Usamos cookies para garantir a melhor experiência de utilização no Pplware.com - Saiba mais sobre os nossos cookies
Ok

Conversas no Facebook são monitorizadas…

…analisadas e enviadas para a polícia!

As suspeitas são mais do que muitas e as notícias começam a circular pela net: tanto o Facebook como outras redes sociais estão a monitorizar as conversas dos utilizadores com propósitos de vigilância criminal. No caso de ser considerado algo suspeito ou criminoso, nesta invasão de privacidade, os próprios gestores das plataformas sociais encarregam-se de notificar a polícia.



Tudo começa com um fino processo de triagem, ou seja, através das conversações estabelecidas nas redes sociais há um software que analisa esse conjunto de conversas e detecta se existem determinados comportamentos ou palavras-chave que despoletam os alarmes daquilo que pode ser, ou não, uma actividade criminal.

Este software de reconhecimento high-tec foi orientado para dar mais atenção aos utilizadores que tenham já uma conexão menos própria ou estável e mesmo se o seu perfil mostra alguma anomalia que à partida pode levar a um crime, como por exemplo, as conversas entre pessoas de idades muito diferentes, no caso do assédio sexual de menores.

Dentro dos parâmetros estabelecidos, se o programa encontrar algum relevo anormal de imediato os funcionários de segurança são alertados para analisar o eventual crime (ou pré-crime). Caso se justifique, segundo os critérios sabe-se de lá quem, chama-se a polícia.

Esta situação deixa algumas questões, como pode ser o caso de não se saber se APENAS esse tipo de comportamento é analisado ou se todas as conversas, mesmo aquelas privadas e confidenciais, são auscultadas. Mas pior, ninguém sabe se as conversas são mantidas nalgum registo, por quanto tempo e se acabam por ser eliminadas…

Esta informação da monitorização dos chats do Facebook chega pela mão de uma entrevista feita pela Reuters ao Delegado Chefe de Segurança, Joe Sullivan. Segundo o próprio, pelo menos um suspeito predador sexual de crianças foi levada a julgamento como resultado destas análises ao mensageiro do Facebook.

Em comunicado sobre a questão o Facebook informa “Nunca quisemos definir um ambiente onde temos funcionários que vêem as comunicações privadas, por isso é realmente importante que nós usarmos a tecnologia que possui uma taxa de falsos positivos muito baixa”.

É público que o próprio Facebook trabalha no sentido de, em especial, desmascarar agressores sexuais condenados, como aliás se pode ver NESTA página. Também segundo o Facebook existem mais intimações e ordens judiciais na calha a serem divulgadas aos olhos da lei. Mas em comunicação vão mais à frente afirmando “Podemos partilhar informações quando acreditamos que a mesma pode evitar fraudes ou outras actividades ilegais, para evitar danos corporais iminentes, ou para proteger a nós mesmos e das pessoas que violem a nossa Declaração de Direitos e Responsabilidades. Isso pode incluir a partilha de informações com outras empresas, advogados, tribunais ou outras entidades governamentais. ”

Com tanto zelo e boa vontade em desmascarar supostos criminosos, o Facebook pode cair num grave erro de invasão abusiva da nossa privacidade, deixando assim de fornecer um serviço público para passar a ser mais um polícia cibernético. E vocês, gostariam que as vossas conversas fossem monitorizadas à força?



  •   
  •   
  •  
  • Pin It  
  • Imprima este artigo
  • Post2PDF


58 Comentários

  1. Não sei porquê, mas não fiquei espantado.

    • Igualmente.. e isto, é apenas uma das milhares de funcionalidades de mineração de dados que eles possuem…

      Na net.. não há segredinhos :), quer dizer há mas no nível mais baixo da web..

    • Já à muitos anos que digo a uma amiga minha com quem falo pela net que pelo facebook não falo com ela, porque é evidente para mim já aos anos que fica tudo gravado e provavelmente para sempre… e então aos anos que uso um mensageiro que encripta as conversas com ela, com chave pública/ privada gerada localmente. Podem interceptar, mas pelo menos vão ter que ter algum trabalho para decifrar.

  2. ja nao chega o google guardar e analisar todos os nossos dados (e a pedido, fornecer a entidades estatais), agora tambem o facebook?

  3. Eu já fui administrador de vários sites de relacionamento de plataforma Ning, i se eu lá tinha acesso a todos os conteúdos privados dos usuários das redes, é claro que no Facebook i Twitter se passa o mesmo.
    Aliás, já foi dito que no Facebook, ocorrem por dia milhares de crimes, por isso, é imprescindível a colaboração da polícia.
    Que se desenganem aqueles que pensam que estando no privado com A, B ou C, estão seguros de que só eles estão tendo acesso ao que lá se escreve porque não é bem assim, se essa conversa tiver algum conteúdo suspeito de crime podem ter certeza que passarão a ser investigados.

    • Então no novo acordo ortográfico substituiu-se “e” pelo “i”? Estou abismado.

