boa gente apenas não quer ter dores de cabeças para o remover, mantendo-o instalado, apesar de usar outro navegador.”

      O meu cérebro deu um nó.. Se usares efetivamente outro browser as estatísticas não saem erradas!

      http://browseryoulovedtohate.com/

      • Não sei se as ditas estatísticas são adquiridas pelo uso dos navegadores, ou sim por estarem instaladas no SO. Custa-me a crer que nos dias de hoje, ainda seja possível o IE estar a frente no que diz respeito ao numero de utilizadores.

        Repito, era apenas a minha opinião, completamente infundada xD Posso muito bem, alias, muito provavelmente, estar errado! ;)

        Cumps.

        • O que? então vais me dizer que para fazerem estatísticas eles entram no pc e vêem os programas instalados??? lol isto não faz sentido nenhum e invadem a privacidade de milhões… Eu tenho Chrome, Firefox e IE, uso sempre o Chrome, que actualmente é o melhor na minha opinião, quando os meus pais usam o pc eles usam o IE ou Firefox para não interferir no meu trabalho e porque para aquilo que querem aquilo sobra na boa… E as outras pessoas que conheço só usam Chrome, porque eu lhes disse que era o melhor e aconselhei a instalar outro, inclusive alguns nem instalar outro browser sabiam e tive que instalar eu… Por isso infelizmente actualmente assistimos a um mundo cada fez mais evoluído e informatizado, mas a taxa de analfabetismo informático é muito grande e preocupante de uns 90 %… já que saber estar no facebook e editar uns documentos no word ou ver filmes não é saber mexer no computador…
          Isto esta muito mau e só vai melhorar quando a sociedade vai começar a chamar analfabetos (do século 21) as pessoas que não tem o mínimo de conhecimentos de informática, e nem é preciso saber assim tanto para ter o mínimo conhecimento…

          • Eu disse: “era apenas a minha opinião, completamente infundada xD Posso muito bem, alias, muito provavelmente, estar errado!”

            Com isso, mais uma vez, admito estar muito provavelmente errado. Apenas tentei arranjar uma justificação para a dita multa. ;)

    • Desde quando é que o iOS deixa remover o safari? Nem da lista de apps quanto mais do sistema lol

  6. “A posição de vantagem que a Microsoft tem no seu sistema operativo e no software que vem pré-instalado dá-lhe uma posição dominante face a outras empresas de software.”

    O que a Apple faz não é idêntico? Ou mesmo pior? Pois controla as funcionalidades de cada App, chegando ao cumulo de não aceitar apps por fazerem concorrência com as suas.

    • Não sei se reparas-te mas a Apple não controla o mercado de SO’s e Hardware, como a M$(A Apple apenas controla aquilo que é feito por si)!!

      A Intel faz o mesmo que a M$…deve ser castigada também…e ja foi, graças a isso ainda existe AMD, pois esteve mesmo quase a falir…porque a intel mandou(Leia-se obrigou com represalias) as marcas bloquearem productos AMD na Europa.

      Apenas existiram durante uns bons anos productos AMD LowEnd, e poucos…

      cmps

  7. Pouca vergonha, só a Microsoft é que sofre com isto, não vejo nem o Linux nem o OSX a levarem com o mesmo.

    E dizerem que o Internet Explorer não pode ser removido é uma barbaridade.

    Eles querem é chupar dinheiro a Microsoft, sorte deles que eu não faço parte da Microsoft, senão fazia um escândalo, os outros são mais que a Microsoft agora? Lol.

    • Linux ou OSX não têm posição dominante de mercado nem fazem tie-in entre o SO e o browser.

      Quem disse que o IE não pode ser removido foi a própria MS.

      E coitadinho de ti, ninguém que era alguém na MS conseguiu fazer “escândalo”, abalar ou por em causa as directivas da UE neste caso. Deves ser muito jovem ou muito ingénuo, mas entre o IE assumir-se como browser pré-definido por omissão mesmo quando escolhias expressamente outro sempre que o abrias (e qualquer chamada de url que fazias o windows abria o IE e tornava-o o browser por omissão); updates de windows que invalidavam instalações de outros browsers (um caso houve que um update inclusivé removia o mozila!!! sim, mozilla, antes de sair o firefox); restrição no acesso ao sistema a outros browsers impedindo concorrência em igual circunstância… sim, coitadinha da MS…

  8. Acho que nao tem mal nenhum… O s.o. é deles, eu sempre consegui predefenir outro browser

  9. Esta história tem mais anos que sei lá o quê… vem de uma época em que fazia sentido, hoje não faz. A Apple podia ser processada pelo mesmo.. ou pior!

