PplWare Mobile

Ano 2011: A Internet em Números

Marisa Pinto

Editora no Pplware e psicóloga de profissão. Desde cedo que a tecnologia é uma paixão, interessando-se em particular com o impacto que esta tem na nossa vida e nos comportamentos que as pessoas adotam nas redes sociais.

Destaques PPLWARE

Deixe um comentário

29 Comentários em "Ano 2011: A Internet em Números"

avatar
  Subscreva  
Notify of
nelson
Visitante
nelson

http://www.w3schools.com/browsers/browsers_stats.asp

não percebo as estatisticas dos browsers…

contudo, excelente trabalho! interessante ver estes números!

João
Visitante
João

O domínio mais caro é “social.com”?? Deixou de ser “sex.com”?

Mundo estranho este onde vivemos 😉

Leonardo Xavier
Visitante
Leonardo Xavier

Acho que tem alguma coisa errada, aqui no Brasil não tem mais ninguém desconectado..

Somos o maior fatia em ascensão cada vez mais.. So tem BR na net.

Pedro Gomes
Visitante
Pedro Gomes

Normalmente quer dizer a taxa de utilizadores que tem acesso a internet.

PS: 1 trilião – Número de vídeos reproduzidos no YouTube

Na verdade é um bilião, é só contar os zeros. One trillion = 1 bilião em Portugal.

Fonte: “In total, there were more than 1,000,000,000,000 (one trillion) playbacks on YouTube this year (yep, count ‘em, 12 zeroes).”

ADS
Visitante

O que querem dizer com percentagem de penetração?!

Percentagem de hacking? De PC infectados?!

Podiam ser mais explicitos na forma como deram alguns dados.

Mas muito bom, obrigado pela partilha!

SamC
Visitante

Bom tópico Marisa, muito interessante.

Uma das coisas que me despertou mais surpresa foi o vídeo n.º 1 do youtube… nem sequer o conhecia! Sempre pensei que fosse algum vídeo com gatos ou bebés a rir 😉

De resto é novamente interessante ver a guerra dos browsers a mostrarem que o Chrome ainda vai subir ainda mais e daqui a um ano a fatia dos browsers moveis também.

Carlos
Visitante
Carlos

Meus caros, antes de mais peço desculpa pelo off-topic.

Alguém me sabe dizer qual o melhor software (gratuito) para apagar um disco, de maneira que os dados se tornem totalmente irrecuperáveis?

Desde já obrigado.

Alexandre Amaral
Visitante
Alexandre Amaral

Saca o hirens boot tens lá ferramentas que fazem isso nomeadamente o DiskWipe.
http://www.hiren.info/pages/bootcd

MRodrigues
Visitante
MRodrigues

Boas

Em alternativa podes fazer download só de um programa.

http://hddguru.com/software/HDD-LLF-Low-Level-Format-Tool/

Carlos
Visitante
Carlos

OffTopic:
Tmn Drive para iPhone

Bruno Lima Simões
Visitante
Bruno Lima Simões

Btw, já reparei que usam sempre “.” em vez de “,” para separar as unidades das décimas ou milésimas, logo se assim for está certo. =D

Bruno Lima Simões
Visitante
Bruno Lima Simões

Bom trabalho, só gostava de fazer um pequeno reparo.
Logo no primeiro numero, 3.146 mil milhões, julgo que esteja errado isto porque ao converter para numérico fica:
3.146.000.000.000, logo ler-se-ia 3 biliões 146 mil milhões.
Mas também pode ser 3,146 Mil Milhões que resulta em 3.146 Milhões, é só uma questão ortográfica.

Pedro A.
Visitante
Pedro A.