      • estou abismada é com o seu comentário sem conteúdo útil… sinceramente.. Hoje em dia também é crime um erro ortográfico?

        Respondendo ao tópico, não fazia a minima ideia que isso acontecia :/ enfim, por um lado acho bom, mas por outro eles cometem crimes para apanhar criminosos, e vasculham a nossa vida e nem informam os utilizadores!! Mas quem não deve não teme, temos que ter cuidado com as conversas :P

  4. O paradigma de “quem controla os controladores?”. Como em todos os casos de “invasões” de privacidade em detrimento do bem-estar público, a chave está no bom-senso, e como todos sabemos nem toda as pessoas estão munidas dele. Especialmente quando capital entra na equação.

    No caso particular do facebook, que trata a nossa informação pessoal como quer e bem lhes apetece, não espero nada que faça dormir mais descansado à noite.

    Diz-se que “quem não deve não teme”, mas isso dura até ao dia em ocorrem erros, falsos positivos que podem influenciar irremediavelmente a nossa vida sem termos culpa de nada.

    Estou mesmo a ver, um dia destes o facebook aplica este serviço em nome de “preservação de relações” e se algum de voçês arrastar a asinha a meninas que não a vossa… -PIMBA!!! comunicação à patroa e rolo da massa à espera! AHHAHAHAHAAH

    • Gostei especialmente do teu comentário, parece ter sido o melhor até agora (menos a parte da “bandalheira” com a patroa :P)

      Mas não desenvolveste bem esse paradigma, quer dizer o quê? Eles controlam o que fazemos na Web, e quem os controla a eles?

      Relativamente aos falsos positivos, numa justiça “incapaz” seja com recorrência a este tipo de espionagem ou não irá sempre a haver “enganos”..simples é mais uma “ponta” na justiça para condenar alguém sem ter cometido nada..

      Respondendo ao escritor, isso de evitar o pré-crime só em Hollywood!
      Não podemos condenar alguém pelo que ainda não fez! Ainda por cima, em redes sociais, onde muitas pessoas recorrem ao “Role-Playing” (e não falo de jogos, mas do conceito de te fazeres passar por outra “pessoa” ou recorrer a uma personagem)..

      • Tens toda a razão!
        Essa do Role-playing é bem pensado… está uma pessoa a brincar inocentemente e aparece a polícia à porta de casa…

        É caso para relembrar… http://www.bbc.co.uk/news/technology-16810312

      • Obrigado Paulo.

        Eu explico um pouco melhor. Sempre que implementam acções que tiram bocadinhos de privacidade aos cidadãos com o pretexto de os estarem a proteger, vais ter irremediavelmente de confiar no governo. Mas temos de nos questionar, não somos ovelhas seguidistas.

        O paradigma que se põe é “quem controla as pessoas que nos estão a controlar?”. Ou seja quem garante que quem tem acesso a estas informações age APENAS dentro das suas funções e não abusa em modo algum desta informação a que tem acesso.

        Relativamente à justiça, numa situação de aperto tu é que tens de provar que estás inocente e não o contrário.
        Vamos levar esta situação ao extremo. Eu sou um gajo que simplesmente te quer fazer mal e tenho conhecimentos informáticos. Arranjo maneira de meter um malware no teu pc, saco-te o teu acesso ao facebook com um keylogger, pego numas fotos de pedofilia e meto-tas numa pasta do disco, acrescento moradas no teu histórico do browser e por fim entro no teu facebook e abro umas poucas de janelas de conversação com amigos teus com frases tipo “queres umas fotos de crianças?”, ou “olha esta criança que eu violei”, isto deve fazer disparar os alarmes do algoritmo. Depois é só ver a policia encontrar esta tralha toda e tu tentares explicar que não sabes de nada. Entretanto já saíram noticias no jornal, já foste indiciado pelo ministério público. Boa sorte agora a arranjar trabalho.

        Sim é um cenário hipotético e até paranóico mas ficarias surpreso quantas vezes a ficção se inspira na realidade de factos.

        A parte da “”bandalheira” com a patroa”, estava a ser irónico e a deixar a pergunta – “Onde traçamos a linha?”

  5. Já estou a ver os trols a terem conversas suspeitas lol

  6. A melhor e talvez a única forma de protegerem os vossos dados é não partilha-los.

    Tudo o que colocamos na net fica lá. Desenganem-se quem pense o contrário é a realidade.

    A única forma de nos segurarmos é sermos responsáveis por o que colocamos.

  7. Não vejo problemas, não tenho nada a esconder e nem nada suspeito

  8. O pior é que agora sempre que se quer falar com alguem só se encontra online no facebook. As pessoas deixaram de utilizar outros meios de contacto para utilizar apenas o facebook.

    • Fala por ti.

      Nem todos nós tivemos sorte de nascer num grande centro urbano. Alguns de nós têm no facebook a melhor maneira possivel de manter o contato.