    PS – a questão não é o IE vir no windows, é o windows *depender* do IE e não o deixar remover por completo.

  10. Visto que a Apple (iOS) e a Google (android) têm o monopólio nos smartphones penso que essas duas empresas também deviam ser multadas pois em nenhuma delas aparece um ecrã para escolher o browser. Há coisas que não percebo !!!

  11. Que estupidez, o S.O é deles e eles podem incluir nele o software que quiserem desde que não ponha em causa a segurança e a privacidade da Microsoft.
    Qual é a próxima? Multar a Google porque o Android vem com uma App de SMS e um Browser? Lol

  12. eu acho que as multas deveria ser aplicadas por se venderem computadores obrigatoriamente com o windows, sem a possibilidade de receber o valor da devolução da licença do windows… isso é que deveria ser multado… eu acho que pelo menos para cada 2 computadores com windows no mercado deveria haver um com a opção de escolha de SO…

    • Será que consegues comprar um smartphone sem SO? Um iphone sem iOS ou um S3 sem android? :P Não terias de multar todas as empresas mobile também?

      Se quiseres monta um computador peça a peça ou o mesmo um smartphone, aposto que não trazem SO ;)

      • repara que eu não sou contra a trazerem OS mas sou contra não receber o meu dinheiro de volta depois de o querer devolver é diferente… e sim acho que tudo deveria vir sem SO, ou pelo menos ter uma versão mais barata sem SO à venda…

        e sim era menino de construir o meu próprio smartphone ou portátil, só era preciso ter acesso às peças… o futuro não está no comodismo está no fazermos as coisas nós mesmos…

        • Concordo contigo…

          Existem alguns Paises da europa em que utilizadores, pediram o reembolso do sistema operativo, por não aceitarem a EULA…

          No Brasil também a casos disso, mas dá algum trabalho a quem queira ser restituido do roubo.

          Vai ser muito dificil existirem por exemplo Portateis a venda com linux, porque a M$ vai precionar como tem precionado as Marcas, e estes vão ter que se acobardar…

          Isso seria Justo, e ajudaria a Europa a Sair deste Monopolio onde Nos encontramos, mas apenas pode ser feito Pela Comunidade Europeia.

          Por exemplo, uma marca para vender na Europa tem que disponibilizar equipamentos com varios SO’s, por forma a privilegiar a equidade, e poder fazer com que a concorrência funcione…

          Mas tão cedo não acredito que vá acontecer, de alguma forma alguém recebe uns milhões jeitosos para estas leis não avançar e desta forma o utilizador comum é obrigado a Pagar cerca de 150 euros a mais quando compra o computador…alguns vão reclamar, outros não reclamam(Ou seja a maioria não reclama).

          cmps

      • Não compares alhos com bugalhos…

        Abc

        • Está bem comparado sim senhor, nem toda a gente se calhar sabe instalar um SO.. compravam um computador e mandavam-no a arranjar no dia a seguir pq nao funcionava

          • Isso já eu vejo e muito com pessoas que compram um computador com windows e passado 2 dias voltam á loja a dizer que está avariado, etc..
            Até tive um caso de uma rapariga ai dos seus 25 anos que voltou no dia seguinte toda lixada que não se conseguia ligar á net, depois de algum tempo ao ver que não se passava nada com o portátil, é que lá descobri que a dita nem sequer tinha ligação net em casa, nem uma pen…lol

    • Então essa multa seria aplicada aos fabricantes por não disponibilizarem alternativas e não a Microsoft, não?

      • Errado…a M$ é que é a Empresa Manipuladora e não os Fabricantes, esses são vitimas tal como o cliente…são obrigados a “dançar a valsa” e é se quiseram, ao ritmo que a M$ impõe…

        vocês parecem miudos… lol

        cmps

        • eu sou um miudo (18 anos) e sei o que estao a falar na noticia.
          so nao sabe quem nao quer. o explorer da pa desativar mas nem toda a gente sabe disso.
          eu uso windows mas e porque ainda nao existe alternativa ao publisher para linux.. apenas por isso porque o windows e pa esquecer

  13. Bom dia.

    Antes de mais gostaria de apresentar outro ponto que normalmente é esquecida pelos utilizadores, o facto do Windows estar extremamente dependente do seu kernel.

    Ora, como muitos sabem, o kernel do Windows está a ganhar uma posição de monopólio no mercado dos kernels, e eu, tendo desenvolvido um que funciona na minha calculadora, sinto-me prejudicado por este monopólio.
    No entanto, penso que não estarei sozinho nesta demanda, pois o MakOS também tem um kernel e o Linox outro… não é uma questão de falta de oferta, é uma questão de monopólio.