Off topic:
será só a mim que me aparece o fundo do site em cor-de-laranja?

kish
Visitante

Belos números 🙂

Gostava de ver os números do pplware um dia! Seria interessante!
Continuação de Bom trabalho 😉

Sergio
Visitante
Sergio
a partir destes números podemos inferir (mesmo que por extrapolação) a verdadeira dimensão do inglês na internet. Já aqui várias vezes defendi, que o inglês é uma língua importante no seio da internet, nomeadamente no seio das comunidades cientifica e cooperativa. Mas para o utilizador comum é normal pesquisarem na sua própria língua, pois tem comunidades gigantescas. Veja-se, por exemplo, a percentagem de utilizadores asiáticos ou sul-americanos. É verdade que serão compostas por múltiplas línguas. Mas não deixam de ser comunidades com muita expressão. Outros exemplos são as comunidades Francófona ou Germânica. Nós Portugueses é que temos uma comunidade pequena… Read more »
José Fonseca
Visitante
José Fonseca

Os números são extraordinários!

Marco Magalhães
Visitante
Marco Magalhães

Concordo. Só não sei se isso é bom ou mau, mas é de espantar mesmo.

ajbadboy
Visitante
ajbadboy

Como é que sabem o número de utilizadores? Pelos IP’s? Só eu uso uns 6 computadores…

Paulo Ribeiro
Visitante

ajbadboy isso é dificil de dizer mas pelo menos pelo numero de browsers, contas de mails, numero de contractos nos isp’s talvez dados mesmo de redes sociais. depois fazem uma média (digo eu). não sou especialista em estatistica mas calculo que isto sejam valores redondos de médias. não deve andar muito longe da realidade.

Sharp
Visitante

e cada computador tem um IP exterior atribuído a ele?

Sergio
Visitante
Sergio

Não. Normalmente muitos estão mascarados por NAT. O teu computador de casa normalmente tem um ip 192.168.0.X (ou algo similar). Quando comunicas com o exterior, o teu router guarda numa tabela interna o teu ip e transforma o teu pedido como se fosse dele. Quando recebe a resposta, vai à mesma tabela e envia o pedido para ti. Ou seja o servidor externo apenas viu o ip do teu router. Isto é mais ao menos o funcionamento do NAT (de forma muito resumida). Além do NAT existem outros métodos.

António
Visitante

Tens toda a razão Sérgio, acontece que eu acedo em casa, acedo no trabalho, acedo na biblioteca, no telemóvel, webcafé etc…

A pergunta do ajbadboy é pertinente!

Se a economia mundial já é o k é, não queiramos levar muito a sério estes números! lolol

Sugiro que não pensem mais nisso e visitem o quartoescuro.com

vender ouro
Visitante

Numeros sem duvida interessantes!

Obrigado pela partilha.

Paulo Ribeiro
Visitante

Bem, quase o dobro da percentagem de utilizadores de net na europa face aos estados unidos mesmo com uma penetração de net maior nos states, interessante…

Dumitru Toderici
Visitante
Dumitru Toderici

quase o dobro?! loool! eu axo que tu nao estiveste atento! se vires bem 13% é da america latina e mais 10 da america do norde, e no total da 23% a mesma que na europa…noob!

Dumitru Toderici
Visitante
Dumitru Toderici

quer dizer, é ao contrario, america do norde 13 e latina 10!

André
Visitante
André

América do norde? (e não foi engano, escreveste 2 vezes…)

Wow… Just WOW!

O Paulo disse “face aos estados unidos”, “nos states”… E quando se diz states = ESTADOS Unidos da América, só a faixa central da América do NORTE! “…noob!”

Meu, o que é que andas a fumar? É que é perigoso!!

P.S: Pediste-as…

Marco Magalhães
Visitante
Marco Magalhães

O Paulo Ribeiro provavelmente enganou-se. Nunca te enganaste? Hmm… 🙂

Joel Silva
Visitante
Joel Silva

Às vezes o melhor é mesmo não comentar, ainda por cima a rebaixar o utilizador.. Repara que o Paulo Ribeiro refere Estados Unidos e não América, logo, o seu comentário faz todo o sentido! Talvez o noob não seja o Paulo..