Alguns tipos de licenças de software


Destaques PPLWARE

64 Respostas

  1. M.Manuelito says:

    Muito boa explicação, é sempre bom sabermos destas coisas!

  2. zhor says:

    “Agora pensem mesmo se será mais fácil andar com cracks daqui para ali, ou se será mais fácil uma simples pesquisa no Google em busca de uma aplicação gratuita com funcionalidades idênticas.”

    O gosto está no arranjar cracks, serials, keygens, e enganar o proprietário. :p

  3. Carlos Silva says:

    “Código fonte de todo o software protegido pela GPL tem de estar acessível publicamente”

    Só uma correcção, o código só tem de estar disponível a quem ficar com o software cobrido por essa licença. Não necessita de estar em domínio público.

  4. Ruaben says:

    e betaware? eu sei o que é, mas de forma de explicar já não sei…(lol myself), podiam acrescentar na lista

  5. Ricardo C. says:

    Erro:
    “e o que se pode ou fazer com eles.”

    De resto está um artigo interessante !

  6. Joana says:

    O post está impecável, mui bien. Pena ser um rascunho para os advogados da Google.

  7. António Laranjeira says:

    Parabéns pelo artigo. É um excelente esclarecimento à comunidade.

  8. José Gaspar says:

    Excelente artigo!!!

    Construtivo e esclarecedor.

  9. vi says:

    Falta a licença BSD que é extremamente mais liberal que a GPL e que se aproxima mais do domínio público.

  10. JoseM says:

    Bom post 🙂

  11. Carlos Morais says:

    Excelente artigo, muito bom para esclarecer algumas dúvidas!

  12. samuel says:

    Muito bom artigo sim sr. …

    Por vezes penso que é mais a perguiça que leva a que as pessoas utilizem software pirata em vez de software free ou open source com as mesmas ou identicas funções, uma delas por ex. é o photoshop que pode ser substituido por outros programas de edição, ou o open office pelo office da microsoft.

    Muitos leigos instalam cracks e patches sem sequer pensarem nos riscos que podem a estar a correr em segundo plano, por vezes vale a pena usar o google e perder 5 min. que por a nossa info. em risco.

    Aguardo a lista que referiste, e não te esquecas de acrescentar o + importante Windows/MacOS —> Linux 🙂

    cumps

    • lpinto says:

      E desde quando há alum programa ao mesmo nivel do photoshop?
      E comparar o open office(ou libre office) ao MS office não faz sentido, neste campo a Microsoft está bem melhor!

      • samuel says:

        Muito simples, ha muita gente que instala o photoshop so para fazer umas alteraçõeszitas ou montagens numa imagem ou ate mesmo só para adicionar efeitos, ai existem muitas outras ofertas gratis, vai ao google e procura, o mesmo me refiro ao office, se quizeres um programa so para abrir, editar e imprimir pq gastar rios de dinheiro com o Office da M$?
        Nunca ninguem disse que o software pago de altas empresas é substituivel a 100% pelo free…

      • Mais uma vez discordo , o libre office pode estar num patamar abaixo do MS office mas pela diferença de preços acho que compensa. Quanto a não haver comparação grátis ao photoshop tenho que discordar , muitas das novidades nas novas versões do photoshop são ferramentas já muito utilizadas no GIMP lembro-me do caso de no ano passado a adobe lançar um video promocional a uma nova ferramenta que permitia remover objectos de uma fotografia e o próprio programa simulava o fundo , tudo muito bonito mas essa ferramenta já existia no GIMP há um bom tempo. Por fim deixo aqui o user-manual do Gimp onde podes ver algumas das funcionalidades que o programa já inclui : http://docs.gimp.org/2.6/en/

        Cumprimentos, Manuel Coutinho

      • Vasco says:

        O office da microfot tem tantos recursos que ninguém os consegue usar a todos. Isso é o mesmo que ter um carro que consegue andar a 200 km/h em estradas onde o limite de velocidade é 100 ou 120 km/h.

    • A lista será feita assim que regressar de férias, mas já tenho amigos a dar sugestões quem quiser ajudar, envie para jopemina.inf@gmail.com as suas sugestões.

      Outra coisa, uma das coisas que mais li ao arranjar referencias para o artigo foi que muitas pessoas não usam open source e freeware pois não teem documentação necessaria, o que é um autentica asneira dizerem isso, pois existem comunidades na maioria das vezes e muitas vezes só isso basta.

    • lourenço says:

      e não te esquecas de acrescentar o + importante Windows/MacOS —> Linux

      linux, não se compara nem de perto nem de longe ao windows/macos….
      é precisamente por serem coisas diferentes, correrem coisas diferentes, de forma diferente, que são Sistemas operativos diferentes….

      não creio que alguma vez o linux grátis! vá ser 1 alternativa a um windows ou macOS

      considerando eu uma alternativa, algo que faça a mm coisa da mm maneira!

      • Porque dizes isso? Será que não se compara?

      • samuel says:

        Ai não? então pq há cada vez mais adesões ao Linux? Principalmente nos servidores web? Se vires bem a evolução do linux nos ultimos anos, talvez isso te diga alguma coisa…

        • Lourenco says:

          Ya…. Tem mais adesão e desde quando é que isso é sinónimo de ser um sistema operativo capaz de competir com os pagos nas suas funções e faculdades?

      • Grande parvoíce , o linux faz tudo o que o windows/Mac OS faz com a vantagem de ser grátis e não precisar de um super-pc de 1000 euros. Para não falar que qualquer uma das distribuições do linux é mais estável que um windows.