  9. Não que me afetasse, mas é por estas e por outras que cancelei a conta.

  10. não será assim tão complicado fazer uma app que utilize o facebook como plataforma de transmissão, mas os dados antes de entrarem/sairem da plataforma facebook são encriptados/desencriptados

  11. Nem fora das redes sociais a nossa vida tem a total privacidade!
    A segurança social entre muitas outras coisas do estado, sabe tudo o que pretender de uma pessoa, só não sabe o que cada um diz e pensa como é o caso do facebook!

  12. Arcadiy Kulchinskiy

    Eu não imagino ninguém a combinar ataques de terrorista ou assassinatos pelo facebook. Portanto acho esta monitorização no facebook tão inútil como acho inútil a Timeline.

    Não é que eu tenha algo de esconder, apenas é desagradável saber que alguém está me a ver e a suspeitar em mim.

    Enfim.

  13. … com propósitos de vigilância criminal…

    E política. Foi criado para isso!!!!

  14. tenho que marcar um ataque no facebook , para ver em quanto tempo a FBI chega a minha casa.

  15. Se nem mesmo a DeepWeb é infalível, o que dizer do facebook?

  16. Matrix cada vez mais perto.

  17. Estou certo de que muitos políticos da nossa praça,vão cancelar as contas no Face.
    Esses sim,devem ter muito que esconder.

  18. A 10 , 15 anos atraz ….

    . e pa vamos meter chips nestes gajos todos assim sabemos por onde eles andam e o k fazem ….

    .. e pa espera ai eu tive uma ideia melhor vamos criar as redes sociais os Iphone e os androides assim eles enviam nos essa informaçao toda e ainda se divertem ….

    . boa :)

  19. Anonimo Só Pra Provocar

    Nova Ordem Mundial!

    Ditadura, aí vamos nós!

  20. Isto tem muito que se lhe diga…

    Como advogado, por isso com alguma sensibilidade jurídica para a colisão dos interesses liberdade / segurança, penso o seguinte, em termos MUITO gerais:

    Confesso que não me incomoda nada que um tribunal exiga o texto de uma conversa com finalidades de provar um crime. Algo de muito semelhante acontece nas comunicações telefónicas. A internet não pode ser um parque de diversões para criminosos. Embora também dependa dos crimes em causa claro!

    O problema que se coloca é relativo a abusos: desde a divulgação de informações de um utilizador sem qualquer processo em curso ou sem ordem de um juiz ou, e isto é igualmente complicado, na prevenção de crimes que não existem ainda e por isso em termos muito genéricos, na deverá haver ainda cedência de informação.

    Estamos numa sociedade altamente securitarista… Infelizmente.

    Cumps,

  21. Serei o unico a achar bem? pelo menos faz-me sentir mais seguro. Há gente má por todo lado, que melhor forma de antecipar-mos algo mau do que usando estas ferramentas ao dispor.

  22. aí está. nunca duvidei destas invasões de privacidade do facebook. desde o inicio.
    o facebook é um catálogo de informação sobre as pessoas. Uma base de dados que pertence ao governo.
    O governo quer saber informações sobre qualquer pessoa, basta desfolhar o “catálogo” do facebook.
    É muitíssimo benfeito pra malta que espeta lá a vida toda. e chamavam-me a mim de maluco quando me punha com estas teorias, e afinal de contas está tudo a bater certo

  23. Alias, a melhor forma de ter-mos mais liberdade é ter-mos melhor educação e ensino. Quando melhor a formação e grau cultural mais livre a pessoa se torna.

    Acham mesmo que com a quantidade de problemas, analfabetismo, iliteracia etc…acham que os portugueses ou a maior parte do Mundo pode tomar decisões sem estar minimamente controlada/vigiada.
    Não estamos a falar de censura estamos a falar de regulação do normal funcionamento da sociedade. Acham que a maior parte que anda no transito, ou dos que cospem para o chão, sabem o que é sociedade? Sabem quando termina a sua liberdade e começam as responsabilidades? Acham que sabem o que é sociedade, civismo etc? Claro que a maioria NÃO.

    Apostem na educação e formação e verão que a insegurança vai diminuir os acidentes de automóvel também.

  24. A privacidade sempre foi uma ilusão, no período de Ditadura Militar do Brasil, as correspondências eram violadas principalmente se vinham de fora.

  25. Pois é! e esta semana o meu anti malware dectou 2 trojan’s, 3 keygenerator’s e 30 data miner’s, por curiosidade fui ver as linhas de código, e era relativo a convites de jogos e aplicações que me enviam( que recuso ), e na linha de código aparecia sempre o facebook!!!

  26. mais uma razão para deixar o facebook…

  27. no facebook, tenho uma conversa aberta e quero ver outra conversa com essa mesma pessoa mas ja de ha 1 ou 2 anos atras..como chegar a essa conversa sem que tenha de se passar por todas as conversas, ou seja mais rapidamente ?
    alguem me ajude por favor é urgente

Deixe o seu comentário

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. O autor deste site reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.