    Dito isto, quero sublinhar que não pretendo que o Windows remova por completo o kernel nos seus sistemas operativos, mas acho que seria, no mínimo aceitável, que introduzissem um ecrã de escolha do kernel a usar no sistema operativo.

    Exposto o meu problema, gostaria de pedir ajuda aos meus caros colegas leitores. Podem indicar-me a q

    • certo… mas estás a ver um utilizador normal a saber escolher entre um bom ou um mau kernel?

      O maior problema disto é que quando se desactiva o ie dá m***, algumas aplicações deixam mesmo de funcionar e o sistema torna-se instável. Porém acho uma estupidez o que estam a fazer à MS.

    • isso só não é possível na M$ e nos MAC, mas este(MAC) joga noutro campeonato e em apenas um fabricante, logo não pode ser considerado…

      cmps

  14. Isto é mais do mesmo. A Europa multa-os porque são do outro lado do mundo. Se fossem alemães estava tudo bem. A mim também não me agrada muitas politicas de empresas europeias e aí a europa já não controla nada, nem multa ninguém!

  15. Este tipo de situação, cheira-me a movimentações de bastidores, talvez por parte da concorrência. Se a empresa desenvolve o produto, gasta recursos no mesmo, e não pode decidir o que ele oferece ao consumidor?! Mais a mais, sendo que, o IE pertence à própria empresa. Que eu saiba, o OSX continua a vir com o Safari…

    Isto é perseguição pura e dura só porque a Microsoft é uma empresa que tem a grande fatia de mercado no que toca a S.O.

  16. Bom dia.

    Antes de mais gostaria de apresentar outro ponto que normalmente é esquecido pelos utilizadores, o facto do Windows estar extremamente dependente do seu kernel.

    Ora, como muitos sabem, o kernel do Windows está a ganhar uma posição de monopólio no mercado dos kernels, e eu, tendo desenvolvido um que funciona na minha calculadora, sinto-me prejudicado por este monopólio.
    No entanto, penso que não estarei sozinho nesta demanda, pois o MakOS também tem um kernel e o Linox outro… não é uma questão de falta de oferta, é mesmo uma questão de monopólio.

    Dito isto, quero sublinhar que não pretendo que o Windows remova por completo o kernel nos seus sistemas operativos, isso seria ridículo, mas acho que seria aceitável que introduzissem um ecrã de escolha do kernel a usar no sistema operativo.

    Exposto o meu problema, gostaria de pedir ajuda aos meus caros colegas leitores. Podem indicar-me que direcção devo seguir com este assunto? Que agência europeia devo consultar?

    Cumprimentos.

  17. Pior que isto tudo. É comprar um computador e ele vir sempre com um SO da microsoft… Eu gostava de ir a uma loja e ver lá um Sony, um Asus, um Accer, ou Toshiba, etc. Onde me dessem a possibilidade de escolher um SO diferente. Mas não, temos de gramar com mais do mesmo e tudo igual para todos. Agora temos portáteis com um teclado normalíssimo e um SO preparado para tactéis. E ainda, quase todos compram um computador sem saber que estão a pagar a licença da microsoft, sem saber que existem outros mais em conta…

    • Compra pela net. As lojas vendem o que pensam que as pessoas vão comprar. Já houveram portáteis com linux à venda (altura dos netbook).

      Já pensaste que secalhar não há mais pelos problemas que tiveram com apoio ao cliente, devoluções etc?
      “- Por que é que não consigo instalar o office no meu pc?
      - Ah, isto é Linux e como tal não consegue instalar no seu pc. Mas pode instalar o Open Office.
      - Linux? Open Office? Eu comprei isto e quero instalar a licença do Word no meu computador.
      - Por (preço do windows) podemos instalar o Windows no seu pc e pode instalar o Office sem problemas.
      - Não vou pagar. Desenrasquem-se”

      Uma loja tipo Fnac não tem de ter a despesa de instruir os utilizadores. Por isso vende aquilo que 90% dos utilizadores procura.

      • Não são os utilizadores que procuram 90% no windows…. hahahah

        Só existe windows!!!Será que ainda não percebes-te isso??

        Não existe opção de escolha…ja descobris-te o que a palavra MONOPOLIO quer dizer??

        cmps

  18. O problema não esta em vir com o internet explorer porque os outros SO tambem trazem o seu broswer. O problema esta na dificuldade que é em o desinstalar, é sempre mais simples desinstalar o chrome ou outro qualquer que o internet explorer.