        Cumprimentos , Manuel Coutinho

        • Lourenco says:

          Steam, adobe Photoshop, illustrator, premium, catalyst. Dreamweaver….

          Va la serio??? Linux faz mesmo tudo o que os outros fazem??
          Nem te peco para seres sincero comigo e com os leitores.., mas pelo menos sê-o contigo próprio

          • Manuel coutinho says:

            Diz-me algo que não consigas fazer no windows que consigas fazer com esses programas. A nivel de jogos já é mais complicado mas actualmente o linux é compatível com quase tudo o que é de windows.

          • Manuel coutinho says:

            Fazer no linux*

      • Miguel Ribeiro says:

        Mais um que pensa que os computadores têm todos de ter janelas e icones com fundos todos bonitos … Servidores é linux pah! (a menos q queiras usar .net…)

        E jovem, dada à minha experiência estou cada vez mais inclinado para saltar para o linux. So pelo SO ser mais leve, consigo ter mais rendimento no desenvolvimento de apps

        • Lourenco says:

          Nunca foi uma questão de jjanelas, mas tudo bem…, Linux nao é de perto nem de longe um sistema com a melhor performace a partir do momento em que, para ser ser utilizador de lunix, tem de ser dar ao trabalho de o instalar, depois o utilizador tem de se dar ao trabalho mínimo de instalar as drivers q conseguir encontrar… E se tudo correr bem, o utilizador tem de manter um nível ridículo de conhecimento em programação para n estragar tudo sem querer….

          Então nao… Linux nao é de longe nem de perto um sistema alternativo aos sistemas pagos..

    • Caro colegas e amigos, aqui fica o tão prometido guia. Muito simples e sem formatação: http://issuu.com/jopemina/docs/guia_substitutos_gratis_para_aplica__es_comerciais

  13. samuel says:

    Já agora uma boa solução para obter licenças gratuitas para programas pagos é este site http://www.giveawayoftheday.com/
    todos os dias programas novos 😉

  14. Pedro Pinto says:

    Bom trabalho João Nascimento

  15. Sky says:

    Isso é muito bom, mas como sei o que posso e não posso utilizar aqui no meu trabalho?? Porque pelos visto nem tudo o que não é pago pode ser utilizado no trabalho, certo???

  16. Serva says:

    @Pedro Pinto ,

    Boa noite , como sempre , um Best de Tópico , perdoem-me o estrangeirismo .

    Quanto ao Linux não se comparar ao Windows / Mac , como é evidente não estou de acordo , por isso tenho 5 das 8 maquinas que possuo com Linux , o Windows está com os putos e 1 com a minha esposa , essencialmente por causa dos jogos ( no caso dos miúdos , na outra situação preguiça em aprender claramente ), mas eles próprios já começam a equacionar-me se eu não lhes podia fazer um dual boot .

    Aconselho todos os que têm má impressão de experimentarem mas com a mente aberta e maravilharem-se com um sistema que não custa 1 centavo e que tem programas free para fazer tudo , aconselho aos principiantes o Ubuntu 10,10 ou o Linux Mint 11 Katya e depois digam alguma coisa .

    Mais uma vez Pedro excelente trabalho de esclarecimento , aceita os meus sinceros cumprimentos .

    Serva

    Enga

    • Joana says:

      O Linux não chega ao calcanhares do Windows nem do Mac. Não aconselhes maus caminhos, não é correcto.
      Encosta o famoso argumento “Mente aberta” para os nerds. Linux é bom? Sim é para os 5.2% dos utilizadores.

  17. Fontes says:

    Muito bom artigo 😛

    So penso que a GPL está a mais porque é uma licença e nao um tipo de licença. De resto muito bom 😀

  18. Alfie says:

    Uma pequena correcção:
    “3 grandes restrições que gerem e protegem o software com licença GPL:
    Software livre pode ser distribuído (e comercializado não) por qualquer pessoa, mas o distribuidor tem de avisar o receptor acerca dos termos GPL”
    O distribuidor só pode cobrar pelo trabalho de gravação e pelo suporte, não pode cobrar pelo software.

    • Ricardo Elias says:

      O GPL permite vender copias do software, sem limite no preco. A unica excepcao e’ quando se trata do codigo fonte, que tem de corresponder apenas ao custo de distribuicao (disponibilizar no site, enviar por correiro, etc).

      “Does the GPL allow me to sell copies of the program for money?
      Yes, the GPL allows everyone to do this. The right to sell copies is part of the definition of free software. Except in one special situation, there is no limit on what price you can charge. (The one exception is the required written offer to provide source code that must accompany binary-only release.)”
      http://www.gnu.org/licenses/gpl-faq.html#DoesTheGPLAllowMoney

      Fiquem Bem!

  19. Miguel Ribeiro says:

    E que tal umas comparações com Apache 2.0, LGPL, etc..? às vezes da jeito para saber o que se pode usar em ambientes comerciais sem ter de se abrir o codigo 😛

  20. EacHTimE says:

    Site com as alternativas open source ao software proprietário:

    http://www.osalt.com/

  21. SmokinW33d says:

    :DDDDD w33d

  22. raquel says:

    nossa tirei muitas duvidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

Aviso: Todo e qualquer texto publicado na internet através deste sistema não reflete, necessariamente, a opinião deste site ou do(s) seu(s) autor(es). Os comentários publicados através deste sistema são de exclusiva e integral responsabilidade e autoria dos leitores que dele fizerem uso. A administração deste site reserva-se, desde já, no direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros. Textos de caráter promocional ou inseridos no sistema sem a devida identificação do seu autor (nome completo e endereço válido de email) também poderão ser excluídos.