  19. Arcadiy Kulchinskiy

    Acho isto uma estupidez. Se um computador vem com SO de uma empresa pre-instalado, logicamente vem todos os produtos que é da mesma empresa, inclusive o browser. Não percebo porquê é que então ninguém multa a Apple por distribuir os Macs com Safari pre-instalado ou ubunto que vem com Firefox preinstalada.

    Sinceramente, é que parece que todos têm uma conspiração qualquer contra a empresa (Microsoft) que criou e fornece aquilo que nós usamos diariamente (Windows). Pobres e mal agradecidos.

  20. Tristeza. Daqui as uns tempos também, vão multar por trazer calculadora, paint, bloco de notas,…

  21. A união europeia em vez de se preocupar com coisas realmente importantes, anda a chatear empresas que não só inovam, como dão emprego a europeus. Alguém na União tem alguma coisa que opinar sequer, que browser é que a Microsoft coloca nos seus sistemas? Querem software livre, sem qualquer tipo de restrição, façam!

    • Tem piada, não vejo assim. Antes dos dois processos de antitrust (o europeu e o americano) só havia mercado para dois browsers (IE e Netscape, e este último a morrer devido aos entraves que a MS colocava). Após isso surgiu o Mozilla, a versão open source do Netscape, mas já a Netscape estava defunta e enterrada, só não sabia.
      Inovação é algo que vejo muito pouco na MS. Kinect foi tecnologia adquirida, Windows CE era código do windows 95 com o código de UI chamado WinPAD (a não ser que consideres isto inovação). Xbox foi a única coisa a ser realmente inovação e foi por despeito à Sony. Ok, minto, os tablets no inicio da década de 2000, infelizmente o hardware na altura não acompanhava a vontade… mas até nisso tenho de colocar uma nota de rodapé pois o pai conceptual do laptop e dos tablets é Alan Kay que veio com a ideia do Dynabook (em 1968).

      Inovação… conceito de inovação tecnológica no wikipedia: introdução no mercado de novos ou significativamente melhorados, produtos ou serviços. Inclui alterações significativas nas suas especificações técnicas, componentes, materiais, software incorporado, interface com o utilizador ou outras características funcionais;

      A única “inovação” que vejo da MS nos últimos anos é um ecrã com quadrados e retângulos e começa e acaba em quadrados e retângulos, tudo o resto funciona como os restantes. Mas mesmo nisso vejo-me com dificuldade em identificar inovação pois não vejo diferença entre o que já se fazia no android, com icons e widgets nos ecrãs, em que com o toque abria a app, tal como no start screen do metro. Mas é diferente porque é todo ele quadrados e retângulos…

      Sim, fala-me lá então da inovação da MS.

      • lol, ri-me. Então pela tua lógica Apple também não inovou em nada. Muitas das suas inovações era tecnologia já existente ou então de outras empresas.

        Todas as grandes empresas inovam. A Microsoft gasta milhões na área de pesquisa, tal como a Google. Se vires vídeos do Research Center da Microsoft há lá coisas novas. Aplicaveis no mercado? Difícil, mas não interessa.

  22. nao percebi um caneco disso! sinceramente! …… naof az qualquer sentido enste caso a microsoft ser multada. Entao teriam que ser todos os outros tb…..Mac: tras incluido SAFARI, tras imovie, iweb, iphoto, garageband, …………; linux: firefox entre outros……pa…nao percebo a serio k nao! ….

  23. A frase importante a reter é “Posiçao de mercado dominante”.

    Se fosse um SO com 10% de cota de mercado, nao interessa o browser. Tendo o windows uma posição de mercado dominante, este tem de ser regulado.

    Ossos do oficio.

    • O android, não tem uma posição dominante no mercado? Consegues facilmente trocar o browser?

      • Nao percebo o que o Android é para aqui chamado, mas esta longe de ter uma posiçao dominante. No maximo existe um duopolio IOS/ANDROID. Nao me parece que o Android tenha 90% de cota de mercado como windows tem.

        Qualquer das formas, o Browser default do Android nem sequer tem um “nome”, sendo apenas o mais basico WebKIT. Se quiseres depois instalas o Dolphin, o Firefox, o Chrome o o Opera entre outros.

        No entanto acho que estas a confundir as coisas no que toca a posiçao dominante no mercado.

  24. Há coisas que não compreendo mesmo …

    Os outros trazem Browsers de origem, mas só a Microsoft é controlada. Além disso, há o ridículo de serem obrigados a publicitar produtos de terceiros.

    Também não percebo onde está a dificuldade de remoção do IE. A partir do Windows 7 é tão fácil remove-lo como qualquer outro componente do Windows.

    É uma atitude ridícula, mas a partir do momento em que é só aplicada à Microsoft passa a ser também uma atitude parcial.

  25. A união europeia é uma m####a mesmo, cheio de burocracias desnecessárias. Aposto que os senhores de altos cargos de bruxelas não recebem multas pelos ordenados bilionários que recebem sem fazerem um c#. Já a microsoft ao menos faz alguma coisa, sem a microsoft não tava aqui a por este post.

  26. Isto é a União Europeia a tentar buscar uma guita ao estilo do Gasparzito.

    Alternativas ao Windows no mercado de PC’s, é mais complexa do que se pensa.
    Exactamente porque o utilizador comum, maior parte das vezes nem sabe que existe Firefox, Chrome … Simplemente quer algo que funcione, out-of-the-box.

    • The U.S. government’s interest in Microsoft had begun in 1991 with an inquiry by the Federal Trade Commission over whether Microsoft was abusing its monopoly on the PC operating system market. The commissioners deadlocked with a 2–2 vote in 1993 and closed the investigation, but the Department of Justice opened its own investigation on August 21 of that year, resulting in a settlement on July 15, 1994 in which Microsoft consented not to tie other Microsoft products to the sale of Windows but remained free to integrate additional features into the operating system. In the years that followed, Microsoft insisted that Internet Explorer (which, in addition to OEM versions of Windows 95, appeared in the Plus! Pack sold separately[1][2]) was not a product but a feature which it was allowed to add to Windows, although the DOJ did not agree with this definition.
      In its 2008 Annual Report, Microsoft stated:[3]
      Lawsuits brought by the U.S. Department of Justice, 18 states, and the District of Columbia in two separate actions were resolved through a Consent Decree that took effect in 2001 and a Final Judgment entered in 2002. These proceedings imposed various constraints on our Windows operating system businesses. These constraints include limits on certain contracting practices, mandated disclosure of certain software program interfaces and protocols, and rights for computer manufacturers to limit the visibility of certain Windows features in new PCs. We believe we are in full compliance with these rules. However, if we fail to comply with them, additional restrictions could be imposed on us that would adversely affect our business.

      Será que ninguém sabe / ninguém aparentemente se lembra , ou sou eu que estou velho …

      Abc

  27. Isto é uma boa treta.

  28. Também se passa com o MSE que vem pré instalado no Windows 8, mas em relação aos Antivirus, cada um põe o que quiser, não é obrigado a usar MSE.

  29. Eu acho que quando compramos um carro ele devia vir sem pneus, jantes, auto-rádio, bancos, etc. Não vá a concorrência sentir-se mal. Depois era tipo:

    Queuia uma clio, com jantes momo racing, pneus continental, um “cantante” da blaupunkt e uns bancos chateau d’ax, se fizer favor.

    E rápido que estou com pressa…..

    Aja paciência!!!! Eles que percam tempo é a resolver a crise!

  30. Qual quer dia o Windows nao traz o IE, nem o Media Player, nem o desfragmentador, nem a Limpeza de Disco, nem a galeria de fotografias, nem o notepad…
    Esta gente da UE nao tem mais nada que fazer -.-

  31. Não vejo como a Microsoft poderia perder esse processo
    Mas as vezes a mesma lei, é aplicada de forma injusta.

    Cumprimentos
    César Oliveira
    http://www.profissionalweb.net

  32. Parece que muita gente que anda comentar ou é demasiado novo ou tem memória curta!
    Toda esta polémica deriva das práticas anti-concorrenciais da Microsoft nos anos 90 e início do novo século. A Microsoft usou a sua posição dominante para levar várias empresas à insignificância, impondo aos seus parceiros vários entraves na adopção de software concorrente naquilo que naquela altura era uma área florescente. Foi nessa altura que o IE se desviou das normas standard de HTML – o que tornava tudo muito mais complicado para outros competirem!
    O IE tinha acesso especial a APIs do Windows, outros browsers ficavam por isso mais limitados! Foi preciso haver pressão da justiça para ocorrerem mudanças nessas práticas, e se agora muita gente acha que não fazem muito sentido estas medidas, bem podem agradecer ao que a UE e os Estados Unidos impuseram à Microsoft. Abriu espaço para melhor concorrência e a Microsoft acabou por respeitar os standards.
    Se acham que a situação era de alguma forma semelhante ao que acontece nos outros sistemas operativos estão completamente enganados!

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.